Cetotifeno

DCI com Advertência na Gravidez DCI com Advertência no Aleitamento DCI com Advertência na Insuficiência Hepática DCI com Advertência na Condução DCI/Medicamento Sujeito a Receita Médica (a ausência deste simbolo pressupõe Medicamento Não Sujeito a Receita Médica)
O que é
Cetotifeno (fumarato) é um fármaco anti-histamínico utilizado no tratamento de alergias, como rinites, conjutivites e profilaxia de crises de asma.

Tem afinidade para os recetores H1 da histamina e inibe também leucotrienos.
Usos comuns
Tratamento de alergias, como rinites, conjutivites e profilaxia de crises de asma.
Tem afinidade para receptores H1 da histamina e inibe também leucotrienos.
Tipo
pequena molécula
História
Sem informação.
Indicações
Oral:
Tratamento preventivo da asma brônquica, especialmente quando associado com sintomas atópicos.

Não interrompe as crises de asma já desencadeadas.

Prevenção e tratamento de perturbações alérgicas multi-sistema:
– urticária crónica;
– dermatite atópica;
– rinite alérgica e conjuntivite.

Oftálmico:
Tratamento sintomático da conjuntivite alérgica sazonal.
Classificação CFT
05.01.05     Antiasmáticos de ação profiláctica 15.02.03     Outros anti-inflamatórios, descongestionantes e antialérgicos
Mecanismo De Ação
O Cetotifeno é um antiasmático não broncodilatador que inibe o efeito de certas substâncias endógenas reconhecidas como mediadores inflamatórios, exercendo assim uma atividade antialérgica.
Posologia Orientativa
Oral:
Adultos:
1 cápsula de (1 mg) 2 vezes ao dia (com as refeições da manhã e da noite).

Nos doentes suscetíveis a sedação, é recomendado um aumento posológico lento durante a primeira semana de tratamento, começando-se por 1 cápsula à noite aumentando depois para a dose terapêutica ótima.

A posologia diária pode ser aumentada para 4 mg se necessário, i.e. 2 cápsulas duas vezes ao dia. Com doses mais elevadas pode esperar-se um início de ação mais rápido.

População pediátrica:
Crianças entre os 6 meses e os 3 anos: 0,05 mg (= 0,25 ml de xarope) por Kg de peso corporal 2 vezes por dia (de manhã e à noite).

Exemplo: uma criança de 10 Kg receberia 2,5 ml (= ½ colher de chá) de xarope, de
manhã e à noite.

Crianças com mais de 3 anos:
5 ml de xarope (uma colher de chá) ou 1 cápsula duas vezes ao dia com a refeição da manhã e da noite.

Oftálmico:
Adultos, idosos e crianças (com idade igual ou superior a 3 anos)
Uma gota de no saco conjuntival, duas vezes por dia.
Administração
Oral:
Cápsulas e xarope, deve ser administrado oralmente com as refeições; as cápsulas devem ser engolidas com quantidade suficiente de líquido.

Oftálmico:
Não injetar, não engolir; este medicamento destina-se a ser aplicado no olho (uso oftálmico).

Os doentes devem ser instruídos:
– para rejeitar as primeiras 5 gotas antes da primeira utilização.
Com exceção da primeira utilização, não é necessário rejeitar as primeiras 5 gotas,
– para lavar cuidadosamente as mãos antes da instilação,
– para não tocar com a extremidade do conta-gotas no olho ou nas pálpebras, de forma a evitar a contaminação.
Contraindicações
- Hipersensibilidade à substância ativa.
- Epilepsia;
- Doentes em tratamento com antidiabéticos orais;
- Aleitamento.
Efeitos Indesejáveis/Adversos
Reações adversas frequentes:
Que afetam de 1 a 10, em cada 100 doentes
– Excitação
– Irritabilidade
– Incapacidade de dormir (insónia)
– Nervosismo

Reações adversas pouco frequentes:
Que afetam menos de 1, em cada 100 doentes
– Tonturas
– Sensação de queimadura a urinar, necessidade de urinar com frequência e com urgência (cistite)
– Boca seca

Reações adversas raras:
Que afetam menos de 1, em cada 1.000 doentes
– Sonolência
– Aumento de peso

Reações adversas muito raras:
Que afetam menos de 1, em cada 10.000 doentes
– Se tiver erupções cutâneas, vermelhidão na pele, bolhas nos lábios, olhos e boca acompanhadas de febre, arrepios, dor de cabeça, tosse e dores no corpo,
– Se tiver a pele e os olhos amarelados, urina mais escura (um sinal de iterícia, de problema do fígado ou de hepatite),

No início do tratamento, pode ocorrer sedação, secura de boca e tonturas que geralmente desaparecem espontaneamente com a continuação do tratamento. Tem existido relatos de náusea, vómitos, cefaleias, convulsões, urticária e prurido.

Foram observados sintomas de estimulação do SNC, tais como excitação, irritabilidade, insónia e nervosismo, particularmente em crianças.
Advertências
Gravidez
Gravidez:Ver Anti-histamínicos H1. Risco fetal desconhecido, por falta de estudos alargados.
Aleitamento
Aleitamento:Ver Anti-histamínicos H1.
Insuf. Hepática
Insuf. Hepática:Risco de sedação; evitar na IH grave.
Conducao
Conducao:Altera a capacidade de condução.
Precauções Gerais
O Cetotifeno não é eficaz na prevenção ou tratamento de ataques agudos de asma.


No início de um tratamento prolongado com Cetotifeno, nunca se deve parar abruptamente qualquer medicação antiasmática sintomática ou profilática já instituída.

Esta precaução aplica-se principalmente aos corticosteróides sistémicos, devido à possível existência de insuficiência cortico-suprarrenal nos doentes esteróido-dependentes; neste caso, a normalização da resposta hipófiso-suprarrenal pode levar até um ano.

Em casos raros observou-se uma trombocitopenia reversível em doentes tratados simultaneamente com Cetotifeno e antidiabéticos orais.

A administração simultânea destes fármacos deve ser evitada.

Deve efetuar-se contagens plaquetárias nos doentes sujeitos a esta associação medicamentosa.

São muito raros os relatos de convulsões durante o tratamento com Cetotifeno.

Considerando que Cetotifeno pode baixar o limiar da crise, a sua utilização em doentes com história de epilepsia deve ser cautelosa.

Deve ser tido em consideração o teor em hidratos de carbono do xarope (5 ml = 3 g carbohidratos).

Nos casos de atenção reduzida, possivelmente devido aos efeitos sedativos do Cetotifeno, a dose deve ser reduzida.

Este medicamento contém xarope de glucose hidrogenada.

Doentes com problemas hereditários raros de intolerância à frutose não devem tomar este medicamento.
Cuidados com a Dieta
Tomar com as refeições.
Informe o seu Médico ou Farmacêutico se consome bebidas alcoólicas.
Terapêutica Interrompida
Oral:
Não tome uma dose a dobrar para compensar uma dose que se esqueceu de tomar.

Oftálmico:
Aplique uma gota logo que possível e depois retome o seu esquema habitual de administração. Certifique-se de que a gota é aplicada no seu olho. Não administre uma dose a dobrar para compensar uma dose de que se esqueceu.
Cuidados no Armazenamento
Cápsulas: conservar a temperatura inferior a 30 ºC.
Xarope: conservar a temperatura inferior a 25ºC.
Oftálmico: Não conservar acima de 25 ºC.

O frasco não é estéril, mas o seu conteúdo é estéril até à abertura do frasco.
Após a abertura do frasco, o colírio pode ser armazenado durante apenas 4 semanas.
Manter fora do alcance e da vista das crianças.
Espetro de Suscetibilidade e Tolerância Bacteriológica
Sem informação.
 Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Cetotifeno + Álcool

Observações: N.D.
Interações: A utilização de formas farmacêuticas orais de cetotifeno pode potenciar os efeitos depressores do Sistema Nervoso Central (SNC), dos anti-histamínicos e do álcool. Apesar de não terem sido observados com colírios contendo cetotifeno, a possibilidade da ocorrência destes efeitos não pode ser excluída com o uso de Cetotifeno.
 Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Cetotifeno + Antihistamínicos

Observações: N.D.
Interações: A utilização de formas farmacêuticas orais de cetotifeno pode potenciar os efeitos depressores do Sistema Nervoso Central (SNC), dos anti-histamínicos e do álcool. Apesar de não terem sido observados com colírios contendo cetotifeno, a possibilidade da ocorrência destes efeitos não pode ser excluída com o uso de Cetotifeno.
 Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Cetotifeno + Depressores do SNC

Observações: N.D.
Interações: A utilização de formas farmacêuticas orais de cetotifeno pode potenciar os efeitos depressores do Sistema Nervoso Central (SNC), dos anti-histamínicos e do álcool. Apesar de não terem sido observados com colírios contendo cetotifeno, a possibilidade da ocorrência destes efeitos não pode ser excluída com o uso de Cetotifeno.

Cetotifeno + Outros medicamentos

Observações: N.D.
Interações: Se Cetotifeno for usado concomitantemente com outros medicamentos de uso oftálmico, deve respeitar-se um intervalo mínimo de 5 minutos entre a administração das diferentes medicações.
Informe o seu Médico ou Farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica.
Deve ser administrado à mulher grávida apenas nos casos de absoluta necessidade.

As mães tratadas com Cetotifeno não devem amamentar.

Pode acontecer que as reações dos doentes sejam afetadas nos primeiros dias de tratamento com Cetotifeno.
É portanto aconselhável prudência na condução de veículos ou utilização de máquinas.

Informação revista e atualizada pela equipa técnica do INDICE.EU em: 11 de Outubro de 2017