Fenticonazol

DCI com Advertência na Gravidez DCI com Advertência no Aleitamento DCI/Medicamento Sujeito a Receita Médica (a ausência deste simbolo pressupõe Medicamento Não Sujeito a Receita Médica)
O que é
O Fenticonazol é um antimicótico de largo espectro.

O Fenticonazol é um derivado imidazólico com actividade fungistática e fungicida sobre dermatófitos, leveduras patogénicas, fungos e bolores.

É igualmente activo sobre bactérias Gram positivas resultando por isso eficaz nas micoses associadas a sobreinfecções bacterianas.

Usos comuns
Fenticonazol é um antimicótico de largo espectro, com actividade fungistática e fungicida sobre dermatófitos, leveduras patogénicas, fungos e bolores.

É igualmente ativo sobre bactérias Gram positivas resultando por isso eficaz nas micoses associadas a sobreinfeções bacterianas.
Tipo
Sem informação.
História
Sem informação.
Indicações
Dermatologia:
Dermatomicoses provocadas por fungos patogénicos (Trichophyton, Microsporum e Epidermophyton) nas suas diversas localizações.

Candidíases da pele (intertrigo, perleche, candidíase da face, candidíase das fraldas, perianal e escrotal); balanite, balanopostite, oníqua e paroníquia.

Pitiríase versicolor.

Otomicoses, provocadas por Candidas ou fungos, quando não associadas a lesões do tímpano.

Eritrasma.

Micose com sobreinfeção bacteriana (Bactérias Gram positivas).

Ginecologia:
Candidíases da mucosa vaginal (Vulvovaginite, colpite, “fluor infetivo”).
Classificação CFT
07.01.02     Anti-infecciosos e antisséticos ginecológicos 13.01.03     Antifúngicos
Mecanismo De Ação
Fenticonazol apresenta um largo espectro de actividade fungistática e fungicida sobre dermatófitos (fungos responsáveis pela maior parte das micoses cutâneas), leveduras patogénicas, fungos e bolores e ainda uma substancial actividade sobre bactérias Gram-positivas.


A confirmá-lo estão os estudos conduzidos "in vitro" sobre dermatófitos incluindo Trychophyton, Microsporum e Epidermophyton, sobre fungos habituais em infecções profundas, Cryptococcus neoformans, Candida aibicans e Pityrosporum orbiculare.


Esta actividade antifungica do Fenticonazol, quando comparada com a dos compostos de referência (Miconazol, Clotrimazol e Econazol), mostra ser igual ou superior à daqueles.


A actividade antibacteriana foi, igualmente, estudada "in vitro" revelando ser superior à do Miconazol e Clotrimazol.


Em estudos "in vivo", o Fenticonazol creme a 3% esterilizou a pele do porquinho da Índia, infectada experimentalmente com Trychophyton mentagrophytes, no 7º dia de infecção e 4º dia de tratamento, sendo esta actividade comparável à do Miconazol e Clotrimazol creme a 3%, mas o tratamento da afecção ocorreu muito mais rapidamente com o Fenticonazol.


Com o creme a 2% obtiveram-se resultados idênticos e com o creme a 1%, Fenticonazol foi o único a conseguir uma cura completa de todos os animais infectados.

O Fenticonazol creme a 2% e 3% mostrou-se muito activo em infecções experimentais de Microsporum canis nos porquinhos da Índia e em candidiases cutâneas.


O creme a 2% revelou uma boa actividade na candidíase vaginal da ratinha e da rata, muito superior à da nistatina.
Posologia Orientativa
Preparações para uso dermatológico
Após limpeza da lesão, aplicar 1-2 vezes ao dia, consoante indicação do médico.


Creme: É indicado no tratamento da pele glabra, das pregas cutâneas e da mucosa; aplica-se friccionando ligeiramente.


Usa-se, especialmente, na micose seca: pitiríase versicolor, eritrasma, onicomicoses (deve aplicar-se com penso oclusivo) e nas micoses genitais masculinas.


Solução para pulverização cutânea: É indicada no couro cabeludo e nas zonas pilosas do corpo: Esta solução é ainda de fácil e cómodo emprego nas micoses extensas ou de difícil aplicação.


Pó cutâneo: Usa-se no pé de atleta, nas zonas intertriginosas e nas lesões húmidas, quer como tratamento único, quer como complemento do creme.

Nas infeções dos pés aconselha-se a polvilhar também o interior das meias e sapatos.


Preparações para uso vaginal
Óvulos: introduzir, profundamente, na vagina, um óvulo por dia.


Creme vaginal: Introduzir o conteúdo do aplicador (cerca de 5g), profundamente, na vagina.

Aplicar de manhã e à noite, empregando, de cada vez, um aplicador novo.


Afim de evitar uma reinfeção, o parceiro deverá fazer, simltâneamente, um tratamento local com Fenticonazol creme a 20 mg/g.


O tratamento deve fazer-se, com regularidade, até ao desaparecimento completo das lesões.


No pé de atleta e nas onicomicoses, a fim de evitar reinfeções, deve prosseguir-se o tratamento por mais duas semanas após o desaparecimento das manifestações.
Administração
Sem Informação.
Contraindicações
Hipersensibilidade ao Fenticonazol.
Efeitos Indesejáveis/Adversos
O Fenticonazol é, geralmente, bem tolerado, quer na pele quer na mucosa; só excepcionalmente pode causar um leve e transitório eritema.


No momento da aplicação sobre a lesão, ou aquando da introdução endovaginal, pode verificar-se uma ligeira sensação de ardor que normalmente desaparece rapidamente.


No caso deste fenómeno irritativo se tornar persistente, ou se ocorrer um fenómeno de resistência ao microrganismo, interromper o tratamento e consultar o médico.


O Fenticonazol é escassamente absorvido, não apresentando repercussões de carácter sistémico.

Advertências
Gravidez
Gravidez:Evitar. Risco fetal desconhecido, por falta de estudos alargados.
Aleitamento
Aleitamento:Evitar, a menos que seja essencial; presente no leite em estudos animais.
Precauções Gerais
O uso prolongado pode originar fenómenos de sensibilização.


Não é indicado em uso oftálmico.


Embora a absorção cutânea e vaginal do Fenticonazol seja muito fraca, aconselha-se a não o usar em caso de gravidez.


Fenticonazol creme e creme vaginal contêm álcool cetílico.

Pode causar reacções cutâneas locais (ex: dermatite de contacto).


Fenticonazol creme, creme vaginal e solução para pulverização cutânea contêm propilenoglicol.


Pode causar irritação cutânea.


Fenticonazol óvulo contém parabenos.

Pode causar reacções alérgicas (possivelmente retardadas).



Cuidados com a Dieta
Não aplicável
Terapêutica Interrompida
Não utilize uma dose a dobrar para compensar uma dose que se esqueceu de aplicar.
Cuidados no Armazenamento
Não conservar acima de 25ºC.

Manter fora do alcance e da vista das crianças
Espetro de Suscetibilidade e Tolerância Bacteriológica
Sem informação.
Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica.

Recomenda-se que o Fenticonazol apenas seja usado durante a gravidez ou durante o aleitamento materno, quando claramente indicado pelo médico e sob vigilância deste.

Informação revista e atualizada pela equipa técnica do INDICE.EU em: 11 de Outubro de 2017