Oxigénio

O que é
O oxigénio é um gás inalatório que pertence ao grupo dos gases medicinais.
Usos comuns
É usado para prevenir a falta de oxigénio.
Tipo
Molécula pequena.
História
Sem informação.
Indicações
Prevenção da hipóxia.
Classificação CFT

20.04 : Gases medicinais

Mecanismo De Ação
Sem informação.
Posologia Orientativa
O fluxo e duração da aplicação têm de ser determinados de acordo com a causa da hipóxia.
Administração
O modo de administração irá variar de acordo com a causa da hipóxia.

É aconselhável a humidificação durante aplicação prolongada.

O oxigénio é administrado através de ar inalado, preferencialmente recorrendo a equipamento especial (por ex: cateter nasal ou máscara facial, tendas faciais, tendas de berço ou uma cânula de traqueotomia.

Este dispositivo deve ser utilizado conforme descrito pelo fabricante.

Com este equipamento o oxigénio é administrado através de ar inalado.

Qualquer oxigénio em excesso abandona o corpo através da expiração, misturando-se com o ar ambiente (sistema de “não reinspiração”).

Durante procedimentos de anestesia, são usados sistemas especiais com um reservatório de reinspiração ou sistemas de circulação em que o ar expirado é novamente inalado (sistema de “reinspiração”).

Caso o doente seja incapaz de respirar independentemente, pode ser aplicada ventilação mecânica artificial.
Contraindicações
Não se conhecem situações em que o oxigénio não possa ser usado.
Efeitos Indesejáveis/Adversos
Não se conhecem efeitos secundários associados à utilização de oxigénio sintético.
Advertências

Sem informação.

Precauções Gerais
- Antes do tratamento com o oxigénio, assegure-se de que é administrado à pressão atmosférica.

- A administração de oxigénio sob pressão pode causar doença de descompressão (“mal dos mergulhadores”) e toxicidade por oxigénio.

A doença de descompressão pode ocorrer durante a transição de uma pressão elevada para uma pressão normal e pode causar dores de cabeça, tonturas, náusea, confusão, por vezes paralisia e perda de consciência (e até morte).

- Se o oxigénio for misturado com outros gases inalatórios, deve estar presente oxigénio em quantidade suficiente (pelo menos 22% v/v) nesta mistura gasosa.

As misturas de oxigénio com outros gases devem, por isso, incluir sempre oxigénio adicional de outras fontes.

- Se administrar oxigénio a taxas de fluxo elevadas, pode sentir uma sensação de frio ao toque.
Cuidados com a Dieta
Não aplicável.
Terapêutica Interrompida
Utilize o oxigénio assim que se lembrar.

Não utilize uma dose a dobrar de oxigénio sintético para compensar a dose esquecida.
Cuidados no Armazenamento
Durante o período de conservação das garrafas de gás, deve cumprir os seguintes regulamentos de segurança:
Conservar entre – 20°C e + 65°C.
Armazenar em posição vertical.
Conservar numa divisão bem ventilada.
Manter afastado de produtos inflamáveis.
Proteger de quedas e outros impatos.
As garrafas contendo um tipo de gás diferente devem ser armazenadas separadamente.
As garrafas de gás cheias e vazias devem ser armazenadas separadamente.
Conservar as garrafas cobertas e devidamente protegidas de intempéries.
Fechar as válvulas das garrafas.
Devolver a garrafa ao fornecedor quando vazia.

Mantenha todos os medicamentos fora do alcance de crianças e animais de estimação.

Não deite fora quaisquer medicamentos na canalização ou no lixo doméstico. Pergunte ao seu médico, enfermeiro ou farmacêutico como deitar fora os medicamentos que já não utiliza. Estas medidas ajudarão a proteger o ambiente.
Espectro de Suscetibilidade e Tolerância Bacteriológica
Sem informação.
Multiplos efeitos Terapêuticos/Tóxicos

Oxigénio + Amiodarona

Observações: Não foram descritas quaisquer interacções com o Oxigénio. Descrevem-se a seguir as interacções com oxigénio 100% v/v. Desconhece-se se estas poderão também estar associadas ao oxigénio 22% v/v.
Interações: Foram descritas interacções de oxigénio com a amiodarona. - Amiodarona
Consultar informação actualizada

Perflutreno + Oxigénio

Observações: Não foram realizados estudos de interação.
Interações: Não foi estudada a utilização durante anestesia com o oxigénio. - Oxigénio
Usar com precaução

Bleomicina + Oxigénio

Observações: N.D.
Interações: Oxigénio: A administração de oxigénio durante a anestesia pode resultar em fibrose pulmonar. Existe um risco maior de toxicidade pulmonar em doentes tratados com bleomicina quando se administra oxigénio puro durante a operação. É recomendada a redução das concentrações de oxigénio durante a operação e no pós-operatório. - Oxigénio
Potencialmente Fatal

Oxigénio + Bleomicina

Observações: Não foram descritas quaisquer interações com o Oxigénio. Descrevem-se a seguir as interações com oxigénio 100% v/v. Desconhece-se se estas poderão também estar associadas ao oxigénio 22% v/v.
Interações: O relapso de lesão pulmonar induzida por bleomicina ou actinomicina pode ter um desfecho fatal. - Bleomicina
Potencialmente Fatal

Oxigénio + Dactinomicina (ou Actinomicina)

Observações: Não foram descritas quaisquer interações com o Oxigénio. Descrevem-se a seguir as interações com oxigénio 100% v/v. Desconhece-se se estas poderão também estar associadas ao oxigénio 22% v/v.
Interações: O relapso de lesão pulmonar induzida por bleomicina ou actinomicina pode ter um desfecho fatal. - Dactinomicina (ou Actinomicina)
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Oxigénio + Paraquat

Observações: Não foram descritas quaisquer interações com o Oxigénio. Descrevem-se a seguir as interações com oxigénio 100% v/v. Desconhece-se se estas poderão também estar associadas ao oxigénio 22% v/v.
Interações: Os doentes com lesão pulmonar pré-existente por radicais de oxigénio podem ver esta lesão exacerbada com terapia por oxigénio, por exemplo no tratamento de intoxicação por paraquat. - Paraquat
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Oxigénio + Álcool

Observações: Não foram descritas quaisquer interações com o Oxigénio. Descrevem-se a seguir as interações com oxigénio 100% v/v. Desconhece-se se estas poderão também estar associadas ao oxigénio 22% v/v.
Interações: A depressão respiratória causada por álcool pode ser agravada pelo oxigénio. - Álcool
Usar com precaução

Oxigénio + Doxorrubicina

Observações: Não foram descritas quaisquer interações com o Oxigénio. Descrevem-se a seguir as interações com oxigénio 100% v/v. Desconhece-se se estas poderão também estar associadas ao oxigénio 22% v/v.
Interações: Medicamentos com interacção adversa conhecida: Adriamicina, menadiona, promazina, clorpromazina, tioridazina e cloroquina. Em tecidos com elevada concentração de oxigénio, em particular, os pulmões, estes efeitos podem ser mais pronunciados. - Doxorrubicina
Usar com precaução

Oxigénio + Menadiona (vitamina K3)

Observações: Não foram descritas quaisquer interações com o Oxigénio. Descrevem-se a seguir as interações com oxigénio 100% v/v. Desconhece-se se estas poderão também estar associadas ao oxigénio 22% v/v.
Interações: Medicamentos com interacção adversa conhecida: Adriamicina, menadiona, promazina, clorpromazina, tioridazina e cloroquina. Em tecidos com elevada concentração de oxigénio, em particular, os pulmões, estes efeitos podem ser mais pronunciados. - Menadiona (vitamina K3)
Usar com precaução

Oxigénio + Promazina

Observações: Não foram descritas quaisquer interações com o Oxigénio. Descrevem-se a seguir as interações com oxigénio 100% v/v. Desconhece-se se estas poderão também estar associadas ao oxigénio 22% v/v.
Interações: Medicamentos com interacção adversa conhecida: Adriamicina, menadiona, promazina, clorpromazina, tioridazina e cloroquina. Em tecidos com elevada concentração de oxigénio, em particular, os pulmões, estes efeitos podem ser mais pronunciados. - Promazina
Usar com precaução

Oxigénio + Clorpromazina

Observações: Não foram descritas quaisquer interações com o Oxigénio. Descrevem-se a seguir as interações com oxigénio 100% v/v. Desconhece-se se estas poderão também estar associadas ao oxigénio 22% v/v.
Interações: Medicamentos com interacção adversa conhecida: Adriamicina, menadiona, promazina, clorpromazina, tioridazina e cloroquina. Em tecidos com elevada concentração de oxigénio, em particular, os pulmões, estes efeitos podem ser mais pronunciados. - Clorpromazina
Usar com precaução

Oxigénio + Tioridazina

Observações: Não foram descritas quaisquer interações com o Oxigénio. Descrevem-se a seguir as interações com oxigénio 100% v/v. Desconhece-se se estas poderão também estar associadas ao oxigénio 22% v/v.
Interações: Medicamentos com interacção adversa conhecida: Adriamicina, menadiona, promazina, clorpromazina, tioridazina e cloroquina. Em tecidos com elevada concentração de oxigénio, em particular, os pulmões, estes efeitos podem ser mais pronunciados. - Tioridazina
Usar com precaução

Oxigénio + Cloroquina

Observações: Não foram descritas quaisquer interações com o Oxigénio. Descrevem-se a seguir as interações com oxigénio 100% v/v. Desconhece-se se estas poderão também estar associadas ao oxigénio 22% v/v.
Interações: Medicamentos com interacção adversa conhecida: Adriamicina, menadiona, promazina, clorpromazina, tioridazina e cloroquina. Em tecidos com elevada concentração de oxigénio, em particular, os pulmões, estes efeitos podem ser mais pronunciados. - Cloroquina
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Oxigénio + Corticosteroides

Observações: Não foram descritas quaisquer interações com o Oxigénio. Descrevem-se a seguir as interações com oxigénio 100% v/v. Desconhece-se se estas poderão também estar associadas ao oxigénio 22% v/v.
Interações: A toxicidade por oxigénio pode ser amplificada por corticosteróides, simpaticomiméticos ou raios X. - Corticosteroides
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Oxigénio + Simpaticomiméticos

Observações: Não foram descritas quaisquer interações com o Oxigénio. Descrevem-se a seguir as interações com oxigénio 100% v/v. Desconhece-se se estas poderão também estar associadas ao oxigénio 22% v/v.
Interações: A toxicidade por oxigénio pode ser amplificada por corticosteróides, simpaticomiméticos ou raios X. - Simpaticomiméticos
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Oxigénio + Testes Laboratoriais/Diagnóstico

Observações: Não foram descritas quaisquer interações com o Oxigénio. Descrevem-se a seguir as interações com oxigénio 100% v/v. Desconhece-se se estas poderão também estar associadas ao oxigénio 22% v/v.
Interações: A toxicidade por oxigénio pode ser amplificada por corticosteróides, simpaticomiméticos ou raios X. - Testes Laboratoriais/Diagnóstico
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Oxigénio + Tiróide

Observações: Não foram descritas quaisquer interações com o Oxigénio. Descrevem-se a seguir as interações com oxigénio 100% v/v. Desconhece-se se estas poderão também estar associadas ao oxigénio 22% v/v.
Interações: Além disso, pode verificar-se um aumento da toxicidade por oxigénio no hipertiroidismo e na deficiência de vitamina C, E ou glutationa. - Tiróide
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Oxigénio + Ácido ascórbico (vitamina C)

Observações: Não foram descritas quaisquer interações com o Oxigénio. Descrevem-se a seguir as interações com oxigénio 100% v/v. Desconhece-se se estas poderão também estar associadas ao oxigénio 22% v/v.
Interações: Além disso, pode verificar-se um aumento da toxicidade por oxigénio no hipertiroidismo e na deficiência de vitamina C, E ou glutationa. - Ácido ascórbico (vitamina C)
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Oxigénio + Alfatocoferol

Observações: Não foram descritas quaisquer interações com o Oxigénio. Descrevem-se a seguir as interações com oxigénio 100% v/v. Desconhece-se se estas poderão também estar associadas ao oxigénio 22% v/v.
Interações: Além disso, pode verificar-se um aumento da toxicidade por oxigénio no hipertiroidismo e na deficiência de vitamina C, E ou glutationa. - Alfatocoferol
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Oxigénio + Glutationa

Observações: Não foram descritas quaisquer interações com o Oxigénio. Descrevem-se a seguir as interações com oxigénio 100% v/v. Desconhece-se se estas poderão também estar associadas ao oxigénio 22% v/v.
Interações: Além disso, pode verificar-se um aumento da toxicidade por oxigénio no hipertiroidismo e na deficiência de vitamina C, E ou glutationa. - Glutationa
Usar com precaução

Óxido nítrico + Oxigénio

Observações: Não foram realizados estudos formais de interação medicamentosa. Com base nos dados disponíveis, não se pode excluir uma interação clinicamente significativa com outros medicamentos utilizados no tratamento da insuficiência respiratória hipóxica.
Interações: Na presença de oxigénio, o óxido nítrico é rapidamente oxidado, originando derivados que são tóxicos para o epitélio brônquico e para a membrana alvéolo-capilar. - Oxigénio
Identificação dos símbolos utilizados na descrição das Interações do Oxigénio
Informe o seu Médico ou Farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica (OTC), Produtos de Saúde, Suplementos Alimentares ou Fitoterapêuticos.
Informação revista e actualizada pela equipa técnica do INDICE.EU em: 18 de Setembro de 2020