Pantotenato cálcio (vitamina B5, ácido pantoténico)

O que é
A vitamina B5, também conhecida como ácido pantoténico ou pantotenato (ião proveniente do ácido pantoténico) é uma vitamina que ajuda a controlar a capacidade de resposta do corpo ao stress e no metabolismo das proteínas, gorduras e açúcares.

O Pantotenato de cálcio (vitamina B5) é uma vitamina hidrossolúvel alifática que se utiliza principalmente em forma de sal de cálcio, a qual é mais estável e depois se transforma no ácido no interior do organismo, tendo a mesma atividade.

Encontra-se em muitos alimentos como a carne, os legumes e os cereais integrais, ovos, leite, frutas e as verduras, fígado, cogumelo cozido, milho, abacate e carne de galinha, ovos, leite, vegetais, legumes e cereais de grão.

Faz parte da coenzima A, essencial no metabolismo de hidratos de carbono, gorduras e proteínas.

Atua como fonte de ácido pantotênico nas deficiências nutricionais gerais (embora estas deficiências sejam raras), como prevenção da queda de cabelos, em muitas dermatites e também no vitiligo.

Por via tópica atua como hidratante e regenerador da epiderme.

Pertence ao grupo da vitamina B, é um componente da Coenzima A que é essencial no metabolismo de carboidratos, gorduras e proteínas.
Usos comuns
A vitamina B5, uma parte integrante da coenzima-A.

É importante para a produção de energia no corpo. A vitamina B5 desempenha um papel chave na degradação de hidratos de carbono e gorduras para libertar energia, que são então utilizadas pelo corpo para as actividades diárias.

A ingestão adequada de vitamina B5 é essencial para a produção de anticorpos para combater infecções virais.

Embora a vitamina B5 ser encontrada em todos os alimentos, cogumelos, carne, leite e frango são considerados excelentes fontes de vitamina B5.

Estudos clínicos comprovam que a vitamina B5 também faz muito bem à pele. Se aplicada em cremes e loções, a vitamina B5 reduz os sintomas de irritação, vermelhidão, eczema e pele seca.

Entre os sintomas de carência desta vitamina estão fadiga, baixa produção de anticorpos, cãibras musculares, dores e cólicas abdominais, insônia, mal-estar geral e fraqueza de unhas e cabelo.





Tipo
Molécula pequena.
História
O ácido pantoténico foi descoberto por Williams em 1933 como sendo uma substância essencial para o crescimento de leveduras.

O seu nome vem do grego, em que Panthos significa de todos os lugares.

Isso porque o ácido pantoténico é encontrado em toda a parte.


A sua primeira aplicação foi numa doença denominada pelagra dos pintos, curada com extratos de fígado, mas não com o ácido nicotínico.

Foi demonstrado por Wooley e Jokes que o fator que curava a dermatite das aves era o ácido pantoténico.

Em 1947, Lipmann mostrou que a acetilação da sulfanilamida necessitava de um cofator que continha ácido pantoténico.

Indicações
Tratamento e prevenção da deficiência de ácido pantoténico.


Déficit de atenção, artrite, melhora de performance atlética, problemas de pele, alcoolismo, alergias, queda de cabelo, asma, problemas cardíacos, problemas pulmonares, colite, infecções oculares, convulsões, problemas renais, seborreia, depressão, diabetes, melhora do sistema imune, dores de cabeça, hiperatividade, baixa pressão sanguínea, insónia, irritabilidade, esclerose múltipla, distrofia muscular e cãimbras.


Classificação CFT
n.d.     n.d.
Mecanismo De Ação
O pantotenato de cálcio é rapidamente absorvido no trato gastrointestinal após administração oral.

É amplamente distribuído através dos tecidos do corpo e é transmitido através da amamentação.

Aproximadamente 70% é excretado na urina e 30% nas fezes.

Posologia Orientativa
A ingestão diária recomendada de vitamina B5 é de 5 mg para adultos e de 6 mg para gestantes.

Para crianças de 4 a 6 anos a dose diária recomendada é de 3 mg.

Nos casos de deficiência dessa vitamina, queda de cabelo, no entanto as dosagens são maiores, de 100 a 500mg ao dia e tem sua ação potencializada quando associada a outras vitaminas e aminoácidos específicos para os cabelos.

Administração
Via oral.
Contraindicações
Sem informação.
Efeitos Indesejáveis/Adversos
Sem informação.
Advertências
Precauções Gerais
Sem informação.
Cuidados com a Dieta
A ingestão de álcool pode interferir no metabolismo da vitamina B5.
Terapêutica Interrompida
Não aplicável.
Cuidados no Armazenamento
Acondicionar em recipientes herméticos, ao abrigo de calor, luz e humidade.
Espetro de Suscetibilidade e Tolerância Bacteriológica
Sem informação.
Informe o seu Médico ou Farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica (OTC), Produtos de Saúde, Suplementos Alimentares ou Fitoterapêuticos.
Informação revista e atualizada pela equipa técnica do INDICE.EU em: 11 de Outubro de 2017