Bambuterol

DCI com Advertência na Gravidez
O que é
Bambuterol é um agonista beta-adrenérgico de ação prolongada (LABA) utilizado no tratamento da asma, e é também um pró-fármaco da terbutalina.
Usos comuns
Como outro LABA, bambuterol é utilizado na gestão de longo prazo da asma persistente.

Não deve ser usado como medicação de resgate para o alívio a curto prazo dos sintomas de asma.
Tipo
pequena molécula
História
Sem informação.
Indicações
Asma brônquica.

Bronquite crónica, enfisema e outras doenças pulmonares onde o broncoespasmo é uma complicação.
Classificação CFT
n.d.     n.d.
Mecanismo De Ação
Os efeitos farmacológicos de bambuterol são, pelo menos em parte, devidos à estimulação através dos receptores beta-adrenérgicos (receptores beta-2) de adenilciclase intracelular, a enzima que catalisa a conversão da adenosina trifosfato (ATP) para o AMP cíclico.

Níveis aumentados de AMP cíclico estão associados ao relaxamento do músculo liso brônquico e inibição da libertação de mediadores de hipersensibilidade imediata das células, especialmente a partir de mastócitos.
Posologia Orientativa
Bambuterol deve ser usado como terapia de manutenção da asma e outras pneumopatias onde o broncoespasmo é uma complicação.

Bambuterol deve ser administrado uma vez ao dia, preferencialmente ao deitar.

A dose deve ser individualizada.

Adultos e idosos: a dose inicial recomendada é de 10 mg (10 ml).

Dependendo do efeito clínico, a dose pode ser aumentada para 20 mg (20 ml) após 1 a 2 semanas.

Em pacientes que previamente toleraram bem a administração oral de agonistas beta-2, a dose inicial recomendada é de 20 mg (20 ml).

Em pacientes com insuficiência renal (taxa de filtração glomerular < 50 ml/min) a dose inicial recomendada é de 5 mg (5 ml), podendo ser aumentada para 10 mg (10 ml) após 1 a 2 semanas de tratamento, dependendo do efeito clínico.

Crianças de 6 a 12 anos: a dose inicial recomendada é 10 mg (10 ml).

A dose pode ser aumentada para 20 mg (20 ml) após 1 a 2 semanas, dependendo do efeito clínico.

Devido às diferenças na cinética, doses acima de 10 mg não são recomendadas em crianças orientais.

Crianças de 2 a 5 anos: a dose normal recomendada é de 10 mg (10 ml) e, devido às diferenças na cinética, é de 5 mg (5 ml) em crianças orientais.
Administração
Via oral.
Contraindicações
Bambuterol está contra-indicado na gravidez e em pessoas com insuficiência hepática grave.

Pode ser usado por pessoas com insuficiência renal, mas são necessários ajustes de dose.
Efeitos Indesejáveis/Adversos
O perfil de efeitos adversos de bambuterol é semelhante ao de salbutamol, e pode incluir fadiga, náusea, palpitação, dor de cabeça, tonturas e tremores.
Advertências
Gravidez
Gravidez:Não administrar durante a gravidez
Precauções Gerais
Devido a diferenças na cinética, doses acima de 10 mg não são recomendadas em crianças orientais.
Cuidados com a Dieta
Pode ser administrado independentemente das refeições.
Terapêutica Interrompida
Não utilizar uma dose a dobrar para compensar uma dose que se esqueceu de tomar.
Cuidados no Armazenamento
Manter fora do alcance e da vista das crianças.
Espetro de Suscetibilidade e Tolerância Bacteriológica
Sem informação.

Cloreto de mivacúrio + Bambuterol

Observações: N.D.
Interações: Fármacos que possam reduzir a atividade das colinesterases plasmáticas podem também prolongar o bloqueio neuromuscular do Cloreto de mivacúrio. Incluem-se: fármacos Antimicóticos, inibidores da monoaminoxidase, ecotiopato de iodeto, pancurónio, organofosfatos, anticolinesterases, algumas hormonas e bambuterol.
 Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Bambuterol + Corticosteroides

Observações: N.D.
Interações: A administração concomitante de bambuterol com corticosteróides, diuréticos e derivados de xantina (tais como teofilina) aumenta o risco de hipocalemia (diminuição dos níveis de potássio no sangue).
 Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Bambuterol + Diuréticos

Observações: N.D.
Interações: A administração concomitante de bambuterol com corticosteróides, diuréticos e derivados de xantina (tais como teofilina) aumenta o risco de hipocalemia (diminuição dos níveis de potássio no sangue).
 Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Bambuterol + XANTINAS (Derivados da Metilxantina)

Observações: N.D.
Interações: A administração concomitante de bambuterol com corticosteróides, diuréticos e derivados de xantina (tais como teofilina) aumenta o risco de hipocalemia (diminuição dos níveis de potássio no sangue).
 Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Bambuterol + Teofilina

Observações: N.D.
Interações: A administração concomitante de bambuterol com corticosteróides, diuréticos e derivados de xantina (tais como teofilina) aumenta o risco de hipocalemia (diminuição dos níveis de potássio no sangue).

Bambuterol + Cloreto de suxametónio

Observações: N.D.
Interações: Bambuterol age como um inibidor de colinesterase, e pode prolongar a duração da ação do suxametónio (succinilcolina) e outras drogas cuja quebra no corpo depende da função da colinesterase. Actividade de butirilcolinesterase retorna ao normal cerca de duas semanas após o bambuterol está parado.
 Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Bambuterol + Bloqueadores neuromusculares

Observações: N.D.
Interações: Também pode aumentar os efeitos de agentes bloqueadores neuromusculares não despolarizantes, tais como o brometo de vecurónio.
 Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Bambuterol + Brometo de vecurónio

Observações: N.D.
Interações: Também pode aumentar os efeitos de agentes bloqueadores neuromusculares não despolarizantes, tais como o brometo de vecurónio.

Furazolidona + Bambuterol

Observações: N.D.
Interações: A utilização de furazolidona com qualquer um dos seguintes medicamentos não é geralmente recomendada, mas pode ser necessária em alguns casos. - Salbutamol (albuterol) - Altretamina - Anfetamina - Formoterol (Arformoterol) - Abacate - Bambuterol - Laranja amarga - Clenbuterol - Difenoxina - Difenoxilato - Dolasetrona - Droperidol - Efedrina - Etcorvinol - Fenoterol - Fentanilo - Formoterol - Frovatriptano - Granisetron - Guaraná - Hexoprenalina - Hidrocodona - Hidromorfona - Indacaterol - Iobenguano (123I) - Isoetarina - Kava - Levalbuterol - Alcaçuz - Lisdexanfetamina - Lorcaserina - Ma Huang - Meperidina - Metaproterenol - Metaraminol - Morfina - Naratriptano - Norepinefrina - Olodaterol - Oxicodona - Palonossetrom - Fenilefrina - Fenilpropanolamina - Pirbuterol - Procaterol - Reboxetina - Reproterol - Ritodrina - Salmeterol - Erva de São João (Hipericão) - Terbutalina - Tretoquinol - Tulobuterol - Tirosina - Vilanterol - Ziprasidona
Deve informar o médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica.
Informação revista e atualizada pela equipa técnica do INDICE.EU em: 11 de Outubro de 2017