Indapamida

DCI com Advertência na Gravidez DCI com Advertência no Aleitamento DCI com Advertência na Insuficiência Hepática DCI com Advertência na Insuficiência Renal DCI com Advertência na Condução DCI com Advertência no Dopping
O que é
Diuréticos e Agentes Mascarantes.

Indapamida é uma substância diurética tipo tiazida, geralmente utilizada no tratamento da hipertensão, assim como a insuficiência cardíaca descompensada.

Dopping: Substância probida - Portaria n.º 411/2015, de 26 de novembro - Aprova a Lista de Substâncias e Métodos Proibidos para 2016 e revoga a Portaria n.º 270/2014, de 22 de dezembro.
Usos comuns
Indapamida bloqueia a componente lenta da corrente retificadora de potássio tardia (IKs) sem alterar a componente rápida (IKr) ou a corrente do retificador interno.

Especificamente, bloqueia ou antagoniza a ação das proteínas KCNQ1 e KCNE1.

Também se crê que a Indapamida estimula a síntese de prostaglandina PGE2, hipotensor vasodilatador.
Tipo
Molécula pequena.
História
Sem informação.
Indicações
Hipertensão essencial.
Classificação CFT

03.04.01.01 : Tiazidas e análogos

Mecanismo De Ação
Principalmente hepático.

Indapamida é um fármaco amplamente metabolizado com apenas cerca de 7+ACU da dose total administrada, recuperada na urina como fármaco inalterado durante as primeiras 48 horas após a administração.
Posologia Orientativa
Edema: 2,5 mg/dia aumentando, se necessário, até 5 mg/dia após 1 semana de tratamento.

HTA: 1,25 a 2,5 mg/dia.
Administração
Sem informação.
Contraindicações
Obrigam a precaução quando usadas em doentes com hipercalcemia, com história de ataques de gota, cirrose hepática (risco aumentado de hipocaliemia), IR (risco de agravamento da função renal), em diabéticos e em casos de hiperaldosteronismo.

Estão contraindicados quando a função hepática ou renal está muito comprometida, em doentes que tenham sofrido um AVC recente e na gravidez.

Em doses altas podem suprimir a lactação.
Efeitos Indesejáveis/Adversos
As tiazidas e seus análogos podem causar alterações metabólicas (hiperglicemia e glicosúria, hiperuricemia, alterações do perfil lipídico), desequilíbrios eletrolíticos vários (alcalose hipoclorémica, hiponatremia, hipocaliemia, hipomagnesemia, hipercalcemia), alterações hematológicas, diversos tipos de reações adversas gastrintestinais, anorexia, cefaleias, tonturas, reações de fotossensibilidade, hipotensão postural, parestesias, impotência e alterações da visão.

Muitas das reações adversas são dependentes da dose e, nas posologias habitualmente usadas na clínica, têm uma incidência e gravidade modestas.
Advertências
Gravidez
Gravidez
Gravidez:Ver Diuréticos. Evidência fetal em animais, mas a necessidade pode justificar o risco.
Aleitamento
Aleitamento
Aleitamento:Evitar; não há informação útil.
Insuf. Hepática
Insuf. Hepática
Insuf. Hepática:Ver Tiazidas.
Insuf. Renal
Insuf. Renal
Insuf. Renal:Ver Tiazidas e análogos.
Condução
Condução
Condução:Risco de hipotensão; pode alterar a capacidade de condução.
Dopping
Dopping
Dopping:Diuréticos e Agentes Mascarantes. Substância probida - Portaria n.º 411/2015, de 26 de novembro - Aprova a Lista de Substâncias e Métodos Proibidos para 2016 e revoga a Portaria n.º 270/2014, de 22 de dezembro.
Precauções Gerais
É importante que o médico verifique o seu progresso em visitas regulares para certificar-se de que indapamida está a funcionar corretamente.

A indapamida pode provocar uma perda de potássio do corpo.
Para ajudar a evitar isso, o médico pode recomendar:
- comer ou beber alimentos que têm um alto teor de potássio (por exemplo, laranja ou outros sumos de frutas cítricas) , ou
- tomar um suplemento de potássio ou
- tomar outra medicação para ajudar a prevenir a perda do potássio.

É muito importante seguir estas instruções.

Além disso, é importante não mudar a sua dieta por conta própria.

E mais importante, se já estiver com uma dieta especial (como para diabetes), ou se estiver a tomar um suplemento de potássio ou um medicamento para reduzir a perda de potássio.

Potássio extra pode não ser necessário, e, em alguns casos, potássio em excesso poderá ser prejudicial.

Falar com o médico se ficar doente e tiver continuamente vómitos ou diarreia grave.

Esses problemas podem causar a perda de água adicional e potássio.

Para os pacientes que tomam indapamida para a pressão arterial elevada:

– Não tome outros medicamentos que não tenham sido discutidos com o médico, principalmente medicamentos de venda livre para controle do apetite, asma, constipações, febre dos fenos ou problemas de sinusite, uma vez que estes tendem a aumentar a pressão arterial.
Cuidados com a Dieta
Tomar, independentemente das refeições.
Terapêutica Interrompida
Tome a dose assim que se lembrar.

Se for quase altura da sua próxima dose, ignore a dose esquecida e tome o medicamento na hora marcada.

Não tome medicamento extra para compensar a dose esquecida.
Cuidados no Armazenamento
Guarde o medicamento num recipiente fechado à temperatura ambiente, longe do calor, umidade e luz direta.

Evite congelamento.

Manter fora do alcance das crianças.

Não guarde medicamentos desatualizados ou medicamento não mais necessários.
Espectro de Suscetibilidade e Tolerância Bacteriológica
Sem informação.
Não recomendado/Evitar

Indapamida + Lítio

Observações: N.D.
Interações: Associações que não são recomendadas: Lítio: Lítio plasmático aumentado com sinais de sobredosagem, como com uma dieta sem sal (excreção urinária de lítio diminuída). Contudo, se a utilização de diuréticos for necessária, é exigida uma cuidadosa monitorização do lítio plasmático e ajuste da dose. - Lítio
Não recomendado/Evitar

Indapamida + Diuréticos

Observações: N.D.
Interações: Associações que não são recomendadas: Diuréticos: A co-administração de indapamida com diuréticos que podem causar hipocaliemia (bumetanida, furosemida, piretanida, tiazidas e xipamida) não é recomendada. - Diuréticos
Não recomendado/Evitar

Indapamida + Bumetanida

Observações: N.D.
Interações: Associações que não são recomendadas: Diuréticos: A co-administração de indapamida com diuréticos que podem causar hipocaliemia (bumetanida, furosemida, piretanida, tiazidas e xipamida) não é recomendada. - Bumetanida
Não recomendado/Evitar

Indapamida + Furosemida

Observações: N.D.
Interações: Associações que não são recomendadas: Diuréticos: A co-administração de indapamida com diuréticos que podem causar hipocaliemia (bumetanida, furosemida, piretanida, tiazidas e xipamida) não é recomendada. - Furosemida
Não recomendado/Evitar

Indapamida + Piretanida

Observações: N.D.
Interações: Associações que não são recomendadas: Diuréticos: A co-administração de indapamida com diuréticos que podem causar hipocaliemia (bumetanida, furosemida, piretanida, tiazidas e xipamida) não é recomendada. - Piretanida
Não recomendado/Evitar

Indapamida + Diuréticos tiazídicos (Tiazidas)

Observações: N.D.
Interações: Associações que não são recomendadas: Diuréticos: A co-administração de indapamida com diuréticos que podem causar hipocaliemia (bumetanida, furosemida, piretanida, tiazidas e xipamida) não é recomendada. - Diuréticos tiazídicos (Tiazidas)
Não recomendado/Evitar

Indapamida + Xipamida

Observações: N.D.
Interações: Associações que não são recomendadas: Diuréticos: A co-administração de indapamida com diuréticos que podem causar hipocaliemia (bumetanida, furosemida, piretanida, tiazidas e xipamida) não é recomendada. - Xipamida
Usar com precaução

Indapamida + Medicamentos potenciadores de Torsades de Pointes

Observações: N.D.
Interações: Associações que exigem precauções de utilização: Medicamentos que induzem Torsades de pointes: Antiarrítmicos da classe Ia (quinidina, hidroquinidina, disopiramida), antiarrítmicos da classe III (amiodarona, sotalol, dofetilida, ibutilida). - Medicamentos potenciadores de Torsades de Pointes
Usar com precaução

Indapamida + Antiarrítmicos

Observações: N.D.
Interações: Associações que exigem precauções de utilização: Medicamentos que induzem Torsades de pointes: Antiarrítmicos da classe Ia (quinidina, hidroquinidina, disopiramida), antiarrítmicos da classe III (amiodarona, sotalol, dofetilida, ibutilida). - Antiarrítmicos
Usar com precaução

Indapamida + Quinidina

Observações: N.D.
Interações: Associações que exigem precauções de utilização: Medicamentos que induzem Torsades de pointes: Antiarrítmicos da classe Ia (quinidina, hidroquinidina, disopiramida), antiarrítmicos da classe III (amiodarona, sotalol, dofetilida, ibutilida). - Quinidina
Usar com precaução

Indapamida + Hidroquinidina

Observações: N.D.
Interações: Associações que exigem precauções de utilização: Medicamentos que induzem Torsades de pointes: Antiarrítmicos da classe Ia (quinidina, hidroquinidina, disopiramida), antiarrítmicos da classe III (amiodarona, sotalol, dofetilida, ibutilida). - Hidroquinidina
Usar com precaução

Indapamida + Disopiramida

Observações: N.D.
Interações: Associações que exigem precauções de utilização: Medicamentos que induzem Torsades de pointes: Antiarrítmicos da classe Ia (quinidina, hidroquinidina, disopiramida), antiarrítmicos da classe III (amiodarona, sotalol, dofetilida, ibutilida). - Disopiramida
Usar com precaução

Indapamida + Amiodarona

Observações: N.D.
Interações: Associações que exigem precauções de utilização: Medicamentos que induzem Torsades de pointes: Antiarrítmicos da classe Ia (quinidina, hidroquinidina, disopiramida), antiarrítmicos da classe III (amiodarona, sotalol, dofetilida, ibutilida). - Amiodarona
Usar com precaução

Indapamida + Sotalol

Observações: N.D.
Interações: Associações que exigem precauções de utilização: Medicamentos que induzem Torsades de pointes: Antiarrítmicos da classe Ia (quinidina, hidroquinidina, disopiramida), antiarrítmicos da classe III (amiodarona, sotalol, dofetilida, ibutilida). - Sotalol
Usar com precaução

Indapamida + Dofetilida

Observações: N.D.
Interações: Associações que exigem precauções de utilização: Medicamentos que induzem Torsades de pointes: Antiarrítmicos da classe Ia (quinidina, hidroquinidina, disopiramida), antiarrítmicos da classe III (amiodarona, sotalol, dofetilida, ibutilida). - Dofetilida
Usar com precaução

Indapamida + Ibutilida

Observações: N.D.
Interações: Associações que exigem precauções de utilização: Medicamentos que induzem Torsades de pointes: Antiarrítmicos da classe Ia (quinidina, hidroquinidina, disopiramida), antiarrítmicos da classe III (amiodarona, sotalol, dofetilida, ibutilida). - Ibutilida
Usar com precaução

Indapamida + Antipsicóticos

Observações: N.D.
Interações: Associações que exigem precauções de utilização: Alguns antipsicóticos: Fenotiazinas (cloropromazina, ciamemazina, levomepromazina, tioridazina, trifluoperazina), benzamidas (amissulprida, sulpirida, sultoprida, tiaprida), butirofenonas (droperidol, haloperidol). - Antipsicóticos
Usar com precaução

Indapamida + Fenotiazidas (fenotiazinas)

Observações: N.D.
Interações: Associações que exigem precauções de utilização: Alguns antipsicóticos: Fenotiazinas (cloropromazina, ciamemazina, levomepromazina, tioridazina, trifluoperazina), benzamidas (amissulprida, sulpirida, sultoprida, tiaprida), butirofenonas (droperidol, haloperidol). - Fenotiazidas (fenotiazinas)
Usar com precaução

Indapamida + Ciamemazina

Observações: N.D.
Interações: Associações que exigem precauções de utilização: Alguns antipsicóticos: Fenotiazinas (cloropromazina, ciamemazina, levomepromazina, tioridazina, trifluoperazina), benzamidas (amissulprida, sulpirida, sultoprida, tiaprida), butirofenonas (droperidol, haloperidol). - Ciamemazina
Usar com precaução

Indapamida + Cloropromazina

Observações: N.D.
Interações: Associações que exigem precauções de utilização: Alguns antipsicóticos: Fenotiazinas (cloropromazina, ciamemazina, levomepromazina, tioridazina, trifluoperazina), benzamidas (amissulprida, sulpirida, sultoprida, tiaprida), butirofenonas (droperidol, haloperidol). - Cloropromazina
Usar com precaução

Indapamida + Levomepromazina

Observações: N.D.
Interações: Associações que exigem precauções de utilização: Alguns antipsicóticos: Fenotiazinas (cloropromazina, ciamemazina, levomepromazina, tioridazina, trifluoperazina), benzamidas (amissulprida, sulpirida, sultoprida, tiaprida), butirofenonas (droperidol, haloperidol). - Levomepromazina
Usar com precaução

Indapamida + Tioridazina

Observações: N.D.
Interações: Associações que exigem precauções de utilização: Alguns antipsicóticos: Fenotiazinas (cloropromazina, ciamemazina, levomepromazina, tioridazina, trifluoperazina), benzamidas (amissulprida, sulpirida, sultoprida, tiaprida), butirofenonas (droperidol, haloperidol). - Tioridazina
Usar com precaução

Indapamida + Trifluoperazina

Observações: N.D.
Interações: Associações que exigem precauções de utilização: Alguns antipsicóticos: Fenotiazinas (cloropromazina, ciamemazina, levomepromazina, tioridazina, trifluoperazina), benzamidas (amissulprida, sulpirida, sultoprida, tiaprida), butirofenonas (droperidol, haloperidol). - Trifluoperazina
Usar com precaução

Indapamida + Benzamidas

Observações: N.D.
Interações: Associações que exigem precauções de utilização: Alguns antipsicóticos: Fenotiazinas (cloropromazina, ciamemazina, levomepromazina, tioridazina, trifluoperazina), benzamidas (amissulprida, sulpirida, sultoprida, tiaprida), butirofenonas (droperidol, haloperidol). - Benzamidas
Usar com precaução

Indapamida + Amissulprida

Observações: N.D.
Interações: Associações que exigem precauções de utilização: Alguns antipsicóticos: Fenotiazinas (cloropromazina, ciamemazina, levomepromazina, tioridazina, trifluoperazina), benzamidas (amissulprida, sulpirida, sultoprida, tiaprida), butirofenonas (droperidol, haloperidol). - Amissulprida
Usar com precaução

Indapamida + Sulpirida

Observações: N.D.
Interações: Associações que exigem precauções de utilização: Alguns antipsicóticos: Fenotiazinas (cloropromazina, ciamemazina, levomepromazina, tioridazina, trifluoperazina), benzamidas (amissulprida, sulpirida, sultoprida, tiaprida), butirofenonas (droperidol, haloperidol). - Sulpirida
Usar com precaução

Indapamida + Sultoprida

Observações: N.D.
Interações: Associações que exigem precauções de utilização: Alguns antipsicóticos: Fenotiazinas (cloropromazina, ciamemazina, levomepromazina, tioridazina, trifluoperazina), benzamidas (amissulprida, sulpirida, sultoprida, tiaprida), butirofenonas (droperidol, haloperidol). - Sultoprida
Usar com precaução

Indapamida + Tiaprida

Observações: N.D.
Interações: Associações que exigem precauções de utilização: Alguns antipsicóticos: Fenotiazinas (cloropromazina, ciamemazina, levomepromazina, tioridazina, trifluoperazina), benzamidas (amissulprida, sulpirida, sultoprida, tiaprida), butirofenonas (droperidol, haloperidol). - Tiaprida
Usar com precaução

Indapamida + Butirofenonas

Observações: N.D.
Interações: Associações que exigem precauções de utilização: Alguns antipsicóticos: Fenotiazinas (cloropromazina, ciamemazina, levomepromazina, tioridazina, trifluoperazina), benzamidas (amissulprida, sulpirida, sultoprida, tiaprida), butirofenonas (droperidol, haloperidol). - Butirofenonas
Usar com precaução

Indapamida + Droperidol

Observações: N.D.
Interações: Associações que exigem precauções de utilização: Alguns antipsicóticos: Fenotiazinas (cloropromazina, ciamemazina, levomepromazina, tioridazina, trifluoperazina), benzamidas (amissulprida, sulpirida, sultoprida, tiaprida), butirofenonas (droperidol, haloperidol). - Droperidol
Usar com precaução

Indapamida + Haloperidol

Observações: N.D.
Interações: Associações que exigem precauções de utilização: Alguns antipsicóticos: Fenotiazinas (cloropromazina, ciamemazina, levomepromazina, tioridazina, trifluoperazina), benzamidas (amissulprida, sulpirida, sultoprida, tiaprida), butirofenonas (droperidol, haloperidol). - Haloperidol
Usar com precaução

Indapamida + Bepridilo

Observações: N.D.
Interações: Associações que exigem precauções de utilização: Outros: Bepridilo, cisaprida, difemanil, eritromicina IV, halofantrina, mizolastina, pentamidina, sparfloxacina, moxifloxacina, vincamina IV. Risco aumentado de arritmias ventriculares, particularmente torsades de pointes (a hipocaliemia é um factor de risco). Efectuar monitorização relativamente à hipocaliemia e, se necessário, efectuar a sua correcção antes de introduzir esta associação. Monitorização clínica, dos electrólitos plasmáticos e do ECG. Utilize substâncias que não têm a desvantagem de causar torsades de pointes na presença de hipocaliemia. - Bepridilo
Usar com precaução

Indapamida + Cisaprida

Observações: N.D.
Interações: Associações que exigem precauções de utilização: Outros: Bepridilo, cisaprida, difemanil, eritromicina IV, halofantrina, mizolastina, pentamidina, sparfloxacina, moxifloxacina, vincamina IV. Risco aumentado de arritmias ventriculares, particularmente torsades de pointes (a hipocaliemia é um factor de risco). Efectuar monitorização relativamente à hipocaliemia e, se necessário, efectuar a sua correcção antes de introduzir esta associação. Monitorização clínica, dos electrólitos plasmáticos e do ECG. Utilize substâncias que não têm a desvantagem de causar torsades de pointes na presença de hipocaliemia. - Cisaprida
Usar com precaução

Indapamida + Metilsulfato de difemanila

Observações: N.D.
Interações: Associações que exigem precauções de utilização: Outros: Bepridilo, cisaprida, difemanil, eritromicina IV, halofantrina, mizolastina, pentamidina, sparfloxacina, moxifloxacina, vincamina IV. Risco aumentado de arritmias ventriculares, particularmente torsades de pointes (a hipocaliemia é um factor de risco). Efectuar monitorização relativamente à hipocaliemia e, se necessário, efectuar a sua correcção antes de introduzir esta associação. Monitorização clínica, dos electrólitos plasmáticos e do ECG. Utilize substâncias que não têm a desvantagem de causar torsades de pointes na presença de hipocaliemia. - Metilsulfato de difemanila
Usar com precaução

Indapamida + Eritromicina

Observações: N.D.
Interações: Associações que exigem precauções de utilização: Outros: Bepridilo, cisaprida, difemanil, eritromicina IV, halofantrina, mizolastina, pentamidina, sparfloxacina, moxifloxacina, vincamina IV. Risco aumentado de arritmias ventriculares, particularmente torsades de pointes (a hipocaliemia é um factor de risco). Efectuar monitorização relativamente à hipocaliemia e, se necessário, efectuar a sua correcção antes de introduzir esta associação. Monitorização clínica, dos electrólitos plasmáticos e do ECG. Utilize substâncias que não têm a desvantagem de causar torsades de pointes na presença de hipocaliemia. - Eritromicina
Usar com precaução

Indapamida + Halofantrina

Observações: N.D.
Interações: Associações que exigem precauções de utilização: Outros: Bepridilo, cisaprida, difemanil, eritromicina IV, halofantrina, mizolastina, pentamidina, sparfloxacina, moxifloxacina, vincamina IV. Risco aumentado de arritmias ventriculares, particularmente torsades de pointes (a hipocaliemia é um factor de risco). Efectuar monitorização relativamente à hipocaliemia e, se necessário, efectuar a sua correcção antes de introduzir esta associação. Monitorização clínica, dos electrólitos plasmáticos e do ECG. Utilize substâncias que não têm a desvantagem de causar torsades de pointes na presença de hipocaliemia. - Halofantrina
Usar com precaução

Indapamida + Mizolastina

Observações: N.D.
Interações: Associações que exigem precauções de utilização: Outros: Bepridilo, cisaprida, difemanil, eritromicina IV, halofantrina, mizolastina, pentamidina, sparfloxacina, moxifloxacina, vincamina IV. Risco aumentado de arritmias ventriculares, particularmente torsades de pointes (a hipocaliemia é um factor de risco). Efectuar monitorização relativamente à hipocaliemia e, se necessário, efectuar a sua correcção antes de introduzir esta associação. Monitorização clínica, dos electrólitos plasmáticos e do ECG. Utilize substâncias que não têm a desvantagem de causar torsades de pointes na presença de hipocaliemia. - Mizolastina
Usar com precaução

Indapamida + Pentamidina

Observações: N.D.
Interações: Associações que exigem precauções de utilização: Outros: Bepridilo, cisaprida, difemanil, eritromicina IV, halofantrina, mizolastina, pentamidina, sparfloxacina, moxifloxacina, vincamina IV. Risco aumentado de arritmias ventriculares, particularmente torsades de pointes (a hipocaliemia é um factor de risco). Efectuar monitorização relativamente à hipocaliemia e, se necessário, efectuar a sua correcção antes de introduzir esta associação. Monitorização clínica, dos electrólitos plasmáticos e do ECG. Utilize substâncias que não têm a desvantagem de causar torsades de pointes na presença de hipocaliemia. - Pentamidina
Usar com precaução

Indapamida + Esparfloxacina

Observações: N.D.
Interações: Associações que exigem precauções de utilização: Outros: Bepridilo, cisaprida, difemanil, eritromicina IV, halofantrina, mizolastina, pentamidina, sparfloxacina, moxifloxacina, vincamina IV. Risco aumentado de arritmias ventriculares, particularmente torsades de pointes (a hipocaliemia é um factor de risco). Efectuar monitorização relativamente à hipocaliemia e, se necessário, efectuar a sua correcção antes de introduzir esta associação. Monitorização clínica, dos electrólitos plasmáticos e do ECG. Utilize substâncias que não têm a desvantagem de causar torsades de pointes na presença de hipocaliemia. - Esparfloxacina
Usar com precaução

Indapamida + Moxifloxacina

Observações: N.D.
Interações: Associações que exigem precauções de utilização: Outros: Bepridilo, cisaprida, difemanil, eritromicina IV, halofantrina, mizolastina, pentamidina, sparfloxacina, moxifloxacina, vincamina IV. Risco aumentado de arritmias ventriculares, particularmente torsades de pointes (a hipocaliemia é um factor de risco). Efectuar monitorização relativamente à hipocaliemia e, se necessário, efectuar a sua correcção antes de introduzir esta associação. Monitorização clínica, dos electrólitos plasmáticos e do ECG. Utilize substâncias que não têm a desvantagem de causar torsades de pointes na presença de hipocaliemia. - Moxifloxacina
Usar com precaução

Indapamida + Vincamina

Observações: N.D.
Interações: Associações que exigem precauções de utilização: Outros: Bepridilo, cisaprida, difemanil, eritromicina IV, halofantrina, mizolastina, pentamidina, sparfloxacina, moxifloxacina, vincamina IV. Risco aumentado de arritmias ventriculares, particularmente torsades de pointes (a hipocaliemia é um factor de risco). Efectuar monitorização relativamente à hipocaliemia e, se necessário, efectuar a sua correcção antes de introduzir esta associação. Monitorização clínica, dos electrólitos plasmáticos e do ECG. Utilize substâncias que não têm a desvantagem de causar torsades de pointes na presença de hipocaliemia. - Vincamina
Usar com precaução

Indapamida + Anti-inflamatórios não esteróides (AINEs)

Observações: N.D.
Interações: Associações que exigem precauções de utilização: AINE (via sistémica) incluindo inibidores selectivos da COX-2, dose elevada de ácido salicílico ( ≥ 3 g/dia): Possível redução do efeito anti-hipertensor da indapamida. Risco de insuficiência renal aguda em doentes desidratados (filtração glomerular diminuída). Hidrate o doente; monitorize a função renal no início do tratamento. - Anti-inflamatórios não esteróides (AINEs)
Usar com precaução

Indapamida + Inibidores da cicloxigenase (COX)

Observações: N.D.
Interações: Associações que exigem precauções de utilização: AINE (via sistémica) incluindo inibidores selectivos da COX-2, dose elevada de ácido salicílico ( ≥ 3 g/dia): Possível redução do efeito anti-hipertensor da indapamida. Risco de insuficiência renal aguda em doentes desidratados (filtração glomerular diminuída). Hidrate o doente; monitorize a função renal no início do tratamento. - Inibidores da cicloxigenase (COX)
Usar com precaução

Indapamida + Ácido Acetilsalicílico

Observações: N.D.
Interações: Associações que exigem precauções de utilização: AINE (via sistémica) incluindo inibidores selectivos da COX-2, dose elevada de ácido salicílico ( ≥ 3 g/dia): Possível redução do efeito anti-hipertensor da indapamida. Risco de insuficiência renal aguda em doentes desidratados (filtração glomerular diminuída). Hidrate o doente; monitorize a função renal no início do tratamento. - Ácido Acetilsalicílico
Usar com precaução

Indapamida + Inibidores da Enzima de Conversão da Angiotensina (IECAS)

Observações: N.D.
Interações: Associações que exigem precauções de utilização: Inibidores da enzima de conversão da angiotensina (IECA): Risco de hipotensão súbita e/ou insuficiência renal aguda quando se inicia o tratamento com um IECA na presença de depleção de sódio preexistente (particularmente em doentes com estenose da artéria renal). Na hipertensão, quando o tratamento diurético prévio puder ter provocado depleção de sódio, é necessário: interromper o diurético 3 dias antes de iniciar o tratamento com o IECA, e reiniciar um diurético hipocalémico se necessário; ou administrar doses iniciais baixas de IECA e aumentar gradualmente a dose. Na insuficiência cardíaca congestiva, iniciar com uma dose muito baixa de IECA, possivelmente após uma redução da dose de diurético hipocalémico concomitante. Em todos os casos, monitorizar a função renal (creatinina plasmática) durante as primeiras semanas de tratamento com um IECA. - Inibidores da Enzima de Conversão da Angiotensina (IECAS)
Usar com precaução

Indapamida + Anfotericina B

Observações: N.D.
Interações: Associações que exigem precauções de utilização: Outros compostos que provocam hipocaliemia, anfotericina B (IV), glucocorticóides e mineralocorticóides (via sistémica), tetracosactido, laxantes estimulantes: Risco aumentado de hipocaliemia (efeito aditivo). Monitorização do potássio plasmático e a sua correcção se necessário. Deve ser particularmente tido em consideração no caso de tratamento concomitante com digitálicos. Utilizar laxantes não estimulantes. - Anfotericina B
Usar com precaução

Indapamida + Glucocorticoides

Observações: N.D.
Interações: Associações que exigem precauções de utilização: Outros compostos que provocam hipocaliemia, anfotericina B (IV), glucocorticóides e mineralocorticóides (via sistémica), tetracosactido, laxantes estimulantes: Risco aumentado de hipocaliemia (efeito aditivo). Monitorização do potássio plasmático e a sua correcção se necessário. Deve ser particularmente tido em consideração no caso de tratamento concomitante com digitálicos. Utilizar laxantes não estimulantes. - Glucocorticoides
Usar com precaução

Indapamida + Mineralocorticoides

Observações: N.D.
Interações: Associações que exigem precauções de utilização: Outros compostos que provocam hipocaliemia, anfotericina B (IV), glucocorticóides e mineralocorticóides (via sistémica), tetracosactido, laxantes estimulantes: Risco aumentado de hipocaliemia (efeito aditivo). Monitorização do potássio plasmático e a sua correcção se necessário. Deve ser particularmente tido em consideração no caso de tratamento concomitante com digitálicos. Utilizar laxantes não estimulantes. - Mineralocorticoides
Usar com precaução

Indapamida + Tetracosactido

Observações: N.D.
Interações: Associações que exigem precauções de utilização: Outros compostos que provocam hipocaliemia, anfotericina B (IV), glucocorticóides e mineralocorticóides (via sistémica), tetracosactido, laxantes estimulantes: Risco aumentado de hipocaliemia (efeito aditivo). Monitorização do potássio plasmático e a sua correcção se necessário. Deve ser particularmente tido em consideração no caso de tratamento concomitante com digitálicos. Utilizar laxantes não estimulantes. Associações a tomar em consideração: Corticosteróides, tetracosactido (via sistémica): Efeito anti-hipertensor diminuído (retenção de água/sódio devido aos corticosteróides). - Tetracosactido
Usar com precaução

Indapamida + Laxantes

Observações: N.D.
Interações: Associações que exigem precauções de utilização: Outros compostos que provocam hipocaliemia, anfotericina B (IV), glucocorticóides e mineralocorticóides (via sistémica), tetracosactido, laxantes estimulantes: Risco aumentado de hipocaliemia (efeito aditivo). Monitorização do potássio plasmático e a sua correcção se necessário. Deve ser particularmente tido em consideração no caso de tratamento concomitante com digitálicos. Utilizar laxantes não estimulantes. - Laxantes
Usar com precaução

Indapamida + Baclofeno

Observações: N.D.
Interações: Associações que exigem precauções de utilização: Baclofeno: Efeito anti-hipertensor aumentado. Hidratar o doente; monitorizar a função renal no início do tratamento. - Baclofeno
Usar com precaução

Indapamida + Glicósideos digitálicos

Observações: N.D.
Interações: Associações que exigem precauções de utilização: Preparações de digitálicos: Hipocaliemia que predispõe para os efeitos tóxicos dos digitálicos. Monitorizar o potássio plasmático e o ECG e, se necessário, ajustar o tratamento. - Glicósideos digitálicos
Usar com precaução

Indapamida + Diuréticos poupadores de potássio

Observações: N.D.
Interações: Associações a tomar em consideração: Diuréticos poupadores de potássio (amilorida, espironolactona, triamtereno): Apesar das associações racionais serem úteis em alguns doentes, a hipocaliemia ou a hipercalemia (particularmente em doentes com insuficiência renal ou diabetes) poderão ainda ocorrer. O potássio plasmático e o ECG deverão ser monitorizados e, se necessário, o tratamento deverá ser revisto. - Diuréticos poupadores de potássio
Usar com precaução

Indapamida + Amilorida

Observações: N.D.
Interações: Associações a tomar em consideração: Diuréticos poupadores de potássio (amilorida, espironolactona, triamtereno): Apesar das associações racionais serem úteis em alguns doentes, a hipocaliemia ou a hipercalemia (particularmente em doentes com insuficiência renal ou diabetes) poderão ainda ocorrer. O potássio plasmático e o ECG deverão ser monitorizados e, se necessário, o tratamento deverá ser revisto. - Amilorida
Usar com precaução

Indapamida + Espironolactona

Observações: N.D.
Interações: Associações a tomar em consideração: Diuréticos poupadores de potássio (amilorida, espironolactona, triamtereno): Apesar das associações racionais serem úteis em alguns doentes, a hipocaliemia ou a hipercalemia (particularmente em doentes com insuficiência renal ou diabetes) poderão ainda ocorrer. O potássio plasmático e o ECG deverão ser monitorizados e, se necessário, o tratamento deverá ser revisto. - Espironolactona
Usar com precaução

Indapamida + Triamtereno

Observações: N.D.
Interações: Associações a tomar em consideração: Diuréticos poupadores de potássio (amilorida, espironolactona, triamtereno): Apesar das associações racionais serem úteis em alguns doentes, a hipocaliemia ou a hipercalemia (particularmente em doentes com insuficiência renal ou diabetes) poderão ainda ocorrer. O potássio plasmático e o ECG deverão ser monitorizados e, se necessário, o tratamento deverá ser revisto. - Triamtereno
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Indapamida + Metformina

Observações: N.D.
Interações: Associações a tomar em consideração: Metformina: Risco aumentado de acidose láctica induzida pela metformina devido à possibilidade de insuficiência renal funcional associada com diuréticos e mais particularmente com diuréticos de ansa. Não utilizar metformina quando a creatinina plasmática ultrapassar 15 mg/l (135 μ mol/l) nos homens e 12 mg/l (110 μ mol/l) nas mulheres. - Metformina
Usar com precaução

Indapamida + Agentes/Meios de Contraste

Observações: N.D.
Interações: Associações a tomar em consideração: Meios de contraste iodados: Na presença de desidratação provocada por diuréticos, risco aumentado de insuficiência renal aguda, em particular quando são utilizadas doses elevadas de meios de contraste iodados. Reidratar antes da administração do composto. - Agentes/Meios de Contraste
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Indapamida + Antidepressores

Observações: N.D.
Interações: Associações a tomar em consideração: Antidepressivos semelhantes à imipramina, neurolépticos: Efeito anti-hipertensor e risco aumentado de hipotensão ortostática (efeito aditivo). - Antidepressores
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Indapamida + Neurolépticos

Observações: N.D.
Interações: Associações a tomar em consideração: Antidepressivos semelhantes à imipramina, neurolépticos: Efeito anti-hipertensor e risco aumentado de hipotensão ortostática (efeito aditivo). - Neurolépticos
Redutora do efeito Terapêutico/Tóxico

Indapamida + Cálcio

Observações: N.D.
Interações: Associações a tomar em consideração: Cálcio (sais): Risco de hipercalcemia resultante da diminuição da eliminação urinária de cálcio. - Cálcio
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Indapamida + Ciclosporina

Observações: N.D.
Interações: Associações a tomar em consideração: Ciclosporina, tacrolimus: Risco de creatinina plasmática aumentada sem qualquer alteração dos níveis de ciclosporina em circulação, mesmo na ausência de depleção de água/sódio. - Ciclosporina
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Indapamida + Tacrolímus

Observações: N.D.
Interações: Associações a tomar em consideração: Ciclosporina, tacrolimus: Risco de creatinina plasmática aumentada sem qualquer alteração dos níveis de ciclosporina em circulação, mesmo na ausência de depleção de água/sódio. - Tacrolímus
Redutora do efeito Terapêutico/Tóxico

Indapamida + Corticosteroides

Observações: N.D.
Interações: Associações a tomar em consideração: Corticosteróides, tetracosactido (via sistémica): Efeito anti-hipertensor diminuído (retenção de água/sódio devido aos corticosteróides). - Corticosteroides
Identificação dos símbolos utilizados na descrição das Interações da Indapamida
Informe o seu Médico ou Farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica (OTC), Produtos de Saúde, Suplementos Alimentares ou Fitoterapêuticos.

Aconselhe os pacientes a tomar a medicação no início do dia para evitar problemas de sono.

Instrua o paciente para tomar a medicação com alimentos ou leite para minimizar irritação GI.

Alertar os pacientes para evitar a exposição à luz solar e usar protetor solar ou usar roupas de proteção para evitar reações de fotossensibilidade.

Instrua os pacientes com diabetes para denunciar o aumento dos níveis de glicose no sangue.

Alertar os pacientes para evitar mudanças bruscas de posição para evitar hipotensão ortostática.

Aconselhe os pacientes a incluir na dieta alimentos ricos em potássio (por exemplo, bananas, bróculos, frutas secas, uva, feijão, nozes, laranjas).

Instrua o paciente para relatar diminuição do débito urinário, icterícia, dores musculares, fraqueza, náuseas, visão turva ou vertigens.

Para os pacientes em tratamento para hipertensão, explicar os benefícios de redução de peso, exercício, redução de álcool, ingestão de sódio e a cessação do hábito de fumar.

Dopping: Diuréticos e Agentes Mascarantes. Substância probida - Portaria n.º 411/2015, de 26 de novembro - Aprova a Lista de Substâncias e Métodos Proibidos para 2016 e revoga a Portaria n.º 270/2014, de 22 de dezembro.
Informação revista e actualizada pela equipa técnica do INDICE.EU em: 08 de Setembro de 2020