Cloreto de sódio

DCI com Advertência na Gravidez DCI com Advertência no Aleitamento DCI/Medicamento Sujeito a Receita Médica (a ausência deste simbolo pressupõe Medicamento Não Sujeito a Receita Médica) DCI/Medicamento Psicofármaco
O que é
O cloreto de sódio é o nome químico do sal.

O sódio é um eletrólito que regula a quantidade de água no corpo humano.

Sódio também desempenha um papel na impulsos nervosos e contrações musculares.
Usos comuns
Este medicamento é um veículo para diluição ou reconstituição dos medicamentos adequados para administração parentérica.


É indicado para correção de situações de depleção hidrossalina (por exemplo, causadas por vómitos, diarreia, aspiração do estômago, fístulas digestivas, sudorese profusa, poliúria, queimaduras extensas, etc.) e/ou hipovolemia (por exemplo, após hemorragias).

Pode também ser usado como solução de irrigação/lavagem de tecidos, em que se pretende uma irrigação estéril, por exemplo olhos, bexiga, queimaduras, feridas.

Tem utilização como solução de irrigação peritoneal, nomeadamente para prevenir a infeção durante a cirurgia colorretal ou para o diagnóstico de hemorragia interna.
Tipo
Molécula pequena.
História
Sem informação.
Indicações
Este medicamento é um veículo para diluição ou reconstituição dos medicamentos adequados para administração parentérica.


O Cloreto de Sódio é isotónico com o sangue, sendo administrado sem afectar a pressão osmótica, sem causar uma alteração apreciável da sua composição e sem produzir deformação das células sanguíneas, constituindo o veículo adequado para a administração intravenosa de numerosos medicamentos.


O Cloreto de Sódio está indicado, em perfusão intravenosa, para correção de situações de depleção hidrossalina (por exemplo, causadas por vómitos, diarreia, aspiração gástrica, fístulas digestivas, sudorese profusa, poliúria, queimaduras extensas, etc.) e/ou hipovolemia (por exemplo, após hemorragias).

Pode também ser usado como solução de irrigação de tecidos em que se pretende uma irrigação estéril, por exemplo olhos, bexiga, queimaduras, feridas.

Tem utilização como solução de irrigação peritoneal, nomeadamente para prevenir a infeção durante a cirurgia colorretal ou para o diagnóstico de hemorragia interna.
Classificação CFT
12.02.05     Sódio 20.03     Agentes de diluição, irrigação e lubrificação
Mecanismo De Ação
O cloreto de sódio é o principal sal envolvido na manutenção da pressão osmótica do sangue e dos tecidos, assegurando um meio tecidular fisiológico.
Posologia Orientativa
O Cloreto de Sódio utilizado na preparação de produtos para uso parentérico, a posologia será a indicada para o medicamento para o qual a solução de cloreto de sódio é o solvente.



No caso da administração por perfusão, o volume a administrar e a velocidade de perfusão dependem da situação clínica e da superfície corporal.

No adulto, a velocidade média de perfusão usualmente recomendada é de 60-100 ml/hora, mas em situações de grande depleção de volume a velocidade de perfusão poderá ser bastante superior.

Na criança, as doses devem ser adaptadas proporcionalmente.
Administração
O Cloreto de Sódio destina-se a ser administrado por perfusão intravenosa ou como solução de irrigação.
Contraindicações
Hipersensibilidade ao cloreto de sódio.


Doentes com perdas de potássio, uma vez que o potássio celular pode ser substituído por sódio agravando assim o desequilíbrio electrolítico pré-existente e suas consequências.


O estado de doentes com insuficiência cardíaca congestiva, insuficiência renal grave, retenção de sódio, edema e cirrose hepática pode ser agravado se administrados grandes volumes da solução de cloreto de sódio 9 mg/ml.


Devem ser consideradas as contra-indicações do medicamento adicionado.
Efeitos Indesejáveis/Adversos
Tal como todas as soluções intravenosas (incluindo soluções isotónicas) existe risco de tromboflebite.


A natureza dos medicamentos dissolvidos ou reconstituídos determinará a possível ocorrência de efeitos indesejáveis.


Quando a administração é excessiva ou inapropriada há o risco de acidose metabólica, por excesso de cloro, e de hipernatremia.

O efeito mais severo de uma possível hipernatremia é a desidratação cerebral, que causa sonolência e confusão mental; em casos-limite, tal poderá evoluir para convulsões, coma, insuficiência respiratória e morte.

Outros sintomas são sede, diminuição da salivação e lacrimação, febre, taquicardia, hipertensão ou hipotensão, cefaleia, vertigem, irritabilidade, fraqueza e rigidez muscular.
Advertências
Gravidez
Gravidez:Todos os trimestres: C - Não há estudos adequados em mulheres. Em experiências animais ocorreram alguns efeitos colaterais no feto, mas o benefício do produto pode justificar o risco potencial durante a gravidez.
Aleitamento
Aleitamento:Os riscos de utilização durante o aleitamento são determinados pelas características dos medicamentos adicionados.
Precauções Gerais
Durante a adição do medicamento à solução de cloreto de sódio deverá manter-se a máxima assepsia.



A solução deverá ser transparente e não deve conter precipitados, caso ocorra alguma alteração a solução não deverá ser administrada.



Quando utilizado em perfusão, o Cloreto de Sódio pode tornar manifesta uma insuficiência cardíaca latente e deve ser usado com precaução em doentes com hipertensão arterial ou pulmonar, insuficiência cardíaca latente, pré-eclampsia, corticoterapia crónica ou outras situações associadas a retenção de sódio.

Não deve ser usado para induzir o vómito, dado que essa prática pode resultar em hipernatremia.
Cuidados com a Dieta
Não existe qualquer interacção entre o Cloreto de Sódio e alimentos ou bebidas
Terapêutica Interrompida
Não tome uma dose a dobrar para compensar uma dose que se esqueceu de tomar.
Cuidados no Armazenamento
Não necessita de precauções especiais de conservação.


Manter fora do alcance e da vista das crianças.
Espetro de Suscetibilidade e Tolerância Bacteriológica
Sem informação.

Tolvaptano + Cloreto de sódio

Observações: N.D.
Interações: Efeito de outros medicamentos na farmacocinética de tolvaptano: Coadministração com medicamentos que aumentam a concentração sérica de sódio: Não há experiência de ensaios clínicos controlados com o uso concomitante de tolvaptano e soro fisiológico hipertónico, formulações orais de sódio e medicamentos que aumentem a concentração sérica de sódio. Os medicamentos com elevado teor de sódio, como por exemplo preparações analgésicas efervescentes e certos tratamentos para a dispepsia que contêm sódio, também podem aumentar a concentração sérica de sódio. O uso concomitante de tolvaptano com medicamentos que aumentem a concentração sérica de sódio pode resultar num risco mais elevado de desenvolvimento de hipernatremia e, por conseguinte, não é recomendado.
 Redutora do efeito Terapêutico/Tóxico

Benazepril + Cloreto de sódio

Observações: N.D.
Interações: Cloreto de sódio: Diminuição do efeito antihipertensivo.
 Redutora do efeito Terapêutico/Tóxico

Benazepril + Hidroclorotiazida + Cloreto de sódio

Observações: N.D.
Interações: Sal: Diminuição da eficácia anti-hipertensora do Benazepril / Hidroclorotiazida.

Felodipina + Ramipril + Cloreto de sódio

Observações: A felodipina é um substrato do CYP3A4. Os dados de ensaios clínicos têm demonstrado que o duplo bloqueio do sistema renina-angiotensina-aldosterona (SRAA) através do uso combinado de inibidores da ECA, antagonistas dos recetores da angiotensina II ou aliscireno está associado a uma maior frequência de acontecimentos adversos, tais como hipotensão, hipercaliemia e função renal diminuída (incluindo insuficiência renal aguda) em comparação com o uso de um único fármaco com ação no SRAA.
Interações: Aumento da ingestão de sal no regime alimentar pode atenuar o efeito anti-hipertensor do Felodipina / Ramipril.

Moexipril + Cloreto de sódio

Observações: N.D.
Interações: Ter em consideração: O cloreto de sódio atenua o efeito anti-hipertensor do Moexipril.

Cloreto de potássio + Cloreto de sódio + Glucose + Cloreto de sódio

Observações: N.D.
Interações: Interações relacionadas com a presença de sódio: Os corticosteroides com atividade mineralocorticoide (tais como fludrocortisona) ou ACTH (corticotrofina) favorecem a retenção de água e sódio. Administração concomitante de soluções contendo cloreto de sódio e carbonato de lítio podem acelerar a excreção renal do lítio, causando uma diminuição na ação terapêutica deste fármaco.

Cloreto de sódio + Outros medicamentos

Observações: Não são conhecidas quaisquer interações.
Interações: Devem no entanto ser consideradas possíveis interações entre diferentes medicamentos diluídos ou reconstituídos em Cloreto de Sódio.
Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica.

Os riscos de utilização durante a gravidez e aleitamento são também determinados pelas características dos medicamentos adicionados.



Informação revista e atualizada pela equipa técnica do INDICE.EU em: 11 de Outubro de 2017