Saccharomyces boulardii

DCI com Advertência na Gravidez DCI/Medicamento Sujeito a Receita Médica (a ausência deste simbolo pressupõe Medicamento Não Sujeito a Receita Médica)
O que é
Saccharomyces boulardii é uma variedade tropical de levedura.

Está relacionada com Saccharomyces cerevisiae, mas tem propriedades taxonómicas, metabólicas e genéticas distintas.

S. boulardii é usado muitas vezes como um probiótico com o propósito de introduzir culturas ativas benéficas para o intestino grosso e delgado, bem como conferindo proteção contra microorganismos patogénicos no hospedeiro.

No entanto, em indivíduos imunocomprometidos, S. boulardii tem sido associada com (fungemia) ou infeção localizada, o que pode ser fatal.
Usos comuns
Normalizador da flora intestinal e antidiarreico microrgânico, está indicado nas situações em que existam alterações do ecossistema intestinal, designadamente: diarreias a rotavírus em crianças.

Quando é possível determinar o agente etiológico e para o qual exista terapêutica específica, UL-250 como regularizador da flora intestinal, constituirá um adjuvante sintomático no tratamento da diarreia em associação com reidratação.

O nível de reidratação com soluções orais ou intravenosas deve ser ajustada à gravidade da diarreia, idade e características especiais do doente (doenças concomitantes).
Tipo
Sem informação.
História
Sem informação.
Indicações
Normalizador da flora intestinal e antidiarreico microrgânico, está indicado em situações em que existam alterações do ecossistema intestinal, designadamente diarreias por rotavírus, em crianças.
Classificação CFT
06.06     Suplementos enzimáticos, bacilos lácteos e análogos
Mecanismo De Ação
Conforme verificado em estudos farmacológicos, após administração de uma cápsula ou de uma saqueta aparecem rapidamente células vivas de Saccaharomyces boulardii no estômago, no duodeno e no jejuno. Quantidades significativas de Saccharomyces boulardii subsistem 24 horas após a ingestão, não se verificando a sua implantação ou multiplicação no meio intestinal.

No homem, as técnicas micológicas habituais permitem encontrar células vivas ao nível das fezes.

Saccharomyces boulardii resiste às secreções gástricas, hepáticas, pancreáticas e intestinais, para além de ter uma resistência genética aos antibióticos.

Sendo antidiarreico microorgânico, as atividades farmacológicas de Saccharomyces boulardii compreendem essencialmente:
- A síntese das vitaminas do grupo B (vitaminas B1, vitaminas B2, ácido pantoténico, vitamina B6, ácido nicotínico), que são fator de crescimento de germes vitamino-dependentes e fator trófico da mucosa digestiva;
- A ação enzimática com aumento marcado da atividade das dissacaridases (Sacarase, Lactase, Maltase) sem alteração da mucosa intestinal;
- Um antagonista microbiano, por concorrência vital e efeito barreira causando inibição do crescimento "in vitro" e "in vivo", de diversos microrganismos, nomeadamente bactérias e Candida albicans;
- Uma ação sobre o sistema imunitário, particularmente evidente e verificado quando se procedeu a infestações experimentais no animal, com estimulação das defesas imunitárias não específicas.
Posologia Orientativa
1 cápsula 3 vezes por dia.
Administração
Sem informação.
Contraindicações
Hipersensibilidade a Saccharomyces boulardii.
Doentes com catéter venoso central.
Efeitos Indesejáveis/Adversos
Os efeitos indesejáveis abaixo referidos podem ocorrer durante o tratamento com Saccharomyces boulardii.

As frequências são definidas como se segue: muito frequentes: 1/10; frequentes: 1/100, <1/10; pouco frequentes: 1/1000, <1/100; raros: 1/10.000, <1/1000; muito raros: <1/10.000, desconhecido (não pode ser calculado a partir dos dados disponíveis).

Infeções e infestações:
Raros: fungémias.

Doenças do sistema imunitário:
Muito raros: reações alérgicas (pode ocorrer edema de Quincke).

Afeções dos tecidos cutâneos e subcutâneos:
Raros: reações de intolerância, principalmente na forma de prurido, pápulas (urticária, erupções, rash), rash cutâneo (localizado ou distribuído por todo o corpo: exantema local ou generalizado).

Doenças gastrointestinais:
Raros: flatulência.
Advertências
Gravidez
Gravidez:Probióticos regularizadores da flora intestinal, considerados seguros. Ausência de risco fetal, demonstrada em experimentação animal ou em estudos humanos.
Precauções Gerais
Sendo constituído por células vivas não deve ser utilizado com líquidos levados a temperaturas superiores a 50°C.

Dado que é uma levedura, quando prescrito com um medicamento antifúngico oral ou sistémico pode ver diminuída a sua ação.

Saccharomyces boulardii (Sb) é uma levedura que foi associada ao risco de fungémias.

A maioria dos casos de fungémias por Sb ocorreram em doentes com diversos fatores de risco: estado geral debilitado com alterações da mucosa digestiva e antibioterapia de largo espetro; imunossupressão; cateterização venosa central.

A contaminação externa dos catéteres pela ausência de cuidados de manipulação e administração do conteúdo das saquetas de Sb têm sido também um dos fatores implicados na etiologia das fungémias.

Em crianças entre os 2 e os 6 anos de idade a reidratação oral é essencial no tratamento da diarreia aguda.

A necessidade de reidratação deve ser avaliada regularmente.
Uma solução de reidratação oral deve ser usada para prevenir e tratar a desidratação.
Em casos graves e com vómitos associados pode ser necessário reidratação intravenosa.
Cuidados com a Dieta
Sem informação.
Terapêutica Interrompida
Não tome uma dose a dobrar para compensar a dose que se esqueceu de tomar.
Cuidados no Armazenamento
Não conservar acima de 25°C.
Espetro de Suscetibilidade e Tolerância Bacteriológica
Sem informação.
 Redutora do efeito Terapêutico/Tóxico

Saccharomyces boulardii + Antifúngicos

Observações: N.D.
Interações: Não são conhecidas interações medicamentosas para o Saccharomyces boulardii para além da diminuição da sua ação quando é prescrito em associação com um medicamento antifúngico oral ou sistémico.
 Redutora do efeito Terapêutico/Tóxico
Tome este medicamento exatamente como indicado pelo seu médico. Fale com o seu médico ou farmacêutico se tiver dúvidas.
Informação revista e atualizada pela equipa técnica do INDICE.EU em: 10 de Março de 2016