Ivermectina

DCI com Advertência na Gravidez DCI com Advertência no Aleitamento
O que é
Ivermectina é um fármaco usado no tratamento de vários tipos de infestações por parasitas.
Entre elas estão a infestação por piolhos, sarna, oncocercose, estrongiloidíase, tricuríase, ascaridíase e filaríase linfática.
Em infestações externas, pode ser administrada por via oral ou aplicada na pele.

Um estudo liderado pela Monash University, em Melbourne, na Austrália, demostrou que a ivermectina possui atividade antiviral, em teste "in vitro", contra o vírus causador da COVID-19 (SARS-CoV-2) quando ministrada em doses 17 vezes maior que a dose letal.

O seu uso não é recomendado devido não existirem estudos conclusivos para o tratamento da doença causada pelo coronavírus, uma vez que os testes foram realizados apenas in vitro, ou seja, em ambiente controlado e não "in vivo", isto é, em um organismo como o corpo humano, sujeito, portanto, a uma enorme série de variáveis bioquímicas.

Em julho de 2020, a ivermectina estava sendo estudada em 19 ensaios clínicos em andamento e 18 planeados.

Nenhum estudo randomizado com duplo-cego encontrou correlação entre o uso de ivermectina e melhora em quadros de COVID-19; uma pré-impressão publicada em 10 de junho de 2020 relatou um estudo observacional retrospectivo, não-randomizado e sem duplo-cego de pacientes COVID-19 em quatro hospitais da Flórida e encontrou uma mortalidade menor naqueles que receberam ivermectina, mas ressaltaram que seus resultados necessitam de testes randomizados controlados para avaliação da validade das decobertas.
Usos comuns
Ivermectina é indicado no tratamento tópico de lesões inflamatórias da rosácea (pápulo-pustular) em adultos.
Tipo
Molécula pequena.
História
A ivermectina foi descoberta em 1975 e entrou em uso médico em 1981. Está na lista de medicamentos essenciais da Organização Mundial da Saúde.
Indicações
Ivermectina é indicado no tratamento tópico de lesões inflamatórias da rosácea (pápulo-pustular) em adultos.
Classificação CFT

13.04.01 : Rosácea

Mecanismo De Acção
A ivermectina pertence à família das avermectinas.
As avermectinas possuem um efeito anti-inflamatório através da inibição da produção de citocinas inflamatórias lipossacarídeo-dependentes.
As propriedades anti-inflamatórias da ivermectina cutânea têm sido observadas em modelos animais de inflamação cutânea.
A ivermectina provoca também a morte de parasitas, principalmente através da ligação selectiva e de elevada afinidade aos canais de iões cloreto glutamato-mediados que se encontram nos nervos e células musculares dos invertebrados.
O mecanismo de acção de Ivermectina no tratamento das lesões inflamatórias da rosácea não é conhecido mas poderá estar associado ao efeito anti-inflamatório da ivermectina bem como à sua capacidade para provocar a morte de ácaros Demodex que têm sido relatados como sendo um factor de inflamação da pele.
Posologia Orientativa
Uma aplicação por dia, durante um período até 4 meses.
Administração
Uso cutâneo.
Este medicamento deve ser utilizado diariamente durante o ciclo de tratamento.
O ciclo de tratamento pode ser repetido.
No caso de não haver melhoria após 3 meses, o tratamento deve ser descontinuado.
Apenas para uso cutâneo.
Aplicação cutânea de uma pequena quantidade de medicamento do tamanho de uma ervilha em cada uma das cinco zonas da face: testa, queixo, nariz, cada bochecha.
O medicamento deve ser aplicado numa camada fina, em toda a face evitando os olhos, lábios e mucosas.
Ivermectina deve ser aplicado apenas na face.
As mãos devem ser lavadas após a aplicação do medicamento.
Podem aplicar-se cosméticos depois de Ivermectina ter secado.
Contra-Indicações
Hipersensibilidade à Ivermectina.
Efeitos Indesejáveis/Adversos
Efeitos secundários frequentes (podem afectar 1 em 10 pessoas):
- Sensação de ardor na pele

Efeitos secundários pouco frequentes (podem afectar 1 em 100 pessoas):
- Irritação na pele
- Comichão na pele
- Pele seca
Advertências
Gravidez
Gravidez
Gravidez:Ivermectina não é recomendado durante a gravidez.
Aleitamento
Aleitamento
Aleitamento:Tem que ser tomada uma decisão sobre a descontinuação da amamentação ou a descontinuação/abstenção da terapêutica com Ivermectina tendo em conta o benefício da amamentação para a criança e o benefício da terapêutica para a mulher.
Precauções Gerais
A segurança e eficácia de Ivermectina em crianças e adolescentes com menos de 18 anos não foram estabelecidas.
Os pacientes podem apresentar agravamento transitório da rosácea que geralmente se resolve no espaço de 1 semana com a continuação do tratamento. Tal é espectável devido à morte de ácaros Demodex.
Em caso de agravamento acentuado com forte reacção dérmica, o tratamento deve ser descontinuado.
Este medicamento não foi estudado em doentes com compromisso renal ou hepático.
Cuidados com a Dieta
Não interfere com alimentos e bebidas.
Terapêutica Interrompida
Não utilize uma dose a dobrar para compensar uma dose que se esqueceu.
Cuidados no Armazenamento
Este medicamento não requer quaisquer condições especiais de armazenamento.

Mantenha todos os medicamentos fora do alcance de crianças e animais de estimação.

Não deite fora quaisquer medicamentos na canalização ou no lixo doméstico. Pergunte ao seu médico, enfermeiro ou farmacêutico como deitar fora os medicamentos que já não utiliza. Estas medidas ajudarão a proteger o ambiente.
Espectro de susceptibilidade e Tolerância Bacteriológica
Sem informação.
Usar com precaução

Ivermectina Inibidores do CYP3A4

Observações: Não foram realizados estudos de interacção: A utilização concomitante de Ivermectina com outros medicamentos tópicos ou sistémicos para o tratamento da rosácea não foi estudada. Estudos in vitro demonstraram que a ivermectina é metabolizada principalmente pelo CYP3A4.
Interacções: Consequentemente, recomenda-se precaução na utilização concomitante de ivermectina com inibidores potentes do CYP3A4 pois o nível de exposição plasmático pode ser significativamente aumentado. - Inibidores do CYP3A4
Identificação dos símbolos utilizados na descrição das Interacções da Ivermectina
Informe o seu Médico ou Farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica (OTC), Produtos de Saúde, Suplementos Alimentares ou Fitoterapêuticos.

Ivermectina não é recomendado durante a gravidez.

Tem que ser tomada uma decisão sobre a descontinuação da amamentação ou a descontinuação/abstenção da terapêutica com Ivermectina tendo em conta o benefício da amamentação para a criança e o benefício da terapêutica para a mulher.
Informação revista e actualizada pela equipa técnica do INDICE.EU em: 11 de Novembro de 2021