Valeriana (raíz)

DCI com Advertência na Gravidez DCI com Advertência no Aleitamento DCI com Advertência na Condução
O que é
É um medicamento à base de plantas contendo um extracto seco de raíz de valeriana.

É utilizado no alivio da tensão nervosa ligeira e dos distúrbios do sono.
Usos comuns
Medicamento à base de plantas para o alívio da tensão nervosa ligeira e dos distúrbios do sono.
Tipo
Sem informação.
História
Sem informação.
Indicações
Medicamento à base de plantas para o alívio da tensão nervosa ligeira e dos distúrbios do sono.
Classificação CFT

02.09.01 : Ansiolíticos, sedativos e hipnóticos

Mecanismo De Ação
O efeito sedativo das preparações de raiz de valeriana, empiricamente conhecido há muito tempo, tem sido confirmado através de ensaios pré clínicos e ensaios clínicos controlados.

O extracto seco de raiz de valeriana preparado com etanol/água (máx.

etanol 70% (V/V)) e administrado oralmente na dose recomendada, promove uma melhoria da latência do sono e um aumento da qualidade do sono.

Este efeito não se pode atribuir especificamente a um determinado constituinte.

São vários os mecanismos de ação que podem explicar o efeito clínico apresentado e que estão associados a vários constituintes (sesquiterpenoides, lignanos, flavonoides) e que incluem interacções com o sistema GABA, agonismo dos receptores da adenosina A1e ligação aos receptores 5-HT1A.
Posologia Orientativa
Adolescentes de idade superior a 12 anos, adultos e idosos:
Para o alívio da tensão nervosa ligeira: 1 comprimido, 3 vezes ao dia.


Para a dificuldade em adormecer: 1 comprimido tomado meia hora a uma hora antes da hora de deitar, se necessário pode ser tomado 1 comprimido adicional logo ao início da noite.


Dose máxima diária: 4 comprimidos.



Administração
Via oral.

Os comprimidos devem ser tomados inteiros, com água.


Os comprimidos não devem ser mastigados
Contraindicações
Se tem alergia (hipersensibilidade) ao extracto de raíz de valeriana.

Não está recomendado para crianças com menos de 12 anos.
Efeitos Indesejáveis/Adversos
Podem ocorrer sintomas gastrointestinais (por exemplo náuseas, cãibras abdominais) após tomar preparações à base de raíz de valeriana.

A sua frequência não é conhecida.
Advertências
Gravidez
Gravidez
Gravidez:Não administrar durante a gravidez
Aleitamento
Aleitamento
Aleitamento:Não administrar durante o aleitamento.
Condução
Condução
Condução:Este medicamento pode reduzir a capacidade de reacção. Não deverá conduzir ou operar máquinas enquanto se sentir afectado.
Precauções Gerais
Pode aumentar o efeito dos sedativos sintéticos.

Se está a tomar sedativos sintéticos contacte o médico antes de começar a tomar este medicamento.
Cuidados com a Dieta
Pode tomar com ou sem alimentos.
Terapêutica Interrompida
Caso se tenha esquecido de tomar um comprimido, deve continuar o tratamento à hora habitual.

Não é importante se se esquecer de tomar um comprimido.

Não tome uma dose a dobrar para compensar uma dose que se esqueceu de tomar.



Cuidados no Armazenamento
Manter fora do alcance e da vista das crianças.

Não conservar acima de 30°C.
Espectro de Suscetibilidade e Tolerância Bacteriológica
Sem informação.
Consultar informação actualizada

Valeriana (raíz) + Sedativos

Observações: Estão apenas disponíveis dados limitados relativos a interações farmacológicas com outros medicamentos. Não se observaram interações clinicamente relevantes com fármacos metabolizados pelo CYP 2D6, CYP 3A4/5, CYP 1A2 ou CYP 2E1.
Interações: A associação com sedativos sintéticos requer o diagnóstico e a supervisão médicas. - Sedativos
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Didrogesterona + Valeriana (raíz)

Observações: N.D.
Interações: Dados in vitro indicam que a didrogesterona e o seu metabolito principal 20 α- dihidrodidrogesterona (DHD) podem ser metabolizados pelas isoenzimas 3A4 e 2C19 do citocromo P 450. Como tal, o metabolismo da didrogesterona poderá estar aumentado pela utilização concomitante de substâncias conhecidas por induzir estas isoenzimas, tais como, anticonvulsionantes (por ex. fenobarbital, fenítoina, carbamazepina), anti-infeciosos (por ex. rifampicina, rifambutina, nevirapina, efavirenz) e preparações à base de plantas contendo, por ex., Erva de São João (Hyperium perforatum), raiz de valeriana, salva ou ginkgo biloba. - Valeriana (raíz)
Identificação dos símbolos utilizados na descrição das Interações da Valeriana (raíz)
Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica.

Não administrar durante a gravidez e o aleitamento.

Nas 2 horas após ter tomado este medicamento não deverá conduzir, utilizar máquinas ou trabalhar sem proteção, uma vez que este medicamento pode reduzir a capacidade de reacção.

Não deverá conduzir ou operar máquinas enquanto se sentir afectado.

Informação revista e actualizada pela equipa técnica do INDICE.EU em: 08 de Setembro de 2020