Solução para conservação de órgãos

DCI com Advertência na Gravidez DCI com Advertência no Aleitamento
O que é
Solução para conservação de órgãos é uma solução aquosa com uma mistura de electrólitos e aminoácidos.
Usos comuns
É utilizado:
- apenas durante cirurgia cardíaca e remoção de órgãos como parte de uma transplantação de órgão
- em paragem cardíaca induzida e reversível em cirurgia de coração aberto (cardioplegia em cirurgias cardíacas)
- para a protecção de órgãos durante cirurgias num campo exangue (coração, rim, fígado)
- para a preservação de transplantes de órgãos: perfusão e conservação no frio (coração, rim, fígado, pâncreas)
Tipo
Sem informação.
História
Sem informação.
Indicações
Cardioplegia em cirurgia cardíaca,
Protecção de órgãos durante cirurgias num campo exangue (coração, rim, fígado),
Preservação de transplantes de órgãos: perfusão e conservação no frio (coração, rim, fígado, pâncreas).
Classificação CFT

20.06 : Soluções para conservação de órgãos

Mecanismo De Acção
Os dois princípios chave de acção de uma solução de protecção de órgãos são:
- minimizar as necessidades de energia do órgão durante a isquemia através de inactivação celular;
- optimizar a produção anaeróbica (glicolítica) de energia durante a isquemia através de tamponamento artificial do órgão.

A activação tem lugar em diferentes células do organismo, tais como células dos nervos, músculos, fígado e rins ou nas células do parênquima dos órgãos endócrinos de forma semelhante, nomeadamente através de uma despolarização da membrana externa e um aumento da concentração de Ca2+ no citoplasma. Este aumento do Ca2+ intracelular deve-se, pelo menos, em parte ao influxo de Ca2+ do espaço extracelular.

Esta solução inactiva o coração, o rim e o fígado principalmente através da sua composição electrolítica.
A redução da concentração de sódio para valores aproximadamente citoplasmáticos (cerca de 15 mmol/l) e a redução simultânea da concentração de cálcio para o nível no citoplasma de uma célula em repouso (< 10 µmol/l) estabiliza o potencial de membrana das células num valor próximo do potencial em repouso normal e previne o influxo intracelular de sódio e cálcio activador de células.
Posologia Orientativa
O regime de tratamento e a dose têm de ser determinados por um especialista.
Organosol apenas pode ser administrado por profissionais de saúde, isto é, um médico ou enfermeiro. Para recomendações de dose, queira consultar a informação detalhada no final deste folheto para profissionais de saúde.
Administração
Este medicamento é administrado através da artéria renal.
Contra-Indicações
Hipersensibilidade a esta solução.
Efeitos Indesejáveis/Adversos
Cardiopatias/vasculopatias
Desconhecido (não pode ser estimado a partir dos dados disponíveis):
A utilização terapêutica desta solução para perfusão pode resultar em redução da tensão arterial, uma vez que a conservação da solução pode resultar na formação de um produto da reacção (micimopina) a partir dos componentes L-histidina e ácido α-cetoglutárico, o qual pode reduzir a tensão arterial ao bloquear os receptores da angiotensina II do subtipo 1.
Advertências
Gravidez
Gravidez
Gravidez:Esta solução só pode ser utilizada após uma avaliação cuidadosa do benefício/risco na gravidez. Por motivos de segurança, no caso de uma cirurgia de emergência durante a gravidez, a solução cardioplégica deve ser retirada por aspiração da aurícula e ventrículo direitos após conclusão da cirurgia.
Aleitamento
Aleitamento
Aleitamento:Esta solução só pode ser utilizada após uma avaliação cuidadosa do benefício/risco na amamentação.
Precauções Gerais
Existe apenas uma quantidade limitada de dados sobre a utilização em crianças e adolescentes.

Informe o médico se estiver a tomar ou utilizar, ou tiver tomado ou utilizado recentemente, ou se vier a tomar ou utilizar outros medicamentos.
Não se conhecem interacções com os seguintes medicamentos que são utilizados em especial durante a cirurgia e também frequentemente antes e depois da cirurgia:
- determinados medicamentos para tratar a insuficiência cardíaca (glicósidos cardíacos)
- diuréticos
- medicamentos para tratar os sintomas de angina de peito (p. ex., dor no peito ou sensação de aperto no peito).
- medicamentos utilizados em doenças com fornecimento insuficiente de oxigénio ao músculo cardíaco (tais como nitratos, bloqueadores dos receptores beta ou antagonistas do cálcio)
- medicamentos para baixar a tensão arterial (p. ex., bloqueadores dos receptores beta ou bloqueadores dos canais do cálcio).
Cuidados com a Dieta
Sem informação.
Terapêutica Interrompida
Não aplicável.
Cuidados no Armazenamento
Esta solução é armazenada em meio hospitalar.
Espectro de susceptibilidade e Tolerância Bacteriológica
Sem informação.
Sem efeito descrito

Solução para conservação de órgãos Glicósideos digitálicos

Observações: n.d.
Interacções: Não se conhecem interacções com medicamentos, tais como glicósidos, diuréticos, nitratos, agentes anti-hipertensores, bloqueadores de receptores beta e antagonistas do cálcio que são utilizados com particular frequência no período peri-operatório. - Glicósideos digitálicos
Sem efeito descrito

Solução para conservação de órgãos Diuréticos

Observações: n.d.
Interacções: Não se conhecem interacções com medicamentos, tais como glicósidos, diuréticos, nitratos, agentes anti-hipertensores, bloqueadores de receptores beta e antagonistas do cálcio que são utilizados com particular frequência no período peri-operatório. - Diuréticos
Sem efeito descrito

Solução para conservação de órgãos Nitratos

Observações: n.d.
Interacções: Não se conhecem interacções com medicamentos, tais como glicósidos, diuréticos, nitratos, agentes anti-hipertensores, bloqueadores de receptores beta e antagonistas do cálcio que são utilizados com particular frequência no período peri-operatório. - Nitratos
Sem efeito descrito

Solução para conservação de órgãos Anti-hipertensores

Observações: n.d.
Interacções: Não se conhecem interacções com medicamentos, tais como glicósidos, diuréticos, nitratos, agentes anti-hipertensores, bloqueadores de receptores beta e antagonistas do cálcio que são utilizados com particular frequência no período peri-operatório. - Anti-hipertensores
Sem efeito descrito

Solução para conservação de órgãos Bloqueadores beta-adrenérgicos (betabloqueadores)

Observações: n.d.
Interacções: Não se conhecem interacções com medicamentos, tais como glicósidos, diuréticos, nitratos, agentes anti-hipertensores, bloqueadores de receptores beta e antagonistas do cálcio que são utilizados com particular frequência no período peri-operatório. - Bloqueadores beta-adrenérgicos (betabloqueadores)
Sem efeito descrito

Solução para conservação de órgãos Bloqueadores da entrada de cálcio (antagonistas de cálcio)

Observações: n.d.
Interacções: Não se conhecem interacções com medicamentos, tais como glicósidos, diuréticos, nitratos, agentes anti-hipertensores, bloqueadores de receptores beta e antagonistas do cálcio que são utilizados com particular frequência no período peri-operatório. - Bloqueadores da entrada de cálcio (antagonistas de cálcio)
Identificação dos símbolos utilizados na descrição das Interacções de Solução para conservação de órgãos
Informe o seu Médico ou Farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica (OTC), Produtos de Saúde, Suplementos Alimentares ou Fitoterapêuticos.

Esta solução só pode ser utilizada após uma avaliação cuidadosa do benefício/risco na gravidez e amamentação.

Por motivos de segurança, no caso de uma cirurgia de emergência durante a gravidez, a solução cardioplégica deve ser retirada por aspiração da aurícula e ventrículo direitos após conclusão da cirurgia.
Informação revista e actualizada pela equipa técnica do INDICE.EU em: 11 de Novembro de 2021