Anidulafungina

DCI com Advertência na Gravidez
O que é
A Anidulafungina ou Eraxis (Ecalta na Europa) é uma equinocandina semissintética usada como um medicamento antifúngico.

A Anidulafungina foi originalmente fabricada e submetida à aprovação da FDA pela Vicuron Pharmaceuticals.

A Pfizer adquiriu o fármaco a partir da aquisição da Vicuron no outono de 2005.

A Pfizer obteve a aprovação da Food and Drug Administration (FDA) em 21 de fevereiro de 2006, do produto que anteriormente era conhecido como LY303366.

Há evidência preliminar de que tem um perfil de segurança semelhante à caspofungina.

Tem eficácia comprovada contra a candidíase esofágica, mas o seu uso principal será, provavelmente, nos casos de infeção invasiva por Cândida. Também pode ter aplicação no tratamento de infeção invasiva por Aspergillus.

É um dos membros da classe de medicamentos antifúngicos conhecidos como as equinocandinas; o seu mecanismo de ação é por inibição de (1 → 3)-β-D-glucano-sintase, uma enzima importante na síntese da parede celular dos fungos.
Usos comuns
No tratamento de certos tipos de infeções fúngicas.

A Anidulafungina é um antifúngico equinocandina.

Funciona eliminando os fungos sensíveis.
Tipo
Molécula pequena.
História
Sem informação.
Indicações
Para uso no tratamento das seguintes infeções fúngicas: candidémia e outras formas de infeções por Candida (abcesso intra-abdominal e peritonite), infeções por Aspergillus, e candidíase esofágica.

Também considerado um tratamento alternativo na canaidiasis orofaríngea.
Classificação CFT

01.02 : Antifúngicos

Mecanismo De Ação
A Anidulafungina é uma equinocandina semissintética com atividade antifúngica.
A Anidulafungina inibe a glucano-sintase, uma enzima presente nas células dos fungos, mas não das células dos mamíferos.

Daqui resulta a inibição da formação do 1,3-β-D-glucano, um componente essencial da parede das células fúngicas, levando à instabilidade osmótica e morte da célula.
Posologia Orientativa
Candidémia ou outras infeções por Cândida (abcesso intra-abdominal e peritonite)
Adultos: IV de dose única de 200 mg de carga no dia 1 seguida por 100 mg / dia, em seguida, geralmente durante pelo menos 14 dias após a última cultura positiva.

Candidíase esofágica.
Adultos: IV dose única de 100 mg de carga no dia 1 seguido de 50 mg / dia, até perfazer um mínimo de 14 dias e pelo menos 7 dias após a resolução dos sintomas.
Administração
Via intravenosa.
Contraindicações
Não use Anidulafungina se:
– é alérgico a qualquer ingrediente em Anidulafungina ou para outro antifúngico equiinocandino (por exemplo, a caspofungina).

Contacte o seu Médico ou Profissional de Saúde imediatamente se algum destes se aplicar a si.
Efeitos Indesejáveis/Adversos
Todos os medicamentos podem causar efeitos colaterais, mas muitas pessoas não os têm, ou têm-nos mais leves.

Fale com seu Médico se qualquer destes efeitos secundários mais comuns persistirem ou se tornarem incómodos:
Prisão de ventre, diarreia, dor de cabeça, indigestão, dor de estômago leve, náuseas, dificuldade em dormir; vómitos.

Procure ajuda médica imediatamente se algum destes efeitos secundários graves ocorrem:
Reações alérgicas graves (rash, urticária, comichão, dificuldade em respirar; aperto no peito, inchaço da boca, face, lábios ou língua, rouquidão incomum ), dor torácica, confusão, depressão, urinar doloroso ou difícil; desmaios, febre, calafrios, tosse ou dor de garganta persistente; rubor; batimento cardíaco irregular; vermelhidão da perna ou no ventre , inchaço ou dor, dor muscular, fraqueza ou cãibras, dor, inchaço ou vermelhidão no local da injeção; convulsões, tontura grave ou persistente ou dor de cabeça; falta de ar, inchaço das mãos, tornozelos ou pés; sintomas de problemas hepáticos (por exemplo, urina escura, perda de apetite, fezes claras, dor de estômago grave, amarelamento da pele ou olhos ); nódoas negras ou sangramento; cansaço ou fraqueza incomum, problemas de visão (por exemplo, visão turva ); ruído ao respirar.

Esta não é uma lista completa de todos os efeitos secundários que podem ocorrer.

Se dúvidas sobre os efeitos colaterais, entre em contato com o seu provedor de cuidados de saúde.

Peça aconselhamento Médico sobre efeitos secundários.
Advertências
Gravidez
Gravidez
Gravidez:Todos os trimestres: B - Não há estudos adequados em mulheres. Em experiência em animais não foram encontrados riscos, mas foram encontrados efeitos colaterais que não foram confirmado nas mulheres, especialmente durante o último trimestre de gravidez.
Precauções Gerais
É muito importante que o médico o acompanhe de perto enquanto está a receber Anidulafungina, para garantir que o remédio funciona corretamente. Podem ser necessários exames de sangue para verificar se há efeitos indesejáveis.

Informe o médico imediatamente se tiver quaisquer sintomas de problemas de fígado, incluindo urina de cor escura ou fezes claras, náuseas, vómitos, perda de apetite, dor no estômago superior, ou a pele ou olhos amarelados.

A Anidulafungina pode causar um tipo grave de reação alérgica designada por anafilaxia. Anafilaxia pode ser fatal e exige atenção médica imediata. Chame o médico imediatamente se tiver uma erupção cutânea, comichão, rouquidão, dificuldade em respirar, dificuldade em engolir, ou qualquer inchaço das mãos, rosto ou boca após tomar Anidulafungina.

É importante informar o médico se estiver grávida, ou a planear engravidar.
Cuidados com a Dieta
Como é administrado por via intravenosa (numa veia), não são necessárias restrições relativas à comida ou bebidas.
Terapêutica Interrompida
Não utilize uma dose a dobrar para compensar uma dose que se esqueceu de tomar.
Cuidados no Armazenamento
Guarde os frascos de solução reconstituída e solução diluída para perfusão entre 2° e 8° C.
Não congelar.
A solução reconstituída pode ser armazenada até 1 hora, a solução diluída para perfusão deve ser administrado dentro de 24 horas.
Espectro de Suscetibilidade e Tolerância Bacteriológica
Sem informação.
Sem efeito descrito

Anidulafungina + Ciclosporina

Observações: A anidulafungina não é um substrato indutor ou inibidor clinicamente relevante das isoenzimas do citocromo P450 (1A2, 2B6, 2C8, 2C9, 2C19, 2D6, 3A). De notar que os estudos in vitro não excluem por completo a possibilidade de interações in vivo. Foram realizados estudos de interação medicamentosa com a anidulafungina e outros fármacos passíveis de serem coadministrados. Apenas foram realizados estudos de interação em adultos.
Interações: Não é recomendado o ajuste da dose de nenhum dos fármacos quando a anidulafungina é coadministrada com a ciclosporina, voriconazol ou tacrolimus, e não é recomendado ajuste da dose de anidulafungina quando é coadministrada com anfotericina B ou rifampicina. - Ciclosporina
Sem efeito descrito

Anidulafungina + Tacrolímus

Observações: A anidulafungina não é um substrato indutor ou inibidor clinicamente relevante das isoenzimas do citocromo P450 (1A2, 2B6, 2C8, 2C9, 2C19, 2D6, 3A). De notar que os estudos in vitro não excluem por completo a possibilidade de interações in vivo. Foram realizados estudos de interação medicamentosa com a anidulafungina e outros fármacos passíveis de serem coadministrados. Apenas foram realizados estudos de interação em adultos.
Interações: Não é recomendado o ajuste da dose de nenhum dos fármacos quando a anidulafungina é coadministrada com a ciclosporina, voriconazol ou tacrolimus, e não é recomendado ajuste da dose de anidulafungina quando é coadministrada com anfotericina B ou rifampicina. - Tacrolímus
Sem efeito descrito

Anidulafungina + Voriconazol

Observações: A anidulafungina não é um substrato indutor ou inibidor clinicamente relevante das isoenzimas do citocromo P450 (1A2, 2B6, 2C8, 2C9, 2C19, 2D6, 3A). De notar que os estudos in vitro não excluem por completo a possibilidade de interações in vivo. Foram realizados estudos de interação medicamentosa com a anidulafungina e outros fármacos passíveis de serem coadministrados. Apenas foram realizados estudos de interação em adultos.
Interações: Não é recomendado o ajuste da dose de nenhum dos fármacos quando a anidulafungina é coadministrada com a ciclosporina, voriconazol ou tacrolimus, e não é recomendado ajuste da dose de anidulafungina quando é coadministrada com anfotericina B ou rifampicina. - Voriconazol
Sem efeito descrito

Anidulafungina + Anfotericina B

Observações: A anidulafungina não é um substrato indutor ou inibidor clinicamente relevante das isoenzimas do citocromo P450 (1A2, 2B6, 2C8, 2C9, 2C19, 2D6, 3A). De notar que os estudos in vitro não excluem por completo a possibilidade de interações in vivo. Foram realizados estudos de interação medicamentosa com a anidulafungina e outros fármacos passíveis de serem coadministrados. Apenas foram realizados estudos de interação em adultos.
Interações: Não é recomendado o ajuste da dose de nenhum dos fármacos quando a anidulafungina é coadministrada com a ciclosporina, voriconazol ou tacrolimus, e não é recomendado ajuste da dose de anidulafungina quando é coadministrada com anfotericina B ou rifampicina. - Anfotericina B
Sem efeito descrito

Anidulafungina + Rifampicina

Observações: A anidulafungina não é um substrato indutor ou inibidor clinicamente relevante das isoenzimas do citocromo P450 (1A2, 2B6, 2C8, 2C9, 2C19, 2D6, 3A). De notar que os estudos in vitro não excluem por completo a possibilidade de interações in vivo. Foram realizados estudos de interação medicamentosa com a anidulafungina e outros fármacos passíveis de serem coadministrados. Apenas foram realizados estudos de interação em adultos.
Interações: Não é recomendado o ajuste da dose de nenhum dos fármacos quando a anidulafungina é coadministrada com a ciclosporina, voriconazol ou tacrolimus, e não é recomendado ajuste da dose de anidulafungina quando é coadministrada com anfotericina B ou rifampicina. - Rifampicina
Identificação dos símbolos utilizados na descrição das Interações da Anidulafungina
– Avisar o Paciente ou Cuidador que este medicamento vai ser preparado e administrado por um Prestador de Cuidados de Saúde no ambiente hospitalar.

– Recomendar aos Doentes para notificar o seu Médico se alguma das seguintes reações adversas mais comuns persistirem ou se tornarem incómodos: diarréia, dor de cabeça, dor, inchaço ou vermelhidão no local da injeção.

– Informar os Pacientes que não foram relatados efeitos hepáticos graves isolados.

– Informar os Pacientes que o medicamento pode causar reações de hipersensibilidade (por exemplo, broncoespasmo, dispnéia, rubor, hipotensão, erupção cutânea, urticária), e aparecendo, relatá-los de imediato ao seu Prestador de Cuidados de Saúde.
Informação revista e actualizada pela equipa técnica do INDICE.EU em: 08 de Setembro de 2020