Quimbolona

DCI com Advertência na Gravidez DCI com Advertência no Aleitamento DCI com Advertência no Dopping
O que é
Esteroides androgénicos anabolisantes exógenos.

Quimbolona é um esteróide anabólico com efeitos androgénicos fracos.

Foi desenvolvido por Parke-Davis, na tentativa de criar um esteróide anabólico, administrado oralmente viável com pouca ou nenhuma toxicidade hepática.

Quimbolona é um derivado de boldenona com um grupo éter ciclopentenilo facilmente removido.

Dopping: Substância probida - Portaria n.º 411/2015, de 26 de novembro - Aprova a Lista de Substâncias e Métodos Proibidos para 2016 e revoga a Portaria n.º 270/2014, de 22 de dezembro.
Usos comuns
Sem informação.
Tipo
Sem informação.
História
A Quimbolona foi descrita pela primeira vez em 1962.

Foi desenvolvida numa época em que havia uma crescente preocupação com a hepatotoxicidade de esteróides alfa alkylated c-17 oral.

A tecnologia foi desenvolvida sob a direção de Alberto Ercoli de Vister Research Laboratories em Casatenovo, Itália.

A Quimbolona foi baseada em trabalho anterior Ercoli em éteres hormonas esteróides e publicado em 1956.

A Quimbolona foi o primeiro esteróide anabolizante modificado éter comercializado.
Indicações
Sem informação.
Classificação CFT
n.d.     n.d.
Mecanismo De Ação
O Boldenone é uma modificação de testosterona.

Diferencia-se pela introdução de uma ligação dupla entre os carbonos 1 e 2, reduzindo assim a sua estrogenicidade e androgenicidade.

A Quimbolona contém Boldenone modificado pela adição de um éter (ciclopentenilo) de enol no grupo hidroxilo 17-beta.

Hormona modificada pela éter é mais solúvel em lípidos do que Boldenone base (livre) e dissolvido em um portador para a administração oral.

Significativa absorção oral Quimbolona ocorre através da via linfática evitando o metabolismo de primeira passagem.
Posologia Orientativa
Sem informação.
Administração
Via oral.
Contraindicações
Sem informação.
Efeitos Indesejáveis/Adversos
Sem informação.
Advertências
Gravidez
Gravidez:Não utilizar durante a gravidez e amamentação.
Aleitamento
Aleitamento:Não utilizar durante a gravidez e amamentação.
Dopping
Dopping:Substância probida - Portaria n.º 411/2015, de 26 de novembro - Aprova a Lista de Substâncias e Métodos Proibidos para 2016 e revoga a Portaria n.º 270/2014, de 22 de dezembro.
Precauções Gerais
Sem informação.
Cuidados com a Dieta
Este esteróide deve ser tomado com alimentos, de preferência com alguma gordura (20 gramas) para maximizar a absorção linfática.
Terapêutica Interrompida
Sem informação.
Cuidados no Armazenamento
Manter esta substância fora da vista e do alcance das crianças.
Espetro de Suscetibilidade e Tolerância Bacteriológica
Sem informação.
Informe o seu Médico ou Farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica (OTC), Produtos de Saúde, Suplementos Alimentares ou Fitoterapêuticos.

Não utilizar durante a gravidez e amamentação.

Dopping: Substância probida - Portaria n.º 411/2015, de 26 de novembro - Aprova a Lista de Substâncias e Métodos Proibidos para 2016 e revoga a Portaria n.º 270/2014, de 22 de dezembro.
Informação revista e atualizada pela equipa técnica do INDICE.EU em: 11 de Outubro de 2017