Desonida

DCI com Advertência na Gravidez DCI com Advertência no Aleitamento
O que é
A Desonida é um agente anti-inflamatório corticosteróide não fluoretado usado topicamente para dermatoses.
Usos comuns
A Desonida tópica é usada para aliviar a comichão, vermelhidão, inchaço ou outro desconforto causado por condições da pele (por exemplo dermatite atópica).

A Desonida é um corticosteróide (medicamento tipo cortisona ou esteróide)
Tipo
Molécula pequena.
História
Desonida é o nome genérico de um corticosteróide tópico de baixa potência que está disponível no mercado desde a década de 1970.
Indicações
Para o alívio das manifestações inflamatórias e pruriginosas de dermatoses que respondem bem aos corticosteróides.
Classificação CFT

13.05 : Corticosteróides de aplicação tópica

Mecanismo De Acção
Como outros corticosteróides tópicos, a Desonida tem acção anti-inflamatória, e propriedades vasoconstritoras e antipruriginosas.

O fármaco liga-se aos receptores citosólicos. O complexo migra para o núcleo e liga-se a elementos genéticos do ADN. Isso activa e reprime vários genes.

No entanto pensa-se que os corticosteróides actuam pela indução de proteínas inibidoras da fosfolipase A2, chamados coletivamente lipocortinas.

Postula-se que estas proteínas controlam a biossíntese de potentes mediadores da inflamação, tais como as prostaglandinas e leucotrienos, por inibição da libertação de ácido araquidónico seu precursor comum.

O ácido araquidónico é libertado a partir de fosfolipídios de membrana, pela fosfolipase A2.
Posologia Orientativa
A dose de Desonida será diferente para diferentes Pacientes. Seguir as indicações do Médico assistente.

As informações a seguir contemplam apenas as doses médias de Desonida.

Se a dose do Paciente é diferente, não a alterar a não ser que o Médico o recomende.

A quantidade de medicamento a tomar depende da potência do medicamento.

Além disso, o número de doses a tomar em cada dia, o intervalo entre estas, e a duração do tratamento dependem do problema Médico para o qual o Paciente está a usar o medicamento.

Dermatite atópica:
Dosagens tópicas (espuma ou gel):
Adultos e adolescentes – Aplicar na área afectada da pele duas vezes por dia.

Crianças de 3 meses de idade ou mais – Aplicar na área afectada da pele duas vezes por dia.

Crianças com menos de 3 meses de idade – o uso e a dose devem ser determinados pelo Médico.

Para vermelhidão, comichão e inchaço da pele
Dosagens tópicas (creme, unguento ou loção):
Adultos - Aplicar na área afectada da pele duas ou três vezes por dia.
Crianças - uso e dose devem ser determinadas pelo Médico.
Administração
Via Cutânea.
Contra-Indicações
Hipersensibilidade conhecida à Desonida.
Efeitos Indesejáveis/Adversos
Fale com o Médico imediatamente se aparecer algum dos seguintes efeitos secundários:
Menos comuns:
– Bolhas, ardor, descamação, ressecamento ou descamação da pele
– Ardor, comichão, vermelhidão, erupções cutâneas, inchaço ou dor no local da aplicação
– Rubor ou vermelhidão da pele
– Irritação
– Comichão, descamação, vermelhidão intensa, dor ou inchaço da pele
– Descamação da pele
– Verrugas salientes na pele vermelho-escuras, especialmente quando usado no rosto
– Ardor e calor
– Pele invulgarmente quente.

Incidência desconhecida:
– Vermelhidão e descamação ao redor da boca
– Adelgaçamento da pele com ferimentos fáceis, especialmente quando usado no rosto ou onde a pele dobra em conjunto (por exemplo, entre os dedos).

Alguns efeitos secundários podem ocorrer que normalmente não necessitam de atenção médica. Estes efeitos secundários podem desaparecer durante o tratamento à medida que o corpo se adapta ao medicamento. Além disso, o Profissional de Saúde pode indicar-lhe as formas de prevenir ou reduzir alguns desses efeitos colaterais. Fale com Médico se algum dos seguintes efeitos secundários persistem ou são incómodos ou se tiver quaisquer dúvidas sobre eles.

Mais comuns:
– Dores no corpo
– Arrepios
– Tosse
– Dificuldade em respirar
– Congestionamento do ouvido
– Febre
– Dor de cabeça
– Perda da voz
– Congestão nasal
– Coriza
– Espirros
– Dor de garganta
– Cansaço ou fraqueza invulgar.

Menos comuns:
– Sintomas semelhantes aos da gripe ligeira
– Congestionamento
– Tosse
– Rouquidão
– Irritabilidade
– Respiração ruidosa
– Falta de ar
– Gânglios inchados no pescoço
– Aperto no peito
– Dificuldade em engolir
– Alterações na voz
– Pieira.

De incidência desconhecida:
– Acne ou espinhas
– Ardor e prurido da pele com bolhas vermelhas do tamanho de cabeças de alfinete
– Ardor, comichão e dor nas áreas pilosas, ou pus na raiz dos cabelos
– Clareamento da cor normal da pele
– Iluminacção de áreas tratadas da pele escura
– Linhas roxas avermelhadas nos braços, rosto, pernas, tronco, ou na virilha.
Advertências
Gravidez
Gravidez
Gravidez:A segurança não foi estabelecida durante a gravidez.
Aleitamento
Aleitamento
Aleitamento:Considere os benefícios da amamentação para o desenvolvimento e a saúde, juntamente com a necessidade clínica da mãe desse medicamento, bem como quaisquer efeitos adversos potenciais desse medicamento ou da condição materna subjacente.
Precauções Gerais
É muito importante que o médico verifique o andamento em visitas regulares para avaliar quaisquer efeitos indesejáveis que possam ser causados pela Desonida.

Se os sintomas não melhorarem dentro de alguns dias, ou se piorarem, consulte o médico.

O uso excessivo ou por longos perídos de Desonida pode aumentar o risco de vir a ter problemas nas glândulas supra-renais. O risco é mais elevado para as crianças e os Pacientes que utilizam grandes quantidades durante muito tempo.

Fale com o médico imediatamente se tiver mais do que um destes sintomas enquanto estiver a usar Desonida: visão turva, tonturas ou desmaios, batimento cardíaco rápido ou irregular; aumento da sede ou mição, irritabilidade, cansaço ou fraqueza.

Pare de usar Desonida e fale com o médico imediatamente se desenvolver uma alergia, ardor, picadas, inchaço ou irritação na pele.

Certifique-se de que o médico sabe que está a usar Desonida. Pode precisar de parar o uso de Desonida vários dias antes de uma cirurgia.

Não use cosméticos ou outros produtos de cuidados da pele nas áreas tratadas.
Cuidados com a Dieta
Sem informação.
Terapêutica Interrompida
Se falhar uma dose de Desonida, aplique-a assim que possível. No entanto, se estiver quase na hora da próxima dose, salte-a e volte ao seu esquema posológico regular.
Cuidados no Armazenamento
Guardar a embalagem do medicamento à temperatura ambiente, longe do calor e da luz directa. Não manter a Desonida dentro de um carro, onde poderia estar exposta a calor extremo.
Não fazer furos na embalagem ou atirá-la ao fogo, mesmo que esteja vazia.

Mantenha todos os medicamentos fora do alcance de crianças e animais de estimação.

Não deite fora quaisquer medicamentos na canalização ou no lixo doméstico. Pergunte ao seu médico, enfermeiro ou farmacêutico como deitar fora os medicamentos que já não utiliza. Estas medidas ajudarão a proteger o ambiente.
Espectro de susceptibilidade e Tolerância Bacteriológica
Sem informação.
Informe o seu Médico ou Farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica (OTC), Produtos de Saúde, Suplementos Alimentares ou Fitoterapêuticos.

A segurança não foi estabelecida durante a gravidez.

Não há informações sobre este medicamento sobre a presença no leite humano, os efeitos em uma criança amamentada ou os efeitos na produção de leite.
Não se sabe se a administração tópica pode produzir níveis detectáveis no leite humano.
Considere os benefícios da amamentação para o desenvolvimento e a saúde, juntamente com a necessidade clínica da mãe desse medicamento, bem como quaisquer efeitos adversos potenciais desse medicamento ou da condição materna subjacente.
Para minimizar a exposição do bebé, use este medicamento na menor área da pele pelo menor período de tempo possível.
Lavar os mamilos e aréola antes da amamentação se o medicamento foi aplicado nessas áreas para evitar a exposição do bebé.
Informação revista e actualizada pela equipa técnica do INDICE.EU em: 11 de Novembro de 2021