Bifonazol

DCI com Advertência no Aleitamento
O que é
Bifonazol é um fármaco com propriedades antimicóticas.
É um imidazólico, com acção ampla sobre dermatófitos, mofos, leveduras, candidíases, pitiríase versicolor, entre outras.
Na forma bruta o fármaco é um pó cristalino branco ou quase branco, praticamente insolúvel na água e solúvel no etanol.
Usos comuns
O bifonazol possui um amplo espetro de actividade o que lhe permite a eliminação eficaz de um grande número de fungos, responsáveis por várias doenças da pele (dermatomicoses) localizadas nas mãos e pés.
Também é eficaz em outras afecções fúngicas cutâneas, nomeadamente a pitiríase versicolor.

Bifonazol utilizado para tratamento local de várias infecções fúngicas, nomeadamente:
- Micoses das mãos e pés (conhecido por “pé-de-atleta”);
- Pitiríase versicolor (micose caracterizada por manchas esbranquiçadas no tórax e abdómen
Tipo
Molécula pequena.
História
Sem informação.
Indicações
Bifonazol utilizado para tratamento local de várias infecções fúngicas, nomeadamente:
- Micoses das mãos e pés (conhecido por “pé-de-atleta”);
- Pitiríase versicolor (micose caracterizada por manchas esbranquiçadas no tórax e abdómen
Classificação CFT

13.01.03 : Antifúngicos

Mecanismo De Ação
O bifonazol funciona inibindo a produção de uma substância denominada ergosterol, que é um componente essencial das membranas da célula fúngica.

Actua para desestabilizar a enzima fúngica citocromo P450 51 (também conhecida como lanosterol 14 alfa-desmetilase).

Isto é vital na estrutura da membrana celular do fungo.

A sua inibição conduz à lise celular.

A interrupção da produção de ergosterol rompe a membrana da célula e provoca o aparecimento de orifícios.

As membranas celulares dos fungos são vitais para a sua sobrevivência.

Impedem as substâncias indesejadas de entrar nas células e interrompem a saída do conteúdo das células para fora.

Como o bifonazol provoca o aparecimento de orifícios nas membranas celulares, podem sair componentes essenciais das células fúngicas.

Isto destroi os fungos.
Posologia Orientativa
Aplicar 1 vez/dia, ao deitar.
Administração
Uso cutâneo.
Contraindicações
Hipersensibilidade ao Bifonazol.
Não aplicar nos olhos.
Efeitos Indesejáveis/Adversos
Rubor local passageiro e irritação no rebordo ou leito ungueal.
Advertências
Aleitamento
Aleitamento
Aleitamento:Nos três primeiros meses de gravidez só deverá ser utilizado sob recomendação médica.
Precauções Gerais
Se já teve de reacções alérgicas a outros medicamentos antifúngicos imidazólicos (por ex., econazol, clotrimazol, miconazol), deve utilizar medicamentos contendo bifonazol com cuidado.

Evitar o contacto com os olhos.
Pode ser aplicado em pessoas idosas.

Informe o médico ou farmacêutico se estiver a utilizar ou tiver utilizado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica.
Não se conhecem alterações do efeito do Bifonazol pelo facto de se tomarem outros medicamentos.
Cuidados com a Dieta
Não aplicável.
Terapêutica Interrompida
Não aplicar quantidades maiores de Bifonazol para compensar uma dose que se esqueceu de aplicar.
Cuidados no Armazenamento
Não conservar acima de 25°C.
Conservar na embalagem de origem.

Mantenha todos os medicamentos fora do alcance de crianças e animais de estimação.

Não deite fora quaisquer medicamentos na canalização ou no lixo doméstico. Pergunte ao seu médico, enfermeiro ou farmacêutico como deitar fora os medicamentos que já não utiliza. Estas medidas ajudarão a proteger o ambiente.
Espectro de susceptibilidade e Tolerância Bacteriológica
Sem informação.
Informe o seu Médico ou Farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica (OTC), Produtos de Saúde, Suplementos Alimentares ou Fitoterapêuticos.

Consulte o médico ou farmacêutico antes de utilizar qualquer medicamento.

Nos três primeiros meses de gravidez, em mulheres que estão a amamentar e em crianças pequenas (bebés) Bifonazol só deverá ser utilizado sob recomendação médica.

Durante o período de aleitamento, o bifonazol não deverá ser aplicado na área peitoral.
Informação revista e actualizada pela equipa técnica do INDICE.EU em: 09 de Julho de 2021