Macrogol

DCI com Advertência na Gravidez DCI com Advertência no Aleitamento DCI/Medicamento Sujeito a Receita Médica (a ausência deste simbolo pressupõe Medicamento Não Sujeito a Receita Médica)
O que é
Macrogol 4000 faz parte de um grupo de medicamentos chamados laxantes osmóticos.
Usos comuns
Macrogol 4000 faz parte de um grupo de medicamentos chamados laxantes osmóticos.


Macrogol é usado no tratamento de obstipação em adultos e crianças a partir dos 8 anos.

Acrescenta água às suas fezes, o que ajuda a estimular um intestino preguiçoso.


Antes de iniciar o tratamento, o médico deve verificar se não existem causas físicas da sua obstipação.


Macrogol deve ser usado como um tratamento de curta duração em combinação com um adequado estilo de vida e alterações da alimentação para normalizar os movimentos intestinais.


Se, apesar das alterações ao estilo de vida e ao regime alimentar, os sintomas persistirem deve consultar o seu médico.
Tipo
Sem informação.
História
Sem informação.
Indicações
Tratamento sintomático da obstipação em adultos e crianças a partir dos 8 anos de idade.

Deve-se excluir uma doença orgânica antes de iniciar o tratamento.

O tratamento da obstipação com Macrogol deve ser temporário e associado a alteração do estilo de vida e medidas dietéticas adequadas, com uma duração máxima de 3 meses em crianças.

Se os sintomas persistirem apesar das medidas dietéticas associadas, deve-se suspeitar de uma causa subjacente e tratá-la.
Classificação CFT
06.03.02.01.04     Laxantes osmóticos
Mecanismo De Ação
Os macrogóis de elevado peso molecular (4000) são polímeros lineares de cadeia longa que retêm moléculas de água através de pontes de hidrogénio.

Quando administrados por via oral, aumentam o volume de fluido intestinal.


O volume de fluido intestinal não absorvido é responsável pelas propriedades laxantes da solução.
Posologia Orientativa
1 a 2 saquetas por dia, de preferência em dose única de manhã.

Antes da toma, cada saqueta deve ser dissolvida num copo de água.


O efeito do Macrogol ocorre em 24 a 48 horas após a sua administração.
Administração
Vial oral.

A saqueta deve ser dissolvida num copo de água.
Contraindicações
Doença intestinal inflamatória severa (tal como colite ulcerosa e doença de Crohn) ou megacólon tóxico, associado a estenose sintomática, perfuração digestiva ou risco de perfuração digestiva, íleus ou suspeita de obstrução intestinal, síndromas abdominais dolorosos de causa indeterminada, hipersensibilidade ao macrogol (polietilenoglicol)
Efeitos Indesejáveis/Adversos
Adultos:
Os efeitos indesejáveis reportados durante ensaios clínicos em cerca de 600 doentes com as seguintes frequências foram sempre de natureza menor e transitória e envolveram principalmente o aparelho gastrointestinal:

Frequentes (≥1/100, < 1/10): distensão e/ou dor abdominal, náuseas, diarreia.
Pouco frequentes (≥1/1000, < 1/100): vómitos e, mais frequentemente como consequência da diarreia: urgência em defecar e incontinência fecal.


Informações adicionais provenientes da vigilância pós-comercialização incluem casos muito raros (<1/10.000) de reacções de hipersensibilidade: foi reportado prurido, urticária, exantema, edema da face, edema de Quinke e um caso isolado de choque anafilático.


Doses excessivas podem causar diarreia, que normalmente desaparece quando se reduz a dose ou se interrompe temporariamente o tratamento.


Crianças
Foram reportados efeitos indesejáveis durante ensaios clínicos que incluíram 147 crianças com idades compreendidas entre os 6 meses e os 15 anos com as seguintes frequências.


Estes efeitos foram sempre de natureza menor e transitória e envolveram o aparelho gastrointestinal.


Doenças gastrointestinais:
Frequentes (≥1/100, <1/10); diarreia e dor abdominal
Pouco frequentes (≥1/1.000, <1/100): inchaço, vómitos e náuseas.


Não existem informações adicionais da vigilância pós-comercialização: não foram reportadas reacções de hipersensibilidade em crianças até à data.

No entanto, estas reacções podem ocorrer tal como reportado para os adultos.


Doses excessivas podem causar diarreia, que normalmente desaparece quando se reduz a dose ou se interrompe temporariamente o tratamento.

A diarreia pode originar feridas perianais.
Advertências
Gravidez
Gravidez:Evitar a menos que seja essencial; não há informação disponível. Risco fetal desconhecido, por falta de estudos alargados.
Aleitamento
Aleitamento:O promotor recomenda que se use só se for essencial. Não há informação disponível.
Precauções Gerais
Advertências
O tratamento da obstipação com qualquer medicamento é somente um complemento de um estilo de vida e dieta saudáveis, como por exemplo: aumento da ingestão de líquidos e de fibra alimentar, actividade física adequada e reabilitação do reflexo intestinal.


Doentes com problemas hereditários de intolerância à fructose não devem tomar este medicamento.


Em caso de diarreia, deve haver precaução em doentes propícios a distúrbios do equilíbrio hidro-electrolítico (por exemplo, doentes com insuficiência hepática ou renal que tomem diuréticos), devendo-se considerar um controlo electrolítico.


Precauções de utilização
Foram reportados casos muito raros de reacções de hipersensibilidade (exantema, urticária, edema) com produtos contendo macrogol (polietilenoglicol).

Foram reportados casos excepcionais de choque anafiláctico.


O Macrogol não contém uma quantidade significativa de açúcar ou de poliol e pode ser prescrito a doentes diabéticos ou a doentes que estejam a ser submetidos a uma dieta isenta de galactose.


Este medicamento contém sorbitol.

Doentes com problemas hereditários raros de intolerância à frutose não devem tomar este medicamento.
Cuidados com a Dieta
Não relevante.
Terapêutica Interrompida
Não tome uma dose a dobrar para compensar a dose esquecida.
Cuidados no Armazenamento
Manter fora do alcance e da vista das crianças.

Conservar a temperatura inferior a 25°C.
Espetro de Suscetibilidade e Tolerância Bacteriológica
Sem informação.
 Redutora do efeito Terapêutico/Tóxico

Levetiracetam + Macrogol

Observações: N.D.
Interações: Foram notificados casos isolados de diminuição da eficácia de levetiracetam quando o laxante osmótico macrogol foi administrado concomitantemente com levetiracetam oral. Portanto, o macrogol não deve ser ingerido oralmente durante uma hora antes e uma hora depois da toma de levetiracetam.
 Redutora do efeito Terapêutico/Tóxico
Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica.

O tratamento da obstipação por medicamentos deve ser de curta duração usado em combinação com um estilo de vida adequado e alterações do regime alimentar, como:
- Aumentar ingestão de líquidos e fibras
- Fazer exercício regular.

Fale com o seu médico antes de usar Macrogol se estiver a tomar diuréticos.

Se sentir diarreia, poderá correr o risco de desidratação e baixos níveis de sódio e potássio no sangue.

Deve-se ter cuidado ao prescrever a mulheres grávidas.

O macrogol não é absorvido de forma significativa, pode ser administrado durante o aleitamento.




Informação revista e atualizada pela equipa técnica do INDICE.EU em: 11 de Outubro de 2017