Dimetindeno

DCI com Advertência na Gravidez DCI com Advertência no Aleitamento DCI com Advertência na Condução
O que é
Dimetindeno (Fenistil) é um anti-histamínico / anticolinérgico usado por via oral e localmente como antiprurítico.
Usos comuns
Tratamento sintomático de reações alérgicas cutâneas: urticária e prurido associado a eczemas e dermatites, com diagnóstico médico prévio.

Tratamento sintomático do prurido de várias etiologias: prurido endógeno, doenças eruptivas, como a varicela, com diagnóstico médico prévio.

Picadas de insetos.

Tratamento sintomático da rinite alérgica perene ou sazonal com diagnóstico médico prévio.
Tipo
pequena molécula
História
Sem informação.
Indicações
O Dimetindeno está indicado para o tratamento sintomático de reações alérgicas: urticária, alergias do trato respiratório superior, como febre dos fenos e rinite perene, alergias a alimentos e medicamentos; prurido de diversas origens, exceto prurido devido a colestase; picadas de insetos.

Também é indicado para o prurido em doenças eruptivas de pele como varicela.

O Dimetindeno pode ainda ser utilizado como adjuvante no eczema e outras dermatoses pruriginosas de origem alérgica.
Classificação CFT
10.01.01     Anti-histamínicos H1 sedativos 13.08.02     Anestésicos locais e antipruriginosos
Mecanismo De Ação
O Dimetindeno é um antagonista de histamina H1 seletivos e liga-se ao recetor de histamina H1. Isto bloqueia a ação da histamina endógena, que posteriormente leva a um alívio temporário dos sintomas negativos trazidos pela histamina.
Posologia Orientativa
Adultos e crianças com mais de 12 anos de idade: A dose usual é de 3 a 6 mg, o que corresponde a 1 a 2 comprimidos revestidos, 3 vezes por dia.

Em doentes com tendência para a sonolência, deve prescrever-se 2 comprimidos revestidos ao deitar e um comprimido revestido ao pequeno-almoço.
Administração
Adultos: a dose usual é de 3 a 6 mg, 3 vezes por dia.

Em doentes com tendência para a sonolência, deve prescrever-se 2 comprimidos revestidos ao deitar e um ao pequeno-almoço.

Crianças com idade inferior a 12 anos: recomenda-se a utilização sob a forma de gotas orais, solução.

Idosos (65 anos ou mais): pode usar-se a dose normal do adulto.

Contraindicações
Hipersensibilidade ao Dimetindeno.
Efeitos Indesejáveis/Adversos
A informação sobre reações adversas advém dos estudos clínicos e da vigilância após comercialização.

Nos ensaios clínicos observou-se, ocasionalmente, sonolência, em especial no início do tratamento; em casos raros ocorreu desconforto gastrointestinal (incluindo náusea), secura da boca ou garganta, vertigem, excitação, cefaleia.

Em casos isolados, ocorreu edema, rash cutâneo, espasmo muscular e comprometimento respiratório, possivelmente associado à administração do fármaco.
Advertências
Gravidez
Gravidez:Há referências a fibroplasia retrolental quando os anti-histamínicos foram usados nas 2 últimas semanas da gravidez. Risco fetal desconhecido, por falta de estudos alargados.
Aleitamento
Aleitamento:Anti-histamínicos H1: Os anti-histamínicos sedativos no final do 3° trimestre podem causar efeitos adversos no RN. Risco fetal desconhecido, por falta de estudos alargados. Trimestre: 1º e 3º
Conducao
Conducao:Altera a capacidade de condução.
Precauções Gerais
Como para qualquer outro anti-histamínico, deve ter-se cuidado em caso de administração a doentes com glaucoma, obstrução do colo da bexiga (e.g. hipertrofia prostática), doença pulmonar crónica obstrutiva.

Em crianças pequenas, os anti-histamínicos podem produzir excitação.
Cuidados com a Dieta
Não aplicável.
Terapêutica Interrompida
Não tome uma dose a dobrar para compensar uma dose que se esqueceu de tomar.
Cuidados no Armazenamento
Proteger da luz. Manter dentro da embalagem exterior.
Espetro de Suscetibilidade e Tolerância Bacteriológica
Sem informação.
 Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Dimetindeno + Álcool

Observações: N.D.
Interações: O uso concumitante de duas ou mais substâncias depressoras do Sistema Nervoso Central (SNC) poderá resultar no esperado aumento do efeito depressor do SNC. O que poderá causar efeitos indesejados e potencial perigo de vida. Estas substâncias incluem: Analgésicos opióides, anticonvulsivos, antidepressivos (tricíclicos e IMAO), antihistamínicos, antieméticos, antipsicóticos, ansiolíticos, hipnóticos e álcool.
 Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Dimetindeno + Analgésicos Opiáceos

Observações: N.D.
Interações: O uso concumitante de duas ou mais substâncias depressoras do Sistema Nervoso Central (SNC) poderá resultar no esperado aumento do efeito depressor do SNC. O que poderá causar efeitos indesejados e potencial perigo de vida. Estas substâncias incluem: Analgésicos opióides, anticonvulsivos, antidepressivos (tricíclicos e IMAO), antihistamínicos, antieméticos, antipsicóticos, ansiolíticos, hipnóticos e álcool.
 Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Dimetindeno + Ansiolíticos

Observações: N.D.
Interações: O uso concumitante de duas ou mais substâncias depressoras do Sistema Nervoso Central (SNC) poderá resultar no esperado aumento do efeito depressor do SNC. O que poderá causar efeitos indesejados e potencial perigo de vida. Estas substâncias incluem: Analgésicos opióides, anticonvulsivos, antidepressivos (tricíclicos e IMAO), antihistamínicos, antieméticos, antipsicóticos, ansiolíticos, hipnóticos e álcool.
 Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Dimetindeno + Anticonvulsivantes

Observações: N.D.
Interações: O uso concumitante de duas ou mais substâncias depressoras do Sistema Nervoso Central (SNC) poderá resultar no esperado aumento do efeito depressor do SNC. O que poderá causar efeitos indesejados e potencial perigo de vida. Estas substâncias incluem: Analgésicos opióides, anticonvulsivos, antidepressivos (tricíclicos e IMAO), antihistamínicos, antieméticos, antipsicóticos, ansiolíticos, hipnóticos e álcool.
 Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Dimetindeno + Antidepressores (Tricíclicos)

Observações: N.D.
Interações: O uso concumitante de duas ou mais substâncias depressoras do Sistema Nervoso Central (SNC) poderá resultar no esperado aumento do efeito depressor do SNC. O que poderá causar efeitos indesejados e potencial perigo de vida. Estas substâncias incluem: Analgésicos opióides, anticonvulsivos, antidepressivos (tricíclicos e IMAO), antihistamínicos, antieméticos, antipsicóticos, ansiolíticos, hipnóticos e álcool.
 Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Dimetindeno + Antieméticos

Observações: N.D.
Interações: O uso concumitante de duas ou mais substâncias depressoras do Sistema Nervoso Central (SNC) poderá resultar no esperado aumento do efeito depressor do SNC. O que poderá causar efeitos indesejados e potencial perigo de vida. Estas substâncias incluem: Analgésicos opióides, anticonvulsivos, antidepressivos (tricíclicos e IMAO), antihistamínicos, antieméticos, antipsicóticos, ansiolíticos, hipnóticos e álcool.
 Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Dimetindeno + Antihistamínicos

Observações: N.D.
Interações: O uso concumitante de duas ou mais substâncias depressoras do Sistema Nervoso Central (SNC) poderá resultar no esperado aumento do efeito depressor do SNC. O que poderá causar efeitos indesejados e potencial perigo de vida. Estas substâncias incluem: Analgésicos opióides, anticonvulsivos, antidepressivos (tricíclicos e IMAO), antihistamínicos, antieméticos, antipsicóticos, ansiolíticos, hipnóticos e álcool.
 Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Dimetindeno + Antipsicóticos

Observações: N.D.
Interações: O uso concumitante de duas ou mais substâncias depressoras do Sistema Nervoso Central (SNC) poderá resultar no esperado aumento do efeito depressor do SNC. O que poderá causar efeitos indesejados e potencial perigo de vida. Estas substâncias incluem: Analgésicos opióides, anticonvulsivos, antidepressivos (tricíclicos e IMAO), antihistamínicos, antieméticos, antipsicóticos, ansiolíticos, hipnóticos e álcool.
 Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Dimetindeno + Depressores do SNC

Observações: N.D.
Interações: O uso concumitante de duas ou mais substâncias depressoras do Sistema Nervoso Central (SNC) poderá resultar no esperado aumento do efeito depressor do SNC. O que poderá causar efeitos indesejados e potencial perigo de vida. Estas substâncias incluem: Analgésicos opióides, anticonvulsivos, antidepressivos (tricíclicos e IMAO), antihistamínicos, antieméticos, antipsicóticos, ansiolíticos, hipnóticos e álcool.
 Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Dimetindeno + Hipnóticos

Observações: N.D.
Interações: O uso concumitante de duas ou mais substâncias depressoras do Sistema Nervoso Central (SNC) poderá resultar no esperado aumento do efeito depressor do SNC. O que poderá causar efeitos indesejados e potencial perigo de vida. Estas substâncias incluem: Analgésicos opióides, anticonvulsivos, antidepressivos (tricíclicos e IMAO), antihistamínicos, antieméticos, antipsicóticos, ansiolíticos, hipnóticos e álcool.
 Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Dimetindeno + Inibidores da Monoaminoxidase (IMAO)

Observações: N.D.
Interações: O uso concumitante de duas ou mais substâncias depressoras do Sistema Nervoso Central (SNC) poderá resultar no esperado aumento do efeito depressor do SNC. O que poderá causar efeitos indesejados e potencial perigo de vida. Estas substâncias incluem: Analgésicos opióides, anticonvulsivos, antidepressivos (tricíclicos e IMAO), antihistamínicos, antieméticos, antipsicóticos, ansiolíticos, hipnóticos e álcool.

Dimetindeno + Procarbazina

Observações: N.D.
Interações: Para minimizar a depressão do SNC e a possível potenciação, a administração conjunta de procarbazina e anti-histamínicos deverá ser usada com precaução.
Informe o seu Médico ou Farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica.

Altera a capacidade de condução.
Informação revista e atualizada pela equipa técnica do INDICE.EU em: 11 de Outubro de 2017