Hidromorfona

DCI com Advertência na Gravidez DCI com Advertência no Aleitamento DCI com Advertência na Insuficiência Hepática DCI com Advertência na Insuficiência Renal DCI com Advertência na Condução DCI com Advertência no Dopping
O que é
A Hidromorfona é um analgésico opióide derivado da morfina e usado principalmente como analgésico.

Tem uma duração de acção mais curta e é mais potente que a morfina.

Dopping: Substância proibida - Portaria n.º 411/2015, de 26 de novembro - Aprova a Lista de Substâncias e Métodos Proibidos para 2016 e revoga a Portaria n.º 270/2014, de 22 de dezembro.
Usos comuns
A Hidromorfona líquido oral e comprimidos são usados para aliviar a dor.

Os comprimidos de Hidromorfona de libertação prolongada são usados para aliviar a dor moderada a grave, em pacientes com tolerância aos opióides que necessitam de alívio da dor em torno do relógio por um longo período de tempo.

A Hidromorfona não deve ser usada se precisar de remédios contra a dor apenas por curtos períodos de tempo, como quando se recupera de cirurgia.

Não usar a Hidromorfona para aliviar a dor moderada. A Hidromorfona não deve ser usada para tratar a dor esporádica ou "quando necessário".

A Hidromorfona pertence ao grupo de medicamentos chamados analgésicos narcóticos. Actua sobre o sistema nervoso central (SNS) para aliviar a dor.

Quando um medicamento narcótico é usado por um longo período de tempo, pode provocar dependência física ou mental.

No entanto, as pessoas que continuam com dores não devem deixar que o medo da dependência as invada pois o uso de narcóticos vai proporcionar alívio da dor. Não é provável que ocorra dependência mental (adição) quando los narcóticos são usados para esta finalidade.

A dependência física pode levar a efeitos colaterais de abstinência se o tratamento for interrompido repentinamente. No entanto, os efeitos secundários graves de abstinência podem geralmente ser prevenidos mediante a redução gradual da dose durante um certo período de tempo, antes que se tenha desistido completamente do tratamento.
Tipo
Molécula pequena.
História
A hidromorfona foi patenteada em 1923.
Indicações
Está indicado para o tratamento da dor intensa.
Classificação CFT

2.12 : Analgésicos estupefacientes

Mecanismo De Acção
A Hidromorfona é um analgésico narcótico, cujo principal efeito terapêutico é o alívio da dor. A Hidromorfona interage predominantemente com opióides miu-receptores.

Estas miu-ligações são discretamente distribuídos no cérebro humano, em altas densidades na amígdala posterior, hipotálamo, tálamo, núcleo caudado, putamen, e certas áreas corticais.

Eles também são encontrados nos terminais de axónios aferentes primários dentro de lâminas I e II (substância gelatinosa) da medula espinhal e no núcleo espinhal do nervo trigémio.

Em âmbito clínico, a Hidromorfona exerce o seu principal efeito farmacológico sobre o sistema nervoso central e no tracto gastrointestinal.

A Hidromorfona também liga-se com os receptores-kapa que se crê medeiem na analgesia espinhal, miose e sedação.
Posologia Orientativa
A dose de Hidromorfona a administrar a cada paciente será individualizada. Siga as ordens do Médico.

As informações a seguir incluem apenas as doses médias de Hidromorfona. Se a sua dose é diferente, não a altere a menos que o médico lhe diga para o fazer. A quantidade de medicamento que toma depende da dosagem do medicamento.

Além disso, o número de doses que toma diariamente, o intervalo entre estas, e a duração do tratamento dependem do problema médico para o qual está a usar o medicamento.

Para a forma de dosagem oral (comprimidos de libertação prolongada):
Para dor moderada a grave:
Adultos - A sua primeira dose dependerá da quantidade de outros narcóticos que tem estado a tomar. O Médico irá determinar a dose e pode aumentar a dose conforme necessário.

Nos doentes transferidos de fentanil transdérmico, a Hidromorfona deve ser iniciada pelo menos 18 horas após a remoção do adesivo de fentanil.

Crianças - uso e dose devem ser determinadas pelo Médico.

Para a forma de dosagem oral (líquido):
Para a dor:
Adultos - Iniciar com 2,5 a 10 mililitros (ml) ou meia a duas colheres de chá a cada 3 a 6 horas, conforme necessário. O Médico poderá aumentar a dose conforme necessário.

Crianças - uso e dose devem ser determinadas pelo Médico.

Para a forma de dosagem oral (comprimidos):
Para a dor:
Adultos - Iniciar com 2 a 4 miligramas (mg) a cada 4 a 6 horas.

O seu Médico poderá aumentar a dose conforme necessário.

Crianças - uso e dose devem ser determinadas pelo Médico.
Administração
Via oral.
Contra-Indicações
Hidromorfona é contra-indicada em:
- Hipersensibilidade à Hidromorfona.
- Doentes submetidos a intervenções cirúrgicas e/ou com patologia subjacente que possa resultar em estreitamento do tracto gastrointestinal, ou que apresentem ansas cegas do tracto gastrointestinal ou obstrução gastrointestinal.
- Tratamento de dor aguda ou no pós-operatório.
- Doentes com diminuição grave da função hepática.
- Doentes com insuficiência respiratória.
- Doentes com dor abdominal aguda de etiologia desconhecida.
- Doentes em estado asmático.
- Tratamento concomitante com Inibidores da Monaminoxidase (IMAOs) ou durante 14 dias após a interrupção do tratamento com estes agentes. Tratamento concomitante com buprenorfina, nalbufina, ou Doentes em estado de coma.
- Crianças.
- Durante o trabalho de parto e período expulsivo.
Efeitos Indesejáveis/Adversos
Obtenha ajuda médica de emergência se tiver algum destes sinais de reacção alérgica: urticária, dificuldade em respirar, inchaço do rosto, lábios, língua ou garganta.

Contacte o médico imediatamente se tem:
– Respiração fraca ou superficial;
– Confusão, sentimentos de extrema felicidade ou tristeza;
– Fraqueza severa ou sonolência, ou
– Sensação de tontura, como se fosse desmaiar.

Efeitos colaterais comuns incluem:
– Prisão de ventre, náuseas, vómitos, dor de estômago;
– Tonturas, sonolência;
– Dor de cabeça, sensação de cansaço;
– Boca seca, ou
– Sudorese, prurido leve.
Advertências
Gravidez
Gravidez
Gravidez:Hidromorfona não deve ser usado na gravidez e no trabalho de parto, pelas alterações da contractilidade uterina e risco de depressão respiratória neonatal.
Aleitamento
Aleitamento
Aleitamento:Hidromorfona não dever ser usado durante o aleitamento.
Insuf. Hepática
Insuf. Hepática
Insuf. Hepática:Ver Analgésicos opiáceos.
Insuf. Renal
Insuf. Renal
Insuf. Renal:Ver Analgésicos opiáceos.
Dopping
Dopping
Dopping:Narcóticos. Substância probida - Portaria n.º 411/2015, de 26 de novembro - Aprova a Lista de Substâncias e Métodos Proibidos para 2016 e revoga a Portaria n.º 270/2014, de 22 de dezembro.
Condução
Condução
Condução:Hidromorfona pode ter influência elevada na capacidade de conduzir e utilizar máquinas. Isto é particularmente provável no início do tratamento, após aumento de dose ou mudança de preparação.
Precauções Gerais
É muito importante que o médico verifique o seu progresso enquanto estiver a usar a Hidromorfona. Isso permitirá ao Médico verificar se o medicamento está a funcionar correctamente e para decidir se deve continuar a tomá-lo.

A Hidromorfona irá adicionar aos efeitos do álcool e outros depressores do SNC (medicamentos que podem provocar sonolência ou reduzir o estado de alerta).

Alguns exemplos de depressores do SNC são os anti-histamínicos ou medicamentos para alergias ou constipações, sedativos, tranquilizantes ou remédios para dormir, outros analgésicos prescritos ou narcóticos, medicamentos para convulsões ou barbitúricos, relaxantes musculares, ou anestésicos, incluindo alguns anestésicos dentários.

Fale com o Médico antes de tomar qualquer um dos outros medicamentos listados atrás, enquanto estiver a tomar Hidromorfona.

A Hidromorfona pode ser hábito-dependente. Se sentir que o medicamento não está funcionando como esperado, não use mais do que a dose prescrita. Fale com o médico para obter instruções.

Tonturas, vertigens ou desmaios podem ocorrer quando se levanta de repente a partir de uma posição deitado ou sentado. Levantar-se lentamente pode ajudar a diminuir este problema. Além disso, manter-se deitado por um lapso de tempo pode aliviar as tonturas ou vertigens.

O uso de drogas por muito tempo pode causar obstipação grave. Para evitar isso, o médico pode recomendar-lhe a toma de laxantes, ingestão de muitos líquidos, ou aumentar a quantidade de fibras na sua dieta.

Certifique-se de seguir as instruções com cuidado, porque a obstipação contínua pode conduzir a problemas mais sérios.

A Hidromorfona pode provocar tonturas, sonolência ou vertigens.

Certifique-se de que sabe como reagir aos efeitos da Hidromorfona antes de conduzir, utilizar máquinas, ou executar tarefas que poderiam ser perigosas se ficar tonto ou menos alerta.

A Hidromorfona pode causar reacções alérgicas graves, incluindo anafilaxia. A anafilaxia pode ser fatal e exige atenção médica imediata.

Chame o médico imediatamente se tiver uma erupção cutânea, comichão, rouquidão, dificuldade em respirar, dificuldade em engolir, ou qualquer inchaço das mãos, rosto ou na boca, enquanto estiver a tomar a Hidromorfona.

Se estiver a usar a Hidromorfona regularmente por várias semanas ou mais, não altere a dose ou pare de repente de usá-la sem primeiro consultar o médico. Pode ser aconselhado a reduzir gradualmente a quantidade que está a tomar antes de parar completamente o tratamento, ou para continuar com um narcótico por mais tempo, para reduzir a probabilidade de efeitos colaterais (como cólicas abdominais ou estomacais, ansiedade, febre, náuseas, corrimento nasal, sudorese, tremores, ou problemas com o sono).

Não tome a Hidromorfona em excesso. Isso pode ser fatal. Os sintomas de uma sobredosagem incluem: tonturas ou fraqueza extrema, batimento cardíaco ou respiração lenta, convulsões, dificuldade em respirar, e a pele fria e húmida. Chame o médico imediatamente se perceber esses sintomas.

O uso de Hidromorfona em grávidas pode causar síndrome de abstinência neonatal nos recém-nascidos.

Informe o médico imediatamente se a sua criança tem os seguintes sintomas: padrão anormal do sono, diarréia, gritos estridentes, irritabilidade ou tremores, perda de peso, vómitos, ou falta de ganhos de peso.

Não use Hidromorfona se tiver tomado uma monoamina-oxidase (MAO) (por exemplo, isocarboxazid, fenelzina, selegilina, ou tranilcipromina) nas últimas 2 semanas. Se fizer isso, pode desenvolver confusão, agitação, inquietação, estômago ou sintomas intestinais, uma subida brusca da temperatura, pressão arterial extremamente alta ou convulsões graves.

Não tome outros medicamentos que não tenham sido discutidos com o médico, incluindo medicamentos de prescrição ou sem receita (OTC), fitoterapêuticos ou suplementos vitamínicos.
Cuidados com a Dieta
Não ingerir álcool durante o tratamento.
Não tem qualquer influência tomar o comprimido com ou sem comida.
Terapêutica Interrompida
Não tome comprimidos extra ou uma dose a dobrar para compensar os comprimidos de que se esqueceu. Contacte o Médico para se aconselhar.
Cuidados no Armazenamento
Não conservar acima de 25ºC.

Mantenha todos os medicamentos fora do alcance de crianças e animais de estimação.

Não deite fora quaisquer medicamentos na canalização ou no lixo doméstico. Pergunte ao seu médico, enfermeiro ou farmacêutico como deitar fora os medicamentos que já não utiliza. Estas medidas ajudarão a proteger o ambiente.
Espectro de susceptibilidade e Tolerância Bacteriológica
Sem informação.
Contraindicado

Hidromorfona Inibidores da Monoaminoxidase (IMAO)

Observações: n.d.
Interacções: Os Inibidores da Monaminoxidase (IMAOs), se co-administrados com opióides, podem causar excitação ou depressão do SNC, hipotensão ou hipertensão. Hidromorfona está contra-indicado em doentes que estão a tomar IMAOs. - Inibidores da Monoaminoxidase (IMAO)
Não recomendado/Evitar

Etcorvinol Hidromorfona

Observações: n.d.
Interacções: Usando etclorvinol com qualquer um dos seguintes medicamentos normalmente não é recomendada, mas pode não ser necessária em alguns casos. Se ambos os medicamentos são prescritos em conjunto, o médico pode alterar a dose. - Adinazolam - Alfentanil - Alprazolam - Amobarbital - Anileridina - Aprobarbital - Brofaromina - Bromazepam - Brotizolam - Buprenorfina - Butabarbital - Butalbital - Carbinoxamina - Carisoprodol - Clorodiazepóxido - Clorzoxazona - Clobazam - Clonazepam - Clorazepato - Clorgilina - Codeína - Dantroleno - Diazepam - Estazolam - Fentanilo - Flunitrazepam - Flurazepam - Furazolidona - Halazepam - Hidrocodona - Hidromorfona - Iproniazida - Isocarboxazida - Cetazolam - Lazabemida - Levorfanol - Linezolida - lorazepam - lormetazepam - Meclizina - Medazepam - meperidina - mefenesina - meprobamato - metaxalone - metadona - Metocarbamol - Metoexital - Midazolam - Moclobemida - Morfina - Nialamida - Nitrazepam - Nordazepam - Oxazepam - Oxicodona - Oximorfona - Pargilina - Pentobarbital - Fenelzina - Fenobarbital - Prazepam - Primidona - Procarbazina - Propoxifeno - Quazepam - Rasagilina - Remifentanil - Secobarbital - Selegilina - Sufentanil - Suvorexanto - Tapentadol - Temazepam - Tiopental - Toloxatona - Tranilcipromina - Triazolam - Zolpidem - Hidromorfona
Contraindicado

Hidromorfona Buprenorfina

Observações: n.d.
Interacções: O uso concomitante de hidromorfona e agonistas/antagonistas da morfina (buprenorfina, nalbufina, pentazocina) pode levar a redução do efeito analgésico através de bloqueio competitivo dos receptores, condicionando o risco de aparecimento de sintomas de abstinência, pelo que a associação é contra-indicada. - Buprenorfina
Contraindicado

Hidromorfona Nalbufina

Observações: n.d.
Interacções: O uso concomitante de hidromorfona e agonistas/antagonistas da morfina (buprenorfina, nalbufina, pentazocina) pode levar a redução do efeito analgésico através de bloqueio competitivo dos receptores, condicionando o risco de aparecimento de sintomas de abstinência, pelo que a associação é contra-indicada. - Nalbufina
Contraindicado

Hidromorfona Pentazocina

Observações: n.d.
Interacções: O uso concomitante de hidromorfona e agonistas/antagonistas da morfina (buprenorfina, nalbufina, pentazocina) pode levar a redução do efeito analgésico através de bloqueio competitivo dos receptores, condicionando o risco de aparecimento de sintomas de abstinência, pelo que a associação é contra-indicada. - Pentazocina
Usar com precaução

Hidromorfona Depressores do SNC

Observações: n.d.
Interacções: O uso concomitante de depressores do SNC, tais como hipnóticos, sedativos, anestésicos gerais, antipsicóticos e álcool, pode causar efeitos depressivos aditivos, depressão respiratória, hipotensão e sedação profunda ou coma. Quando esta associação está indicada, deve ser reduzida a dose de um ou ambos os medicamentos. - Depressores do SNC
Usar com precaução

Hidromorfona Hipnóticos

Observações: n.d.
Interacções: O uso concomitante de depressores do SNC, tais como hipnóticos, sedativos, anestésicos gerais, antipsicóticos e álcool, pode causar efeitos depressivos aditivos, depressão respiratória, hipotensão e sedação profunda ou coma. Quando esta associação está indicada, deve ser reduzida a dose de um ou ambos os medicamentos. - Hipnóticos
Usar com precaução

Hidromorfona Sedativos

Observações: n.d.
Interacções: O uso concomitante de depressores do SNC, tais como hipnóticos, sedativos, anestésicos gerais, antipsicóticos e álcool, pode causar efeitos depressivos aditivos, depressão respiratória, hipotensão e sedação profunda ou coma. Quando esta associação está indicada, deve ser reduzida a dose de um ou ambos os medicamentos. - Sedativos
Usar com precaução

Hidromorfona Anestésicos gerais

Observações: n.d.
Interacções: O uso concomitante de depressores do SNC, tais como hipnóticos, sedativos, anestésicos gerais, antipsicóticos e álcool, pode causar efeitos depressivos aditivos, depressão respiratória, hipotensão e sedação profunda ou coma. Quando esta associação está indicada, deve ser reduzida a dose de um ou ambos os medicamentos. - Anestésicos gerais
Usar com precaução

Hidromorfona Antipsicóticos

Observações: n.d.
Interacções: O uso concomitante de depressores do SNC, tais como hipnóticos, sedativos, anestésicos gerais, antipsicóticos e álcool, pode causar efeitos depressivos aditivos, depressão respiratória, hipotensão e sedação profunda ou coma. Quando esta associação está indicada, deve ser reduzida a dose de um ou ambos os medicamentos. - Antipsicóticos
Não recomendado/Evitar

Hidromorfona Álcool

Observações: n.d.
Interacções: O uso concomitante de depressores do SNC, tais como hipnóticos, sedativos, anestésicos gerais, antipsicóticos e álcool, pode causar efeitos depressivos aditivos, depressão respiratória, hipotensão e sedação profunda ou coma. Quando esta associação está indicada, deve ser reduzida a dose de um ou ambos os medicamentos. O álcool pode potenciar os efeitos farmacodinâmicos de Hidromorfona; o uso concomitante deve ser evitado. - Álcool
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Hidromorfona Relaxantes musculares

Observações: n.d.
Interacções: Hidromorfona, como outros opióides, pode acentuar a acção de bloqueio neuromuscular dos relaxantes musculares e causar aumento do grau da depressão respiratória. - Relaxantes musculares
Não recomendado/Evitar

Furazolidona Hidromorfona

Observações: n.d.
Interacções: A utilização de furazolidona com qualquer um dos seguintes medicamentos não é geralmente recomendada, mas pode ser necessária em alguns casos. - Salbutamol (albuterol) - Altretamina - Anfetamina - Formoterol (Arformoterol) - Abacate - Bambuterol - Laranja amarga - Clenbuterol - Difenoxina - Difenoxilato - Dolasetrona - Droperidol - Efedrina - Etcorvinol - Fenoterol - Fentanilo - Formoterol - Frovatriptano - Granisetron - Guaraná - Hexoprenalina - Hidrocodona - Hidromorfona - Indacaterol - Iobenguano (123I) - Isoetarina - Kava - Levalbuterol - Alcaçuz - Lisdexanfetamina - Lorcaserina - Ma Huang - Meperidina - Metaproterenol - Metaraminol - Morfina - Naratriptano - Norepinefrina - Olodaterol - Oxicodona - Palonossetrom - Fenilefrina - Fenilpropanolamina - Pirbuterol - Procaterol - Reboxetina - Reproterol - Ritodrina - Salmeterol - Erva de São João (Hipericão) - Terbutalina - Tretoquinol - Tulobuterol - Tirosina - Vilanterol - Ziprasidona - Hidromorfona
Identificação dos símbolos utilizados na descrição das Interacções da Hidromorfona
Informe o seu Médico ou Farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica (OTC), Produtos de Saúde, Suplementos Alimentares ou Fitoterapêuticos.

Não estão disponíveis dados clínicos de exposição a hidromorfona na gravidez.
Hidromorfona não deve ser usado na gravidez e no trabalho de parto, pelas alterações da contractilidade uterina e risco de depressão respiratória neonatal.
O uso prolongado da hidromorfona durante a gravidez pode resultar na síndrome de abstinência neonatal.

Estudos pré-clínicos demonstraram que a hidromorfona pode ser detectada no leite de ratos fêmeas a amamentar.
Hidromorfona não dever ser usado durante o aleitamento.

Hidromorfona pode ter influência elevada na capacidade de conduzir e utilizar máquinas. Isto é particularmente provável no início do tratamento, após aumento de dose ou mudança de preparação.

Dopping: Narcóticos. Substância proibida - Portaria n.º 411/2015, de 26 de novembro - Aprova a Lista de Substâncias e Métodos Proibidos para 2016 e revoga a Portaria n.º 270/2014, de 22 de dezembro.
Informação revista e actualizada pela equipa técnica do INDICE.EU em: 11 de Novembro de 2021