Urapidilo

DCI com Advertência na Gravidez DCI/Medicamento Sujeito a Receita Médica (a ausência deste simbolo pressupõe Medicamento Não Sujeito a Receita Médica)
O que é
Bloqueador alfa.
Usos comuns
Oral: Hipertensão.
IV: Crise hipertensiva.
– Hipertensão arterial nos períodos peri e pós-operatório, especialmente em neurocirurgia e cirurgia cardíaca em adultos e crianças.

– Proteção contra o perioperatório que em geral aumenta a tensão causada por manobras essenciais durante a anestesia (intubação, extubação, etc).
Tipo
Sem informação.
História
Sem informação.
Indicações
Oral: Hipertensão.

IV: Crise hipertensiva.
– Hipertensão Arterial nos períodos peri e pós-operatório, especialmente em neurocirurgia e cirurgia cardíaca em adultos e crianças.

– Proteção contra o perioperatório aumenta a tensão causada pelas manobras essenciais durante a anestesia (intubação, extubação, etc).
Classificação CFT
n.d.     n.d.
Mecanismo De Ação
Anti-hipertensivas.

Bloqueador alfa-1 adrenérgico e agonista 5-HT1A serotoninérgica.
Funciona através da redução da resistência vascular periférica e atividade simpática sistémica.
Posologia Orientativa
Oral:
- Hipertensão:
Adultos: apenas 60 mg/12 h, adequando a dose de acordo com a resposta até 180 mg em duas doses divididas. Em determinada situação é suficiente 30 mg/12 h.
Idosos: 30 mg/12 h para um máximo de 60 mg/12 h. Há evidência de efeito de primeira dose ou efeito rebote. Pode estar associado com outros anti-hipertensores, tais como os diuréticos e beta-bloqueadores.

IV:
– Hipertensos urgência:
a) Dose inicial.
Adultos:
Injecção iv: 25 mg em 20 seg, seguida (se necessário) da mesma dose após 5 minutos e, se necessário, de 50 mg em 20 segundos, e repetir após mais 5 minutos, se não houver uma resposta satisfatória. Infusão IV ou bomba de seringa: 2 mg / min.

Crianças: 2 mg / kg / h.
b) Dose de manutenção:
Adultos: infusão de seringa elétrica ou 9-30 mg / h (média de 15).

Crianças: 0,8 mg / kg / h.
- Uso Perioperatório:

a) Dose inicial:
Adultos: injeção iv: 25 mg em 20 seg, seguida ( se necessário ) da mesma dose após 5 minutos e, se necessário, 50 mg, em 20 segundos, se após mais 5 min não houver uma resposta satisfatória.
Infusão IV ou bomba seringa: 6 mg / min.

Crianças: 2 mg / kg / h.
b) Dose de manutenção.
Adultos: infusão ou bomba seringa: 60-180 mg / h (média de 120). Crianças: 0,8 mg / kg / h.
- Nota: A terapia com uradipilo não deve exceder os 7 dias.
Administração
IV:
Preparação das soluções: adicionar 5 ampolas de 50 mg em 500 ml de solução (a infusão iv) ou 2 ampolas de 50 mg em 50 ml de solução (bomba seringa).
Contraindicações
Hipersensibilidade à substância activa.
Efeitos Indesejáveis/Adversos
20-30% dos pacientes manisfestam algum tipo de efeito indesejável, sendo os mais frequentes: tonturas, náuseas e cefaleia.

Descrição e incidência de efeitos colaterais, por grupos anatómicos:
- Cardiovasculares: palpitações (1-2,5%); Edema, hipotensão ortostática (1%).

- Digestivos: náuseas (3-6%); distensão abdominal (1%).
-
Neurológicas: tonturas (5-12%); cefaleias (2,5-5%).

- Psicológicos / psiquiátricos: astenia (1-2%); nervosismo, insónia (1%).

Intoxicação e seu tratamento: O efeito previsível da administração de Urapidil é um excessivo efeito hipotensor. Por isso, recomenda-se colocar o paciente numa posição inclinada, com as pernas levantadas e administrar um expansor plasmaático. REm determinadas situações, podem utilizar-se simpaticomiméticos.
Advertências
Gravidez
Gravidez:Todos os trimestres: B - Não há estudos adequados em mulheres. Em experiência em animais não foram encontrados riscos, mas foram encontrados efeitos colaterais que não foram confirmado nas mulheres, especialmente durante o último trimestre de gravidez.
Precauções Gerais
Insuficiência renal hepática. O Urapidil é excretado na urina, embora seja parcialmente metabolizado no fígado. Se a insuficiência renal ou hepática pode resultar em atraso na eliminação e acumulação no sangue produzindo hipotensão, pode ser necessário ajuste da dose.

- Este produto contém sódio. Para verificar o conteúdo exato de sódio, recomenda-se rever a composição. As formas de dosagem oral e parenteral, com valores acima de 1 mmol de sódio (23 mg) / dose diária máxima devem ser usadas com precaução em doentes com insuficiência renal ou dieta de sódio.
Cuidados com a Dieta
A administração pode fazer-se às refeições (a ingestão de alimentos não afeta a atividade terapêutica).
Terapêutica Interrompida
Não utilize uma dose a dobrar para compensar uma dose que se esqueceu de tomar.
Cuidados no Armazenamento
Manter fora do alcance e da vista das crianças.
Espetro de Suscetibilidade e Tolerância Bacteriológica
Sem informação.
 Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Urapidilo + Bloqueadores adrenérgicos alfa

Observações: N.D.
Interações: O efeito anti-hipertensivo de urapidilo pode ser aumentado pela administração concomitante de bloqueadores dos recetores alfa incluindo aqueles dados em situações urológicas, vasodilatadores e outros medicamentos anti-hipertensivos, e em situações que envolvem hipovolemia (diarreia, vómitos) e álcool.
 Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Urapidilo + Antihipertensores

Observações: N.D.
Interações: O efeito anti-hipertensivo de urapidilo pode ser aumentado pela administração concomitante de bloqueadores dos recetores alfa incluindo aqueles dados em situações urológicas, vasodilatadores e outros medicamentos anti-hipertensivos, e em situações que envolvem hipovolemia (diarreia, vómitos) e álcool.
 Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Urapidilo + Álcool

Observações: N.D.
Interações: O efeito anti-hipertensivo de urapidilo pode ser aumentado pela administração concomitante de bloqueadores dos recetores alfa incluindo aqueles dados em situações urológicas, vasodilatadores e outros medicamentos anti-hipertensivos, e em situações que envolvem hipovolemia (diarreia, vómitos) e álcool.

Urapidilo + Baclofeno

Observações: N.D.
Interações: A combinação de urapidilo com baclofeno deve ser considerada com precaução, uma vez que o baclofeno pode aumentar o efeito anti-hipertensivo.

Urapidilo + Cimetidina

Observações: N.D.
Interações: A administração concomitante de cimetidina inibe o metabolismo do urapidilo. A concentração sérica do urapidilo é suscetível de aumentar em 15% de modo que a redução da dose deve ser considerada.

Urapidilo + Imipramina

Observações: N.D.
Interações: Imipramina (efeito anti-hipertensivo e risco de hipotensão ortostática).

Urapidilo + Neurolépticos

Observações: N.D.
Interações: Neurolépticos (efeito anti-hipertensivo e risco de hipotensão ortostática).

Urapidilo + Corticosteroides

Observações: N.D.
Interações: Corticoides (diminuição no efeito anti-hipertensivo por retenção de sódio e água).
 Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Urapidilo + Vasodilatadores

Observações: N.D.
Interações: O efeito anti-hipertensivo de urapidilo pode ser aumentado pela administração concomitante de bloqueadores dos recetores alfa incluindo aqueles dados em situações urológicas, vasodilatadores e outros medicamentos anti-hipertensivos, e em situações que envolvem hipovolemia (diarreia, vómitos) e álcool.

Urapidilo + Inibidores da Enzima de Conversão da Angiotensina (IECAS)

Observações: N.D.
Interações: Uma vez que ainda não existe experiência adequada sobre a combinação do tratamento com inibidores da ECA, tal não é atualmente recomendado.
Informe o seu Médico ou Farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica.
Informação revista e atualizada pela equipa técnica do INDICE.EU em: 11 de Outubro de 2017