Ibuprofeno + Fenilefrina

DCI com Advertência na Gravidez DCI com Advertência no Aleitamento
O que é
O ibuprofeno é um medicamento anti-inflamatório não esteróide (AINE).
O ibuprofeno funciona reduzindo as hormonas que causam inflamação e dor no corpo.

A fenilefrina é um descongestionante que encolhe os vasos sanguíneos nas passagens nasais.
Os vasos sanguíneos dilatados podem causar congestão nasal (nariz entupido).
Usos comuns
O ibuprofeno e a fenilefrina é um medicamento combinado usado para tratar nariz entupido, congestão nasal, tosse e dor ou febre causada pelo resfriado ou gripe comum.
Tipo
Sem informação.
História
Sem informação.
Indicações
O ibuprofeno e a fenilefrina é um medicamento combinado usado para tratar nariz entupido, congestão nasal, tosse e dor ou febre causada pelo resfriado ou gripe comum.
Classificação CFT

09.01.03 : Derivados do ácido propiónico

Mecanismo De Acção
O ibuprofeno é um anti-inflamatório não esteróide derivado do ácido propiónico que demonstrou sua eficácia pela inibição da síntese de prostaglandinas.
Em humanos, o ibuprofeno reduz a dor inflamatória, edemas e febre.
Adicionalmente, o ibuprofeno inibe reversivelmente a agregação plaquetária.
O efeito terapêutico do ibuprofeno nos sintomas relacionados a constipações comuns e gripe tem a duração de até 8 horas.
Os dados experimentais sugerem que o ibuprofeno pode, por competição, inibir o efeito de uma dose baixa de ácido acetilsalicílico na agregação das plaquetas, quando estes medicamentos são administrados concomitantemente.
Alguns estudos farmacodinâmicos demonstram que, quando foram tomadas doses unitárias de ibuprofeno 400 mg até 8 horas antes ou no prazo de 30 min após a administração de ácido acetilsalicílico de libertação imediata (81 mg), ocorreu uma diminuição do efeito do ácido acetilsalicílico na formação de tromboxano ou na agregação de plaquetas.
Embora existam incertezas acerca da extrapolação destes dados para uma situação clínica, não é possível excluir a possibilidade de a utilização regular e a longo prazo de ibuprofeno poder reduzir o efeito de cardioproteção de uma dose baixa de ácido acetilsalicílico.
Não é provável que ocorram efeitos clinicamente relevantes com a utilização ocasional de ibuprofeno.

A fenilefrina é um agonista do receptor alfa pós-sináptico, com baixa afinidade pelo receptor beta cardio-selectivo, e sem efeitos estimulantes significativos no sistema nervoso central.
Tem uma reconhecida actividade descongestionante nasal e actua por vasoconstrição para reduzir o edema e o inchaço da mucosa nasal.
Posologia Orientativa
Conforme prescrição médica.
Administração
Via oral.

Tome este medicamento com alimentos ou leite para diminuir as dores de estômago.
Contra-Indicações
Não deve usar este medicamento se for alérgico ao ibuprofeno ou fenilefrina, ou se já teve um ataque de asma ou reacção alérgica grave após tomar aspirina ou um AINE.

Não use ibuprofeno e fenilefrina se tiver usado um inibidor da MAO nos últimos 14 dias. Uma interacção medicamentosa perigosa pode ocorrer. Os inibidores da MAO incluem isocarboxazida, linezolida, injecção de azul de metileno, fenelzina, rasagilina, selegilina, tranilcipromina e outros.

Não dê ibuprofeno a uma criança com menos de 12 anos de idade.
Efeitos Indesejáveis/Adversos
Procure ajuda médica de emergência se tiver sinais de uma reacção alérgica: espirros, coriza ou nariz entupido; sibilos ou dificuldade para respirar; urticária; inchaço do rosto, lábios, língua ou garganta.

Obtenha ajuda médica de emergência se tiver sinais de ataque cardíaco ou derrame: dor no peito se espalhando para o queixo ou ombro, dormência repentina ou fraqueza em um lado do corpo, fala arrastada, falta de ar.

Pare de usar este medicamento e contacte o médico imediatamente se tiver:
- confusão, sonolência grave, zumbido nos ouvidos, tontura intensa, sensação de desmaio;
- batimento cardíaco acelerado, acelerado ou irregular;
- contusões ou sangramentos fáceis (sangramentos nasais, sangramento nas gengivas);
- o primeiro sinal de qualquer erupção cutânea, por mais leve que seja;
- sinais de sangramento no estômago
- fezes com sangue ou alcatrão, tosse com sangue ou vómito que se parece com pó de café;
- problemas no fígado
- dor de estômago, vómitos, sensação de cansaço, sintomas semelhantes aos da gripe, perda de apetite, urina escura, fezes cor de barro, icterícia (amarelecimento da pele ou dos olhos);
- problemas renais
- pouca ou nenhuma micção, micção dolorosa ou difícil, inchaço ou ganho rápido de peso, sensação de cansaço ou falta de ar;
- problemas nos nervos
- febre, dor de cabeça, rigidez do pescoço, calafrios, aumento da sensibilidade à luz, convulsões (convulsões); ou
- reacção cutânea grave
- febre, dor de garganta, inchaço no rosto ou na língua, queimação nos olhos, dor na pele seguida por uma erupção cutânea vermelha ou roxa que se espalha (especialmente na face ou parte superior do corpo) e causa bolhas e descamação.

Os efeitos colaterais comuns podem incluir:
- diarreia, obstipação;
- dor de cabeça, tontura, sonolência, fraqueza;
- dor de estômago, náusea, vómito, perda de apetite;
- sentindo-se ansioso ou excitado;
- problemas de sono (insónia); ou
- rubor (calor, vermelhidão ou sensação de formigamento).
Advertências
Gravidez
Gravidez
Gravidez:Tomar ibuprofeno durante os últimos 3 meses de gravidez pode prejudicar o feto. Não use ibuprofeno e fenilefrina sem orientação médica se estiver grávida.
Aleitamento
Aleitamento
Aleitamento:Não se sabe se o ibuprofeno e a fenilefrina passam para o leite materno ou se podem prejudicar um bebé em amamentação. Não use este medicamento sem a orientação de um médico se estiver amamentando.
Precauções Gerais
O ibuprofeno pode aumentar o risco de ataque cardíaco ou derrame fatal, especialmente se o usar a longo prazo ou tomar doses altas, ou se tiver uma doença cardíaca. Não use este medicamento imediatamente antes ou após a cirurgia de revascularização do miocárdio (revascularização do miocárdio ou CRM).

O ibuprofeno também pode causar sangramento estomacal ou intestinal, que pode ser fatal. Essas condições podem ocorrer sem aviso, especialmente em adultos mais velhos.

Não use ibuprofeno e fenilefrina se tiver usado um inibidor da MAO nos últimos 14 dias, como isocarboxazida, linezolida, injecção de azul de metileno, fenelzina, rasagilina, selegilina ou tranilcipromina.

Pergunte a um médico ou farmacêutico se é seguro tomar este medicamento se tiver:
- doença cardíaca, pressão alta, colesterol alto, diabetes ou se você fuma;
- histórico de ataque cardíaco, derrame ou coágulo sanguíneo;
- histórico de úlceras estomacais ou sangramento;
- asma;
- doença hepática ou renal;
- um distúrbio da tiróide;
- diabetes; ou
- próstata aumentada, problemas ao urinar.
- tomar ibuprofeno durante os últimos 3 meses de gravidez pode prejudicar o feto. Não use ibuprofeno e fenilefrina sem orientação médica se estiver grávida.

Evite tomar ibuprofeno se estiver usando aspirina para prevenir derrame ou ataque cardíaco. O ibuprofeno pode tornar a aspirina menos eficaz na protecção do coração e dos vasos sanguíneos. Se deve usar os dois medicamentos, tome o ibuprofeno pelo menos 8 horas antes ou 30 minutos após tomar a aspirina (forma não entérica revestida).

Pergunte a um médico ou farmacêutico antes de usar qualquer outro medicamento para tosse, resfriado ou dor. Muitos medicamentos combinados contêm ibuprofeno ou fenilefrina.
Cuidados com a Dieta
Evite beber álcool. Pode aumentar o risco de sangramento no estômago.
Terapêutica Interrompida
Como o ibuprofeno e a fenilefrina são usados quando necessário, pode não estar num esquema de dosagem. Se estiver dentro do cronograma, use a dose esquecida assim que se lembrar. Ignore a dose esquecida se estiver quase na hora da próxima dose programada. Não use medicamento extra para compensar a dose esquecida.
Cuidados no Armazenamento
Armazene à temperatura ambiente, longe da humidade e do calor.

Manter este medicamento fora da vista e do alcance das crianças.

Não deite fora quaisquer medicamentos na canalização ou no lixo doméstico. Pergunte ao seu médico, enfermeiro ou farmacêutico como deitar fora os medicamentos que já não utiliza. Estas medidas ajudarão a proteger o ambiente.
Espectro de susceptibilidade e Tolerância Bacteriológica
Sem informação.
Contraindicado

Ibuprofeno + Fenilefrina Inibidores da Monoaminoxidase (IMAO)

Observações: n.d.
Interacções: O medicamento está contra-indicado em combinação com: Inibidores da monoamina oxidase (IMAOs) Ocorrem interacções hipertensivas entre aminas simpaticomiméticas, tais como o cloridrato de fenilefrina, e os inibidores da monoaminoxidase. - Inibidores da Monoaminoxidase (IMAO)
Contraindicado

Ibuprofeno + Fenilefrina Fenilefrina

Observações: n.d.
Interacções: O medicamento está contra-indicado em combinação com: Inibidores da monoamina oxidase (IMAOs) Ocorrem interacções hipertensivas entre aminas simpaticomiméticas, tais como o cloridrato de fenilefrina, e os inibidores da monoaminoxidase. - Fenilefrina
Não recomendado/Evitar

Ibuprofeno + Fenilefrina Ácido Acetilsalicílico

Observações: n.d.
Interacções: Deve-se evitar tomar o medicamento em associação com: Ácido acetilsalicílico A administração concomitante de ibuprofeno e ácido acetilsalicílico geralmente não é aconselhada devido ao potencial de aumento de reacções adversas, a não ser que tenham sido recomendadas doses baixas de ácido acetilsalicílico (não acima de 75 mg por dia) por um médico. Os dados experimentais sugerem que o ibuprofeno pode, por competição, inibir o efeito de uma dose baixa de ácido acetilsalicílico quando estes medicamentos são administrados concomitantemente. Embora existam incertezas acerca da extrapolação destes dados para uma situação clínica, não é possível excluir a possibilidade de a utilização regular e a longo prazo de ibuprofeno poder reduzir o efeito de cardioproteção de uma dose baixa de ácido acetilsalicílico. Não existem efeitos clinicamente relevantes considerados prováveis em associação à utilização ocasional de ibuprofeno. - Ácido Acetilsalicílico
Não recomendado/Evitar

Ibuprofeno + Fenilefrina Inibidores da cicloxigenase (COX)

Observações: n.d.
Interacções: Deve-se evitar tomar o medicamento em associação com: Outros AINEs, incluindo inibidores selectivos da ciclo-oxigenase-2 Devido ao aumento do risco de reacções adversas, é de evitar o uso concomitante de dois ou mais AINEs. - Inibidores da cicloxigenase (COX)
Não recomendado/Evitar

Ibuprofeno + Fenilefrina Anti-inflamatórios não esteróides (AINEs)

Observações: n.d.
Interacções: Deve-se evitar tomar o medicamento em associação com: Outros AINEs, incluindo inibidores selectivos da ciclo-oxigenase-2 Devido ao aumento do risco de reacções adversas, é de evitar o uso concomitante de dois ou mais AINEs. - Anti-inflamatórios não esteróides (AINEs)
Usar com precaução

Ibuprofeno + Fenilefrina Anticoagulantes orais

Observações: n.d.
Interacções: O medicamento deve ser usado com precaução em associação com: Anticoagulantes Os AINEs podem aumentar os efeitos dos anticoagulantes, como a varfarina. - Anticoagulantes orais
Usar com precaução

Ibuprofeno + Fenilefrina Anti-hipertensores

Observações: n.d.
Interacções: O medicamento deve ser usado com precaução em associação com: Anti-hipertensores (inibidores da ECA e antagonistas da angiotensina II) e diuréticos Os AINEs podem diminuir o efeito desses medicamentos. Em alguns doentes com compromisso da função renal (por ex., doentes desidratados ou idosos com insuficiência renal), a administração concomitante de um inibidor da ECA ou antagonista da angiotensina II e agentes inibidores da ciclo-oxigenase pode resultar numa deterioração adicional da função renal, incluindo possíveis efeitos agudos, que geralmente é reversível. Estas interacções devem ser consideradas em doentes tratados com coxib em associação com inibidores da ECA ou antagonistas da angiotensina II. Assim, a associação deve ser administrada com cautela, especialmente nos idosos. Os doentes devem ser hidratados adequadamente e deve considerar-se a monitorização da função renal após o início da terapêutica concomitante e, posteriormente, periodicamente. Os diuréticos podem aumentar o risco de nefrotoxicidade. A fenilefrina pode reduzir a eficácia de betabloqueadores e anti-hipertensivos. O risco de hipertensão e outros efeitos secundários cardiovasculares podem estar aumentados. - Anti-hipertensores
Usar com precaução

Ibuprofeno + Fenilefrina Inibidores da Enzima de Conversão da Angiotensina (IECAS)

Observações: n.d.
Interacções: O medicamento deve ser usado com precaução em associação com: Anti-hipertensores (inibidores da ECA e antagonistas da angiotensina II) e diuréticos Os AINEs podem diminuir o efeito desses medicamentos. Em alguns doentes com compromisso da função renal (por ex., doentes desidratados ou idosos com insuficiência renal), a administração concomitante de um inibidor da ECA ou antagonista da angiotensina II e agentes inibidores da ciclo-oxigenase pode resultar numa deterioração adicional da função renal, incluindo possíveis efeitos agudos, que geralmente é reversível. Estas interacções devem ser consideradas em doentes tratados com coxib em associação com inibidores da ECA ou antagonistas da angiotensina II. Assim, a associação deve ser administrada com cautela, especialmente nos idosos. Os doentes devem ser hidratados adequadamente e deve considerar-se a monitorização da função renal após o início da terapêutica concomitante e, posteriormente, periodicamente. Os diuréticos podem aumentar o risco de nefrotoxicidade. A fenilefrina pode reduzir a eficácia de betabloqueadores e anti-hipertensivos. O risco de hipertensão e outros efeitos secundários cardiovasculares podem estar aumentados. - Inibidores da Enzima de Conversão da Angiotensina (IECAS)
Usar com precaução

Ibuprofeno + Fenilefrina Antagonistas da angiotensina II (AAII)

Observações: n.d.
Interacções: O medicamento deve ser usado com precaução em associação com: Anti-hipertensores (inibidores da ECA e antagonistas da angiotensina II) e diuréticos Os AINEs podem diminuir o efeito desses medicamentos. Em alguns doentes com compromisso da função renal (por ex., doentes desidratados ou idosos com insuficiência renal), a administração concomitante de um inibidor da ECA ou antagonista da angiotensina II e agentes inibidores da ciclo-oxigenase pode resultar numa deterioração adicional da função renal, incluindo possíveis efeitos agudos, que geralmente é reversível. Estas interacções devem ser consideradas em doentes tratados com coxib em associação com inibidores da ECA ou antagonistas da angiotensina II. Assim, a associação deve ser administrada com cautela, especialmente nos idosos. Os doentes devem ser hidratados adequadamente e deve considerar-se a monitorização da função renal após o início da terapêutica concomitante e, posteriormente, periodicamente. Os diuréticos podem aumentar o risco de nefrotoxicidade. A fenilefrina pode reduzir a eficácia de betabloqueadores e anti-hipertensivos. O risco de hipertensão e outros efeitos secundários cardiovasculares podem estar aumentados. - Antagonistas da angiotensina II (AAII)
Usar com precaução

Ibuprofeno + Fenilefrina Diuréticos

Observações: n.d.
Interacções: O medicamento deve ser usado com precaução em associação com: Anti-hipertensores (inibidores da ECA e antagonistas da angiotensina II) e diuréticos Os AINEs podem diminuir o efeito desses medicamentos. Em alguns doentes com compromisso da função renal (por ex., doentes desidratados ou idosos com insuficiência renal), a administração concomitante de um inibidor da ECA ou antagonista da angiotensina II e agentes inibidores da ciclo-oxigenase pode resultar numa deterioração adicional da função renal, incluindo possíveis efeitos agudos, que geralmente é reversível. Estas interacções devem ser consideradas em doentes tratados com coxib em associação com inibidores da ECA ou antagonistas da angiotensina II. Assim, a associação deve ser administrada com cautela, especialmente nos idosos. Os doentes devem ser hidratados adequadamente e deve considerar-se a monitorização da função renal após o início da terapêutica concomitante e, posteriormente, periodicamente. Os diuréticos podem aumentar o risco de nefrotoxicidade. A fenilefrina pode reduzir a eficácia de betabloqueadores e anti-hipertensivos. O risco de hipertensão e outros efeitos secundários cardiovasculares podem estar aumentados. - Diuréticos
Usar com precaução

Ibuprofeno + Fenilefrina Corticosteróides

Observações: n.d.
Interacções: O medicamento deve ser usado com precaução em associação com: Corticosteróides Aumento do risco de ulceração ou hemorragia gastrointestinal. - Corticosteróides
Usar com precaução

Ibuprofeno + Fenilefrina Antiagregantes plaquetários

Observações: n.d.
Interacções: O medicamento deve ser usado com precaução em associação com: Antiagregantes plaquetários e inibidores selectivos de recaptação de serotonina (ISRSs) Aumento do risco de hemorragia gastrointestinal). - Antiagregantes plaquetários
Usar com precaução

Ibuprofeno + Fenilefrina Inibidores Selectivos da Recaptação da Serotonina (ISRS) (SSRIs)

Observações: n.d.
Interacções: O medicamento deve ser usado com precaução em associação com: Antiagregantes plaquetários e inibidores selectivos de recaptação de serotonina (ISRSs) Aumento do risco de hemorragia gastrointestinal). - Inibidores Selectivos da Recaptação da Serotonina (ISRS) (SSRIs)
Usar com precaução

Ibuprofeno + Fenilefrina Digoxina

Observações: n.d.
Interacções: O medicamento deve ser usado com precaução em associação com: Digoxina e glicosídeos cardíacos Os AINEs podem exacerbar a insuficiência cardíaca, reduzir a TFG e aumentar os níveis plasmáticos de glicosídeo. O uso concomitante de fenilefrina pode aumentar o risco de batimentos cardíacos irregulares ou ataques cardíacos. - Digoxina
Usar com precaução

Ibuprofeno + Fenilefrina Glicosídeos cardiotónicos (cardíacos)

Observações: n.d.
Interacções: O medicamento deve ser usado com precaução em associação com: Digoxina e glicosídeos cardíacos Os AINEs podem exacerbar a insuficiência cardíaca, reduzir a TFG e aumentar os níveis plasmáticos de glicosídeo. O uso concomitante de fenilefrina pode aumentar o risco de batimentos cardíacos irregulares ou ataques cardíacos. - Glicosídeos cardiotónicos (cardíacos)
Usar com precaução

Ibuprofeno + Fenilefrina Antidepressores (Tricíclicos)

Observações: n.d.
Interacções: O medicamento deve ser usado com precaução em associação com: Antidepressivos tricíclicos (por ex., amitriptilina) Pode aumentar o risco de efeitos secundários cardiovasculares com fenilefrina. - Antidepressores (Tricíclicos)
Usar com precaução

Ibuprofeno + Fenilefrina Amitriptilina

Observações: n.d.
Interacções: O medicamento deve ser usado com precaução em associação com: Antidepressivos tricíclicos (por ex., amitriptilina) Pode aumentar o risco de efeitos secundários cardiovasculares com fenilefrina. - Amitriptilina
Usar com precaução

Ibuprofeno + Fenilefrina Simpaticomiméticos

Observações: n.d.
Interacções: O medicamento deve ser usado com precaução em associação com: Aminas simpaticomiméticas O uso concomitante de fenilefrina com outras aminas simpaticomiméticas pode aumentar o risco de efeitos secundários cardiovasculares. - Simpaticomiméticos
Usar com precaução

Ibuprofeno + Fenilefrina Lítio

Observações: n.d.
Interacções: O medicamento deve ser usado com precaução em associação com: Lítio Existe evidência da possibilidade de aumento nos níveis plasmáticos de lítio. - Lítio
Usar com precaução

Ibuprofeno + Fenilefrina Metotrexato (MTX)

Observações: n.d.
Interacções: O medicamento deve ser usado com precaução em associação com: Metotrexato Existe a possibilidade de um aumento das concentrações plasmáticas de metotrexato. - Metotrexato (MTX)
Usar com precaução

Ibuprofeno + Fenilefrina Ciclosporina

Observações: n.d.
Interacções: O medicamento deve ser usado com precaução em associação com: Ciclosporina Risco aumentado de nefrotoxicidade. - Ciclosporina
Usar com precaução

Ibuprofeno + Fenilefrina Mifepristona

Observações: n.d.
Interacções: O medicamento deve ser usado com precaução em associação com: Mifepristona Os AINEs não devem ser usados durante 8-12 dias após a administração de mifepristona, uma vez que os AINEs podem reduzir o efeito da mifepristona. - Mifepristona
Usar com precaução

Ibuprofeno + Fenilefrina Tacrolímus

Observações: n.d.
Interacções: O medicamento deve ser usado com precaução em associação com: Tacrolímus Quando os AINEs são administrados com tacrolímus pode aumentar o risco de nefrotoxicidade. - Tacrolímus
Usar com precaução

Ibuprofeno + Fenilefrina Zidovudina

Observações: n.d.
Interacções: O medicamento deve ser usado com precaução em associação com: Zidovudina A administração concomitante de AINEs e zidovudina pode aumentar o risco de toxicidade hematológica. Existe um maior risco de hemartrose e hematomas em doentes com hemofilia positivos para o VIH(+) que estão a receber tratamento simultâneo com zidovudina e ibuprofeno. - Zidovudina
Usar com precaução

Ibuprofeno + Fenilefrina Quinolonas

Observações: n.d.
Interacções: O medicamento deve ser usado com precaução em associação com: Antibióticos da classe das quinolonas Dados em animais indicam que os AINEs, em associação com antibióticos da classe das quinolonas, podem aumentar o risco de convulsões. Os doentes a tomar AINE e quinolonas podem apresentar um risco aumentado de desenvolver convulsões. - Quinolonas
Identificação dos símbolos utilizados na descrição das Interacções do Ibuprofeno + Fenilefrina
Informe o seu Médico ou Farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica (OTC), Produtos de Saúde, Suplementos Alimentares ou Fitoterapêuticos.

Tomar ibuprofeno durante os últimos 3 meses de gravidez pode prejudicar o feto. Não use ibuprofeno e fenilefrina sem orientação médica se estiver grávida.

Não se sabe se o ibuprofeno e a fenilefrina passam para o leite materno ou se podem prejudicar um bebé em amamentação. Não use este medicamento sem a orientação de um médico se estiver amamentando.

Contacte o médico se tiver febre com duração superior a 3 dias, se tiver novos sintomas ou se sua condição não melhorar após 7 dias de uso deste medicamento.

Se precisar de cirurgia, informe o cirurgião com antecedência se tomou este medicamento nos últimos dias.

Evite tomar aspirina enquanto estiver a tomar ibuprofeno.
Informação revista e actualizada pela equipa técnica do INDICE.EU em: 11 de Novembro de 2021