Xanthohumol

DCI com Advertência na Gravidez DCI com Advertência no Aleitamento
O que é
Xanthohumol é um dos flavonóides principais encontrados na planta (humulus lupulus l.).

Xanthohumol foi descoberto por ser um potente agente quimio preventivo no tratamento do cancro, através da regulação de diversos mecanismos.

Xanthohumol é um produto natural encontrado nas inflorescências femininas de Humulus lupulus, também conhecido como lúpulo.

Este composto também é encontrado na cerveja e pertence a uma classe de compostos que contribuem para a amargura e o sabor do lúpulo.

Xanthohumol é um chalconoid préilado, biosintetizado por uma polietide sintase de tipo III (PKS) e subsequentes enzimas modificadoras.
Usos comuns
O lúpulo contém um composto flavonóide, xanthohumol, que tem propriedades antiviral, anticoagulação, anti-inflamatória e anti-tumoral.
Têm sido usados historicamente para promover o sono, muitas vezes em combinação com a erva sedativa valeriana.
A eficácia desta combinação foi validada em vários estudos. Além disso, o lúpulo tem um efeito anti-ansiedade.

As flores da planta são comumente usadas para tratar a fibromialgia, artrite, insónia, diabetes e sintomas da menopausa.

Além disso, na medicina indiana-ayurvédica, esta erva tem sido recomendado para inquietação ligado com dor de cabeça, tensão nervosa e indigestão.

Cancro – ácidos na erva, chamados lupulones e humulones, mostraram através de estudos que podem matar células cancerosas e bloquear células de leucemia. Podem também atuar como compostos anti-inflamatórios.

Saúde do cabelo – quando usado em combinação com outros óleos naturais no cabelo, o óleo essencial de Humulus lupulus dá força e brilho aos cabelos graças às suas potentes substâncias voláteis que interagem com folículos pilosos e óleos naturais para melhorar a aparência e a saúde do seu cabelo.

Propriedades anti-inflamatórias – em um estudo publicado em 2009, estabeleceu o efeito anti-inflamatório de várias classes de ácidos amargos do lúpulo, incluindo os beta-ácidos (BA), os alfa-ácidos (AA) e os iso-alfa-ácidos (IAA) nos fibroblastos.

Reduz sintomas da menopausa – esta planta também tem efeitos estrogénicos. Os extratos ajudam a reduzir os sintomas da menopausa.
Tipo

Lúpulo : Benefícios, Onde Comprar, Como Plantar
30/12/2016 | Útil | Nenhum Comentário
Benefícios para a saúde do lúpulo

O lúpulo (Humulus lupulus) tem sido utilizado na fabricação de cerveja desde o século XI para melhorar o sabor da cerveja e preservá-la. Ele é responsável pelo gosto amargo da cerveja, mais proeminente em algumas cervejas artesanais.

O lúpulo contém um composto flavonóide, xanthohumol, que tem propriedades antiviral, anti-coagulação, anti-inflamatória e anti-tumoral. Eles têm sido usados ​​historicamente para promover o sono, muitas vezes em combinação com a erva sedativa valeriana. A eficácia desta combinação foi validada em vários estudos. Além disso, o lúpulo tem um efeito anti-ansiedade, o que pode ajudar a explicar por que você se sente menos tenso depois de beber cerveja de lúpulo.

O Lúpulo pode ser tomado de diferentes maneiras, incluindo cápsulas, secas como um chá de ervas, como uma tintura (um medicamento feito por dissolver uma erva em álcool), em comprimidos, em loções e cremes.
Benefícios para a saúde do Lúpulo (Humulus lupulus)

As flores da planta são comumente usadas para tratar a fibromialgia, artrite, insônia, diabetes e sintomas da menopausa. Além disso, na medicina indiana-ayurvédica, esta erva tem sido recomendado para inquietação ligado com dor de cabeça, tensão nervosa e indigestão.

Câncer – ácidos na erva, chamados lupulones e humulones, mostraram através de estudos que podem matar células cancerosas e bloquear células de leucemia. Podem também atuar como compostos anti-inflamatórios.

Saúde do cabelo – quando usado em combinação com outros óleos naturais no cabelo, o óleo essencial de Humulus lupulus dá força e brilho aos cabelos graças às suas potentes substâncias voláteis que interagem com folículos pilosos e óleos naturais para melhorar a aparência e a saúde do seu cabelo.

Propriedades anti-inflamatórias – em um estudo publicado em 2009, estabeleceu o efeito anti-inflamatório de várias classes de ácidos amargos do lúpulo, incluindo os beta-ácidos (BA), os alfa-ácidos (AA) e os iso-alfa-ácidos (IAA) nos fibroblastos.

Reduz sintomas da menopausa – esta planta também tem efeitos estrogênicos. Os extratos ajudam a reduzir os sintomas da menopausa.
Efeitos secundários do Lúpulo (Humulus lupulus)

A erva não é recomendada para quem está amamentando e grávidas. Além disso, o manuseio desta planta pode causar erupções cutâneas (alergias), dificuldades respiratórias e tosse seca.

Em casos graves ou overdoses, os seus efeitos secundários podem incluir hipertermia, convulsões, inquietação, distúrbios do estômago e vômitos. Não está claro como a ingestão de Humulus lupulus altera as condições sensíveis a hormônios, como certos tipos de cânceres.

Embora esta planta tenha efeitos sedativos, não é recomendada para crianças e lactantes.
Nota

A maioria dos estudos sobre o lúpulo utiliza suplementos ou cerveja sem álcool contendo lúpulo. Beber muito álcool pode realmente aumentar o risco de muitas doenças crônicas, incluindo doenças cardíacas, hipertensão, doenças hepáticas e certos tipos de câncer.
História
O lúpulo (Humulus lupulus) tem sido utilizado na fabricação de cerveja desde o século XI para melhorar o sabor da cerveja e preservá-la.
Indicações
Atividade protetora cardiovascular, coadjuvante no tratamento do cancro, coadjuvante no tratamento de depressão, ansiedade e distúrbios do sono.
Classificação CFT
n.d.     n.d.
Mecanismo De Ação
Sem informação.
Posologia Orientativa
Sem informação.
Administração
Via oral.
Contraindicações
A erva não é recomendada para quem está amamentando e grávidas. Além disso, o manuseio desta planta pode causar erupções cutâneas (alergias), dificuldades respiratórias e tosse seca.

Esta planta tem efeitos sedativos, não é recomendada para crianças e lactantes.
Efeitos Indesejáveis/Adversos
Em casos graves ou sobredosagem, os seus efeitos secundários podem incluir hipertermia, convulsões, inquietação, distúrbios do estômago e vómitos.
Advertências
Gravidez
Gravidez:Não tomar durante a gravidez
Aleitamento
Aleitamento:Não tomar durante a amamentação.
Precauções Gerais
Sem informação.
Cuidados com a Dieta
A maioria dos estudos sobre o lúpulo utiliza suplementos ou cerveja sem álcool contendo lúpulo. Beber muito álcool pode realmente aumentar o risco de muitas doenças crónicas, incluindo doenças cardíacas, hipertensão, doenças hepáticas e certos tipos de cancro.
Terapêutica Interrompida
Não utilizar uma dose a dobrar para compensar uma dose que se esqueceu de tomar.
Cuidados no Armazenamento
Manter este medicamento fora da vista e do alcance das crianças.

Não deite fora quaisquer medicamentos na canalização ou no lixo doméstico. Pergunte ao seu farmacêutico como deitar fora os medicamentos que já não utiliza. Estas medidas ajudarão a proteger o ambiente.
Espetro de Suscetibilidade e Tolerância Bacteriológica
Sem informação.
Informe o seu Médico ou Farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica (OTC), Produtos de Saúde, Suplementos Alimentares ou Fitoterapêuticos.

Não tomar durante a gravidez e amamentação.
Informação revista e atualizada pela equipa técnica do INDICE.EU em: 11 de Outubro de 2017