Electrólitos

O que é
Um eletrólito é uma substância que produz uma solução eletricamente condutora quando dissolvida em um solvente polar, como a água.
O eletrólito dissolvido se separa em catiões e aniões, que se dispersam uniformemente através do solvente.
Eletricamente, essa solução é neutra. Se um potencial elétrico é aplicado a essa solução, os catiões da solução são atraídos para o eletrodo que possui uma abundância de elétrons, enquanto os aniões são atraídos para o eletrodo que possui um déficit de elétrons.
O movimento de aniões e catiões em direções opostas na solução equivale a uma corrente. Isso inclui a maioria dos sais, ácidos e bases solúveis.
Alguns gases, como cloreto de hidrogénio, sob condições de alta temperatura ou baixa pressão também podem funcionar como eletrólitos.
As soluções eletrolíticas também podem resultar da dissolução de alguns polímeros biológicos (por exemplo, DNA, polipeptídeos) e sintéticos (por exemplo, sulfonato de poliestireno), denominados "polieletrólitos", que contêm grupos funcionais carregados. Uma substância que se dissocia em íons em solução adquire a capacidade de conduzir eletricidade. Sódio, potássio, cloreto, cálcio, magnésio e fosfato são exemplos de eletrólitos.

Na medicina, a reposição de eletrólitos é necessária quando uma pessoa tem vómitos ou diarreia prolongados e como resposta à atividade atlética extenuante.
Soluções comerciais de eletrólitos estão disponíveis, principalmente para crianças doentes e atletas (bebidas desportivas).
O monitoramento eletrolítico é importante no tratamento da anorexia e bulimia.
Usos comuns
Os eletrólitos são fontes de energia imediata, que auxiliam na hidratação do corpo.
Tipo
Sem informação.
História
Svante Arrhenius apresentou, em sua dissertação de 1884, sua explicação do fato de que sais cristalinos sólidos se desassociam em partículas carregadas emparelhadas quando dissolvidos, pelos quais ganhou o Prémio Nobel de Química em 1903.

A explicação de Arrhenius foi que, ao formar uma solução, o sal se dissocia em partículas carregadas, às quais Michael Faraday havia dado o nome de "íons" muitos anos antes. A crença de Faraday era de que íons eram produzidos no processo de eletrólise.
Arrhenius propôs que, mesmo na ausência de corrente elétrica, soluções de sais continham íons. Assim, ele propôs que as reações químicas em solução eram reações entre íons.
Indicações
Correção das alterações de fluidos e eletrólitos nas necessidades das diferentes proporções de iões são idênticas às do plasma.

Desidratações isotónicas, eventualmente associadas a acidose metabólica.
Classificação CFT

11.2.2.1 : Suplementos minerais

12.2.8 : CORRETIVOS DAS ALTERAÇÕES HIDROELETROLÍTICAS (Outros)

12.4 : Soluções para hemodiálise

20.3 : Agentes de diluição, irrigação e lubrificação

Mecanismo De Ação
Sem informação.
Posologia Orientativa
Adultos - Via IV: 500 a 3.000 ml/dia em perfusão gota a gota a 60-100 ml/hora.

Crianças - Via IV: 50 ml/kg/dia.
Administração
Via IV.
Contraindicações
Hipercaliemia.
Oligoanúria.
Alcalose metabólica.
HTA grave.
IC descompensada.
Edemas generalizados.
IR grave.
Hipertensão intracraniana.
Monitorização de ionograma.
Efeitos Indesejáveis/Adversos
Sobrecarga hídrica.
Edema.
Dispneia.
Agravamento de IC e/ou IR.
Irritação venosa no local da punção.
Advertências

Sem informação.

Precauções Gerais
Informe o médico, se tem ou teve alguma das seguintes condições.
- insuficiência cardíaca
- insuficiência respiratória (doença pulmonar)
- falência renal (nas condições acima mencionadas pode ser necessário monitorização especial) pressão sanguínea elevada (hipertensão)
- acumulação de fluido sob a pele, em particular em torno dos tornozelos (edema periférico)
- acumulação de fluido nos pulmões (edema pulmonar)
- elevada pressão sanguínea durante a gravidez (pré-eclampsia ou eclampsia)
- aldosteronismo (uma doença que provoca níveis elevados de uma hormona chamada aldosterona)
- qualquer outra condição associada à retenção de sódio (quando o corpo retém demasiado sódio), como o tratamento com esteroides
- qualquer condição que o torne mais suscetível a ter concentrações elevadas de potássio no sangue (hipercalemia), tais como:
- falência renal insuficiência adrenocortical (doença da glândula adrenal que afeta as hormonas que controlam a concentração de químicos no organismo)
- desidratação aguda (perda de água do corpo, por ex., devido a vómitos ou diarreia)
- lesão extensa de tecidos (como a que pode ocorrer em queimaduras graves) (Nestes casos, é necessária uma monitorização atenta dos níveis de potássio no sangue)
- miastenia gravis (uma doença que provoca fraqueza muscular progressiva)
- recuperação pós-operatória
Cuidados com a Dieta
Sem informação.
Terapêutica Interrompida
Este medicamento ser-lhe-á administrado por um profissional de saúde.
Cuidados no Armazenamento
Manter este medicamento fora da vista e do alcance das crianças.

Não deite fora quaisquer medicamentos na canalização ou no lixo doméstico. Pergunte ao seu médico, enfermeiro ou farmacêutico como deitar fora os medicamentos que já não utiliza. Estas medidas ajudarão a proteger o ambiente.
Espetro de Suscetibilidade e Tolerância Bacteriológica
Sem informação.

Aminoácidos + Electrólitos + Lípidos + Electrólitos

Observações: As soluções de aminoácidos não devem ser utilizadas como veículo para a administração de medicamentos.
Interações: Como regra geral, as emulsões lipídicas não deverão ser adicionadas de electrólitos ou fármacos, dentro do recipiente de administração.
 Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Electrólitos + Colecalciferol (ou Vitamina D3)

Observações: Ao prescrever Electrólitos, devem ser consideradas as potenciais interações entre este tratamento e outras terapêuticas concomitantes associadas a condições pré-existentes. A concentração sanguínea de outros medicamentos pode ser alterada durante a hemodiálise, hemofiltração e hemodiafiltração.
Interações: A vitamina D e os medicamentos que contêm cálcio podem aumentar o risco de hipercalcemia (por exemplo, carbonato de cálcio actuando como um quelante do potássio).
 Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Electrólitos + Ergocalciferol (vitamina D2)

Observações: Ao prescrever Electrólitos, devem ser consideradas as potenciais interações entre este tratamento e outras terapêuticas concomitantes associadas a condições pré-existentes. A concentração sanguínea de outros medicamentos pode ser alterada durante a hemodiálise, hemofiltração e hemodiafiltração.
Interações: A vitamina D e os medicamentos que contêm cálcio podem aumentar o risco de hipercalcemia (por exemplo, carbonato de cálcio actuando como um quelante do potássio).
 Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Electrólitos + Cálcio

Observações: Ao prescrever Electrólitos, devem ser consideradas as potenciais interações entre este tratamento e outras terapêuticas concomitantes associadas a condições pré-existentes. A concentração sanguínea de outros medicamentos pode ser alterada durante a hemodiálise, hemofiltração e hemodiafiltração.
Interações: A vitamina D e os medicamentos que contêm cálcio podem aumentar o risco de hipercalcemia (por exemplo, carbonato de cálcio actuando como um quelante do potássio).
 Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Electrólitos + Carbonato de cálcio

Observações: Ao prescrever Electrólitos, devem ser consideradas as potenciais interações entre este tratamento e outras terapêuticas concomitantes associadas a condições pré-existentes. A concentração sanguínea de outros medicamentos pode ser alterada durante a hemodiálise, hemofiltração e hemodiafiltração.
Interações: A vitamina D e os medicamentos que contêm cálcio podem aumentar o risco de hipercalcemia (por exemplo, carbonato de cálcio actuando como um quelante do potássio).
 Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Electrólitos + Bicarbonato de sódio

Observações: Ao prescrever Electrólitos, devem ser consideradas as potenciais interações entre este tratamento e outras terapêuticas concomitantes associadas a condições pré-existentes. A concentração sanguínea de outros medicamentos pode ser alterada durante a hemodiálise, hemofiltração e hemodiafiltração.
Interações: A substituição adicional do bicarbonato de sódio pode aumentar o risco de alcalose metabólica.
 Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Electrólitos + Glicosídeos cardiotónicos (cardíacos)

Observações: Ao prescrever Electrólitos, devem ser consideradas as potenciais interações entre este tratamento e outras terapêuticas concomitantes associadas a condições pré-existentes. A concentração sanguínea de outros medicamentos pode ser alterada durante a hemodiálise, hemofiltração e hemodiafiltração.
Interações: Os níveis plasmáticos de potássio em doentes que utilizam glicosídeos cardíacos devem ser cuidadosamente monitorizados, devido a um risco aumentado em doentes com hipocaliemia.

Mercaptamina + Electrólitos

Observações: Não foram realizados estudos de interacção.
Interações: Mercaptamina pode ser administrado simultaneamente com suplementos de electrólitos e minerais necessários no tratamento do síndroma de Fanconi, assim como vitamina D e hormona tiroideia.

Azeite + Óleo de soja + Electrólitos

Observações: A informação completa sobre incompatibilidades não está disponível.
Interações: Nunca adicionar medicamentos ou electrólitos directamente à emulsão lipídica. Se for necessário adicionar aditivos, verifique a compatibilidade e misture completamente antes da administração ao doente. Deverá ser assegurada a compatibilidade com soluções administradas simultaneamente através de uma secção terminal comum.
Informe o seu Médico ou Farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica (OTC), Produtos de Saúde, Suplementos Alimentares ou Fitoterapêuticos.
Informação revista e atualizada pela equipa técnica do INDICE.EU em: 13 de Julho de 2020