Cetuximab

DCI com Advertência na Gravidez DCI com Advertência no Aleitamento
O que é
O Cetuximab é um anticorpo monoclonal quimérico humano-murino que compete na ligação ao domínio extracelular do EGFR (epidermal growth fator recetor) prevenindo a sua ativação por ligantes endógenos.

O complexo recetor-anticorpo é internalizado na célula e degradado, o que resulta numa diminuição (down-regulation) da expressão do EGFR pelas células.

Tem sido utilizado no tratamento do cancro colorretal metastático e no cancro da cabeça e pescoço recorrentes, tanto como primeira linha (associado a derivados da platina) quanto como segunda linha, nos casos de falência do tratamento inicial.
Usos comuns
O Cetuximab é utilizado para tratar cancro do cólon e reto.

Também é usado para tratar o cancro de cabeça e pescoço.

Cetuximab é muitas vezes utilizado em combinação com outros medicamentos para o cancro.
Tipo
Biotecnologia
História
Sem informação.
Indicações
Para o tratamento do cancro colorretal metastático em Pacientes que são refratários a outros regimes de quimioterapia à base de irinotecano com expressão de EGFR.

O Cetuximab é também indicado para o tratamento do carcinoma de células escamosas da cabeça e pescoço em conjunto com radioterapia.
Classificação CFT

16.03 : IMUNOMODULADORES

Mecanismo De Ação
Cetuximab liga-se ao recetor do fator de crescimento epidérmico (EGFr) em ambas as células normais e tumorais. EGFr é sobre-expresso em muitos tipos de cancro colorretal.

Cetuximab inibe competitivamente a ligação do fator de crescimento epidérmico (EGF) e TGF alfa, reduzindo desse modo os seus efeitos sobre o crescimento celular e metástase.
Posologia Orientativa
Dose adulta usual para o cancro colorretal:
Dose inicial: 400 mg/m2, administrada como uma infusão intravenosa 2 horas (velocidade máxima de perfusão 5 mL/min).

Dose de manutenção: 250 mg/m2 em perfusão durante 1 hora (taxa de infusão de um máximo de 5 mL/min), uma vez por semana.
Se administrada em combinação com (FOLFIRI), a perfusão com cetuximab deve ser completada uma hora antes (FOLFIRI).

Dose adulta usual para o carcinoma espinocelular:
Nota: Em combinação com a terapia de radiação, Cetuximab é aprovado pelo FDA para o tratamento inicial de local ou regionalmente avançado carcinoma de células escamosas da cabeça e pescoço.

Em combinação com a terapia baseada em platina com 5-FU, cetuximab é indicado para o tratamento de primeira linha de Pacientes com doença loco-regional recorrente ou carcinoma de células escamosas metastático da cabeça e pescoço.

Como um agente único, Cetuximab é indicado para o tratamento de Pacientes com carcinoma de células escamosas recorrente ou metastático da cabeça e do pescoço para os quais a terapia base de platina falhou.

Como parte da terapia de combinação:
Dose de Carregamento inicial: 400 mg/m2 como uma infusão intravenosa de 120 minutos (velocidade de infusão de um máximo de 5 mL/min) uma semana antes do início de um curso de radioterapia ou no dia do início da terapia à base de platina com 5-FU.

Semanalmente Dose de manutenção: 250 mg/m2 com infusão mais de 60 minutos (velocidade máxima de infusão de 5 mL/min) semanais durante todo o período de terapia de radiação (6 a 7 semanas), ou até que a progressão da doença ou toxicidade inaceitável quando administrada em combinação com a terapia à base de platina com 5-FU.

Completa administração Cetuximab 1 hora antes da terapia de radiação ou terapia à base de platina com 5-FU.

Terapia único agente:
Dose inicial: 400 mg/m2 por perfusão durante 120 minutos.

Dose semanal de manutenção: 250 mg/m2, como perfusão intravenosa de 60 minutos, semanalmente, até a progressão da doença ou toxicidade inaceitável.
Administração
Via IV.
Contraindicações
Não use Cetuximab se:
– é alérgico a qualquer ingrediente em Cetuximab
– está usando Cetuximab para tratar o cancro colorretal e tem um certo tipo de mutação genética (K-RAS).
Efeitos Indesejáveis/Adversos
Todos os medicamentos podem causar efeitos colaterais, mas muitas pessoas não os têm, ou são menores, os efeitos colaterais.

Verifique com o Médico se qualquer destes efeitos secundários mais comuns persistirem ou se tornarem incómodos:
Mudanças nas unha; obstipação, diarreia, boca seca, pele seca, queda de cabelo, cefaléia, dor nas articulações; indigestão, perda de apetite; acne leve; leve dor de garganta, náuseas, dor de estômago; alterações do paladar; cansaço; dificuldade para dormir; vómitos, fraqueza, perda de peso.

Procure ajuda médica imediatamente se algum destes efeitos secundários graves ocorrem:
reações alérgicas graves (rash, urticária, comichão, dificuldade em respirar ou engolir; aperto no peito, inchaço da boca, face, lábios ou língua; rouquidão incomum); dor óssea; ardor, dormência ou comichão; no peito, mandíbula, ou dor no braço, confusão; tosse com sangue; diminuição da urina; dor no olho ou pálpebra, vermelhidão, inchaço ou irritação; desmaios, febre, calafrios, dor de garganta ou persistente, alterações mentais ou do humor (por exemplo, ansiedade, depressão); moderada a alterações graves na pele (por exemplo, bolhas, rachaduras, descamação, inchaço ou pele dolorosa; moderada a severa vermelhidão ou prurido; escorrendo da pele), dor muscular, fraqueza ou cãibras, problemas pulmonares ou respiratórios ou agravamento (por exemplo, tosse, falta de ar), dor, vermelhidão ou inchaço no local da injeção ou perto do leito ungueal; dor de cabeça severa, acne grave ou persistente; feridas nos lábios ou na boca; torcicolo; náuseas ou vómitos repentinos, inchaço das mãos, pernas ou pés; sintomas de níveis baixos de magnésio no sangue (por exemplo, batimento cardíaco irregular; dores musculares ou espasmos; convulsões; lentidão; tremor, perda anormal de apetite, náuseas, vómitos ou fraqueza); transpiração incomum, boca muito seca ou olhos.
Advertências

Sem informação.

Precauções Gerais
O Cetuximab pode causar tonturas.
Este efeito pode ser pior se ingerir álcool ou certos medicamentos.

Não conduzir ou realizar outras tarefas possivelmente inseguras até que saiba como reage a ele.

O Cetuximab pode causar-lhe queimaduras com mais facilidade.
Evite o sol, lâmpadas solares ou cabines de bronzeamento até saber como reage ao Cetuximab.

Se ocorrerem náuseas, perda de apetite, vómitos ou diarreia, terá que tomar cuidado para não ficar desidratado.

O Cetuximab pode diminuir a capacidade do seu organismo para combater a infeção.
Evite o contato com pessoas que têm constipações ou infeções.
Informe o médico se notar sinais de infeção, tais como febre, dor de garganta, erupção cutânea, ou arrepios.

Homens que tomam Cetuximab devem sempre usar um preservativo ao fazer sexo com uma mulher que pode engravidar. Faça isso durante o tempo em que estiver a tomar Cetuximab e até 6 meses depois de parar de o tomar.

As mulheres que são capazes de engravidar devem utilizar um método contracetivo eficaz durante a utilização de Cetuximab e por pelo menos 6 meses após a última dose.

Não tomar uma vacina viva (por exemplo, sarampo, papeira) enquanto estiver a tomar Cetuximab. Converse com o Médico antes de receber qualquer vacina.

Exames laboratoriais, incluindo eletrólitos no sangue, podem ser executados enquanto usa Cetuximab e durante 8 semanas depois de parar de usá-lo.

O Cetuximab deve ser usado com extrema cautela em crianças, segurança e eficácia em crianças não foram confirmados.
Cuidados com a Dieta
Como é administrado por via intravenosa, não são necessárias restrições relativas à comida ou bebidas.
Terapêutica Interrompida
Fale com o seu Médico para obter instruções se perder uma marcação para a sua perfusão com Cetuximab.
Cuidados no Armazenamento
O Cetuximab é geralmente manipulado e armazenado por um prestador de cuidados de saúde.

Mantenha Cetuximab fora do alcance de crianças e longe de animais de estimação.
Espectro de Suscetibilidade e Tolerância Bacteriológica
Sem informação.
Potencialmente Grave

Cetuximab + Capecitabina

Observações: Não foram realizados outros estudos formais de interação com o cetuximab em humanos.
Interações: Em associação com fluoropirimidinas, a frequência de isquemia cardíaca incluindo enfarte do miocárdio e insuficiência cardíaca congestiva, assim como a frequência da síndrome mãos - pés (eritrodisestesia palmo - plantar) aumentaram relativamente à perfusão apenas com fluoropirimidinas. Em associação com capecitabina e oxaliplatina, a frequência da diarreia grave pode estar aumentada. - Capecitabina
Potencialmente Grave

Cetuximab + Oxaliplatina

Observações: Não foram realizados outros estudos formais de interação com o cetuximab em humanos.
Interações: Em associação com capecitabina e oxaliplatina, a frequência da diarreia grave pode estar aumentada. - Oxaliplatina
Sem efeito descrito

Cetuximab + Irinotecano

Observações: Não foram realizados outros estudos formais de interação com o cetuximab em humanos.
Interações: Um estudo formal de interações mostrou que as características farmacocinéticas do cetuximab permanecem inalteradas após a coadministração de uma dose única de irinotecano (350 mg/ m² de superfície corporal). Do mesmo modo, a coadministração do cetuximab não alterou a farmacocinética do irinotecano. - Irinotecano
Potencialmente Grave

Cetuximab + Quimioterapia

Observações: Não foram realizados outros estudos formais de interação com o cetuximab em humanos.
Interações: Em associação com a quimioterapia à base de compostos de platina, a frequência de leucopenia grave ou neutropenia grave pode aumentar, o que pode provocar uma taxa mais elevada de complicações infeciosas tais como neutropenia febril, pneumonia e sépsis comparativamente a quimioterapia à base de compostos de platina por si só. - Quimioterapia
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Cetuximab + Fluoropirimidinas

Observações: Não foram realizados outros estudos formais de interação com o cetuximab em humanos.
Interações: Em associação com fluoropirimidinas, a frequência de isquemia cardíaca incluindo enfarte do miocárdio e insuficiência cardíaca congestiva, assim como a frequência da síndrome mãos - pés (eritrodisestesia palmo - plantar) aumentaram relativamente à perfusão apenas com fluoropirimidinas. - Fluoropirimidinas
Usar com precaução

Pazopanib + Cetuximab

Observações: n.d.
Interações: Efeitos do pazopanib noutros medicamentos: O pazopanib é um inibidor in vitro da enzima uridina difosfoglucuronosil-transferase 1A1 (UGT1A1). O metabolito ativo do irinotecano, SN-38, é um substrato para OATP1B1 e UGT1A1. A administração concomitante de pazopanib 400 mg uma vez por dia com cetuximab 250 mg/m2 e irinotecano 150 mg/m2 resultou num aumento de aproximadamente 20% na exposição sistémica ao SN-38. O pazopanib poderá ter um maior impacto na biodisponibilidade de SN-38 em sujeitos com polimorfismo de UGT1A1*28 relativamente a sujeitos com alelo tipo selvagem. Porém, o genótipo UGT1A1 nem sempre foi preditivo para o efeito do pazopanib na biodisponibilidade de SN-38. Deve ter-se atenção especial quando pazopanib é coadministrado com substratos de UGT1A1. - Cetuximab
Identificação dos símbolos utilizados na descrição das Interações do Cetuximab
Informe o seu Médico ou Farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica (OTC), Produtos de Saúde, Suplementos Alimentares ou Fitoterapêuticos.

As mulheres que são capazes de engravidar devem utilizar um método contracetivo eficaz durante a utilização de Cetuximab e por pelo menos 6 meses após a última dose.

Não se sabe se o Cetuximab pode causar danos ao feto. Se ficar grávida, contate o médico. Vai precisar de discutir os benefícios e riscos do uso de Cetuximab, enquanto estiver grávida.

Não se sabe se o Cetuximab é encontrado no leite materno. Faça por não amamentar ao usar Cetuximab ou por 60 dias após a última dose.
Informação revista e actualizada pela equipa técnica do INDICE.EU em: 18 de Setembro de 2020