Amlodipina + Olmesartan medoxomilo

DCI com Advertência na Gravidez
O que é
Antagonistas da angiotensina II e bloqueadores dos canais do cálcio.
Usos comuns
Tratamento da pressão arterial elevada. Pode ser usado isoladamente ou com outros medicamentos.

Também pode ser usado para outras condições, tal como determinado pelo Médico.

Amlodipina / Olmesartana é uma combinação de um bloqueador dos canais de cálcio e de um antagosnista da angiotensina II, que funciona por relaxamento dos vasos sanguíneos.
Tipo
Sem informação.
História
Sem informação.
Indicações
Para o tratamento da hipertensão.
Classificação CFT

03.04.06 : ANTI-HIPERTENSORES (Outros)

Mecanismo De Ação
É uma combinação de um antagonista dos recetores da angiotensina II, o Olmesartan medoxomilo, e de um bloqueador dos canais de cálcio, o besilato de Amlodipina.

A combinação destas substâncias ativas tem um efeito anti-hipertensor aditivo, reduzindo a tensão arterial em maior grau do que cada componente em separado.
Posologia Orientativa
Adultos
Amlodipina 5 mg / Olmesartan 20 mg uma vez por dia inicialmente. Pode aumentar-se a dose após 1 a 2 semanas (no máximo, Amlodipina 10 mg / Olmesartana 40 mg, uma vez por dia).

Idoso
A terapia inicial com Amlodipina / Olmesartan não é recomendada em pacientes com 75 anos ou mais.

Comprometimento da função hepática
A terapia inicial com Amlodipina / Olmesartan não é recomendadA.
Administração
Via oral.
Contraindicações
Hipersensibilidade às substâncias ativas, aos derivados da di-hidropiridina ou a
qualquer um dos excipientes.
Segundo e terceiro trimestres de gravidez.
Insuficiência hepática grave e obstrução biliar.
Devido ao componente amlodipina, está também contraindicado em doentes
com:
– Hipotensão grave.
– Choque (incluindo choque cardiogénico).
– Obstrução do trato de saída do ventrículo esquerdo (por exemplo, estenose aórtica
de grau elevado).
– Insuficiência cardíaca hemodinamicamente instável após enfarte agudo do
miocárdio.
Efeitos Indesejáveis/Adversos
Cardiovasculares
Hipotensão arterial; hipotensão ortostática; palpitação.

Dermatológicos
Prurido, erupção cutânea.

Genitourinarios
Noctúria; frequência urinária.

Hematológicos
Diminuição da Hgb (hemoglobina) e Hct (hematócrito).

Diversos
Edema.
Advertências
Gravidez
Gravidez
Gravidez:Não administrar durante a gravidez
Precauções Gerais
Amlodipina / Olmesartan pode causar tonturas ou sonolência. Estes efeitos podem ser piores se tomar com álcool ou certos medicamentos. Usar Amlodipina / Olmesartan com cautela.

Não conduzir ou realizar outras tarefas potencialmente perigosas até que saiba como reagir aos efeitos do medicamento.

– Amlodipina / Olmesartan pode causar tonturas, tonturas ou desmaios; álcool, calor, exercício, ou febre podem aumentar esses efeitos. Para evitá-los, sentar-se ou levantar-se lentamente, especialmente na parte da manhã. Sente-se ou deite-se ao primeiro sinal de qualquer um destes efeitos.

– Pode levar até 2 semanas para obter o benefício integral de Amlodipina / Olmesartan. Não deixe de utilizar Amlodipina / Olmesartan sem falar primeiro com o médico.

– Um certo problema intestinal foi relatado em alguns doentes a tomar Amlodipina / Olmesartan. Isso já aconteceu no passado após a Amlodipina / Olmesartan ter sido lançado. Contacte o médico imediatamente se tiver diarreia grave ou persistente, ou perda de peso súbita ou inexplicada.

– Pacientes que tomam medicamentos para a tensão arterial elevada, muitas vezes sentem-se cansados ou trôpegos durante algumas semanas após o início do tratamento.

Não esqueçer a toma do medicamento mesmo que se sinta "normal ". Informe o médico se desenvolver quaisquer novos sintomas.

– Fale com seu Médico antes de usar um substituto de sal ou um produto que tenha potássio na sua composição.

– Se ocorrer o vómito, diarréia ou sudorese excessiva, o Doente terá que tomar cuidado para não ficar desidratado. Isso pode aumentar o risco de pressão arterial baixa. Contacte o médico para obter instruções.

– Informe o médico ou Dentista de que está a tomar Amlodipina / Olmesartan antes de receber qualquer assistência médica ou odontológica, atendimento de emergência, ou cirurgia.

– Fale com o médico ou Farmacêutico sobre todos os seus medicamentos para a pressão arterial e como usá-los. Não iniciar, parar ou mudar a dosagem de qualquer medicamento a tensão arterial, a menos que o médico lho diga.

– Exames laboratoriais, incluindo para a pressão arterial, função renal e níveis de eletrólitos no sangue, podem ser executados enquanto usa Amlodipina / Olmesartan. Estes testes podem ser usados ​​para monitorar sua condição ou a verificação de efeitos secundários.

Certifique-se de que comparece a todas as consultas médicas e análises laboratoriais.

– Usar Amlodipina / Olmesartan com cautela em idosos, pois eles podem ser mais sensíveis aos seus efeitos.

– Amlodipina / Olmesartan deve ser usado com extrema cautela em crianças, pois a segurança e eficácia em crianças não foram confirmadas.

– Gravidez e Aleitamento: A Amlodipina / Olmesartan pode causar defeitos de nascimento ou morte fetal ou neonatal, se o tomar enquanto estiver grávida. Se acha que pode estar grávida, contacte o médico imediatamente.

Não se sabe se a Amlodipina / Olmesartan é encontrado no leite materno. Não amamente enquanto estiver a tomar Amlodipina / Olmesartan.
Cuidados com a Dieta
Pode ser tomado com ou sem alimentos. Não consumir sumo de toranja e toranjas.
Terapêutica Interrompida
No caso de se ter esquecido de tomar (Amlodipina, Olmesartan medoxomilo), tome a dose normal no dia seguinte como é habitual.

Não tome uma dose a dobrar para compensar uma dose que se esqueceu de tomar.
Cuidados no Armazenamento
O medicamento não necessita de quaisquer precauções especiais de conservação. Mantê-lo fora da vista e do alcance das crianças.
Espectro de Suscetibilidade e Tolerância Bacteriológica
Sem informação.
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Amlodipina + Olmesartan medoxomilo + Antihipertensores

Observações: N.D.
Interações: A ter em consideração aquando da utilização concomitante: Outros fármacos antihipertensores: O efeito de redução da pressão arterial da Amlodipina / Olmesartan medoxomilo pode ser potenciado pela utilização concomitante de outros fármacos antihipertensores (por exemplo bloqueadores alfa, diuréticos). Efeitos da amlodipina noutros medicamentos: O efeito redutor da tensão arterial da amlodipina adiciona-se aos efeitos redutores da tensão arterial de outros agentes antihipertensores. - Antihipertensores
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Amlodipina + Olmesartan medoxomilo + Bloqueadores adrenérgicos alfa

Observações: N.D.
Interações: A ter em consideração aquando da utilização concomitante: Outros fármacos antihipertensores: O efeito de redução da pressão arterial da Amlodipina / Olmesartan medoxomilo pode ser potenciado pela utilização concomitante de outros fármacos antihipertensores (por exemplo bloqueadores alfa, diuréticos). - Bloqueadores adrenérgicos alfa
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Amlodipina + Olmesartan medoxomilo + Diuréticos

Observações: N.D.
Interações: A ter em consideração aquando da utilização concomitante: Outros fármacos antihipertensores: O efeito de redução da pressão arterial da Amlodipina / Olmesartan medoxomilo pode ser potenciado pela utilização concomitante de outros fármacos antihipertensores (por exemplo bloqueadores alfa, diuréticos). - Diuréticos
Não recomendado/Evitar

Amlodipina + Olmesartan medoxomilo + Diuréticos poupadores de potássio

Observações: N.D.
Interações: Interações potenciais relacionadas com o componente olmesartan medoxomilo: Uso concomitante não recomendado: Fármacos que afetam os níveis de potássio: A utilização concomitante de diuréticos poupadores de potássio, de suplementos de potássio, de substitutos do sal que contenham potássio ou de outros fármacos que possam aumentar os níveis do potássio sérico (por exemplo, heparina, inibidores da ECA) pode causar aumento do potássio sérico. Se, concomitantemente com Amlodipina / Olmesartan medoxomilo, forem prescritos medicamentos que afetam os níveis de potássio, recomenda-se uma monitorização dos níveis séricos de potássio. - Diuréticos poupadores de potássio
Não recomendado/Evitar

Amlodipina + Olmesartan medoxomilo + Heparina

Observações: N.D.
Interações: Interações potenciais relacionadas com o componente olmesartan medoxomilo: Uso concomitante não recomendado: Fármacos que afetam os níveis de potássio: A utilização concomitante de diuréticos poupadores de potássio, de suplementos de potássio, de substitutos do sal que contenham potássio ou de outros fármacos que possam aumentar os níveis do potássio sérico (por exemplo, heparina, inibidores da ECA) pode causar aumento do potássio sérico. Se, concomitantemente com Amlodipina / Olmesartan medoxomilo, forem prescritos medicamentos que afetam os níveis de potássio, recomenda-se uma monitorização dos níveis séricos de potássio. - Heparina
Não recomendado/Evitar

Amlodipina + Olmesartan medoxomilo + Inibidores da Enzima de Conversão da Angiotensina (IECAS)

Observações: N.D.
Interações: Interações potenciais relacionadas com o componente olmesartan medoxomilo: Uso concomitante não recomendado: Fármacos que afetam os níveis de potássio: A utilização concomitante de diuréticos poupadores de potássio, de suplementos de potássio, de substitutos do sal que contenham potássio ou de outros fármacos que possam aumentar os níveis do potássio sérico (por exemplo, heparina, inibidores da ECA) pode causar aumento do potássio sérico. Se, concomitantemente com Amlodipina / Olmesartan medoxomilo, forem prescritos medicamentos que afetam os níveis de potássio, recomenda-se uma monitorização dos níveis séricos de potássio. - Inibidores da Enzima de Conversão da Angiotensina (IECAS)
Não recomendado/Evitar

Amlodipina + Olmesartan medoxomilo + Lítio

Observações: N.D.
Interações: Interações potenciais relacionadas com o componente olmesartan medoxomilo: Uso concomitante não recomendado: Lítio: Foram notificados aumentos reversíveis das concentrações séricas e da toxicidade do lítio durante a administração concomitante de lítio com inibidores da enzima de conversão da angiotensina e, raramente, com antagonistas da angiotensina II. Por conseguinte, não é recomendada a utilização concomitante de Amlodipina / Olmesartan medoxomilo e lítio. Se a utilização concomitante de Amlodipina / Olmesartan medoxomilo e lítio for necessária, recomenda-se uma monitorização cuidadosa dos níveis séricos de lítio. - Lítio
Usar com precaução

Amlodipina + Olmesartan medoxomilo + Anti-inflamatórios não esteróides (AINEs)

Observações: N.D.
Interações: Interações potenciais relacionadas com o componente olmesartan medoxomilo: Uso concomitante com precaução: Medicamentos anti-inflamatórios não esteroides (AINEs), incluindo inibidores seletivos da COX-2, ácido acetilsalicílico (>3 g/dia) e AINEs não seletivos: Quando os antagonistas da angiotensina II são administrados simultaneamente com AINEs pode ocorrer a atenuação do efeito anti-hipertensor. Adicionalmente, a utilização concomitante de antagonistas da angiotensina II e AINEs pode levar a um aumento do risco de degradação da função renal e a um aumento do potássio sérico. Consequentemente, recomenda-se a monitorização da função renal no início desta terapêutica concomitante bem como a hidratação adequada do doente. - Anti-inflamatórios não esteróides (AINEs)
Usar com precaução

Amlodipina + Olmesartan medoxomilo + Inibidores da cicloxigenase (COX)

Observações: N.D.
Interações: Interações potenciais relacionadas com o componente olmesartan medoxomilo: Uso concomitante com precaução: Medicamentos anti-inflamatórios não esteroides (AINEs), incluindo inibidores seletivos da COX-2, ácido acetilsalicílico (>3 g/dia) e AINEs não seletivos: Quando os antagonistas da angiotensina II são administrados simultaneamente com AINEs pode ocorrer a atenuação do efeito anti-hipertensor. Adicionalmente, a utilização concomitante de antagonistas da angiotensina II e AINEs pode levar a um aumento do risco de degradação da função renal e a um aumento do potássio sérico. Consequentemente, recomenda-se a monitorização da função renal no início desta terapêutica concomitante bem como a hidratação adequada do doente. - Inibidores da cicloxigenase (COX)
Usar com precaução

Amlodipina + Olmesartan medoxomilo + Ácido Acetilsalicílico

Observações: N.D.
Interações: Interações potenciais relacionadas com o componente olmesartan medoxomilo: Uso concomitante com precaução: Medicamentos anti-inflamatórios não esteroides (AINEs), incluindo inibidores seletivos da COX-2, ácido acetilsalicílico (>3 g/dia) e AINEs não seletivos: Quando os antagonistas da angiotensina II são administrados simultaneamente com AINEs pode ocorrer a atenuação do efeito anti-hipertensor. Adicionalmente, a utilização concomitante de antagonistas da angiotensina II e AINEs pode levar a um aumento do risco de degradação da função renal e a um aumento do potássio sérico. Consequentemente, recomenda-se a monitorização da função renal no início desta terapêutica concomitante bem como a hidratação adequada do doente. - Ácido Acetilsalicílico
Redutora do efeito Terapêutico/Tóxico

Amlodipina + Olmesartan medoxomilo + Antiácidos

Observações: N.D.
Interações: Interações potenciais relacionadas com o componente olmesartan medoxomilo: Informação adicional: Após tratamento com antiácido (hidróxido de alumínio e magnésio) observou-se uma ligeira diminuição da biodisponibilidade do olmesartan. - Antiácidos
Redutora do efeito Terapêutico/Tóxico

Amlodipina + Olmesartan medoxomilo + Hidróxido de Alumínio

Observações: N.D.
Interações: Interações potenciais relacionadas com o componente olmesartan medoxomilo: Informação adicional: Após tratamento com antiácido (hidróxido de alumínio e magnésio) observou-se uma ligeira diminuição da biodisponibilidade do olmesartan. - Hidróxido de Alumínio
Redutora do efeito Terapêutico/Tóxico

Amlodipina + Olmesartan medoxomilo + Hidróxido de magnésio

Observações: N.D.
Interações: Interações potenciais relacionadas com o componente olmesartan medoxomilo: Informação adicional: Após tratamento com antiácido (hidróxido de alumínio e magnésio) observou-se uma ligeira diminuição da biodisponibilidade do olmesartan. - Hidróxido de magnésio
Sem efeito descrito

Amlodipina + Olmesartan medoxomilo + Digoxina

Observações: N.D.
Interações: Interações potenciais relacionadas com o componente olmesartan medoxomilo: Informação adicional: O olmesartan medoxomilo não teve efeito significativo na farmacocinética ou na farmacodinâmica da varfarina nem na farmacocinética da digoxina. Efeitos da amlodipina noutros medicamentos: Em estudos clínicos de interação, a amlodipina não afetou a farmacocinética da atorvastatina, digoxina, varfarina ou ciclosporina. - Digoxina
Sem efeito descrito

Amlodipina + Olmesartan medoxomilo + Varfarina

Observações: N.D.
Interações: Interações potenciais relacionadas com o componente olmesartan medoxomilo: Informação adicional: O olmesartan medoxomilo não teve efeito significativo na farmacocinética ou na farmacodinâmica da varfarina nem na farmacocinética da digoxina. Efeitos da amlodipina noutros medicamentos: Em estudos clínicos de interação, a amlodipina não afetou a farmacocinética da atorvastatina, digoxina, varfarina ou ciclosporina. - Varfarina
Sem efeito descrito

Amlodipina + Olmesartan medoxomilo + Pravastatina

Observações: N.D.
Interações: Interações potenciais relacionadas com o componente olmesartan medoxomilo: Informação adicional: A administração concomitante de olmesartan medoxomilo com pravastatina não teve efeitos clinicamente relevantes na farmacocinética de cada componente em indivíduos saudáveis. - Pravastatina
Sem efeito descrito

Amlodipina + Olmesartan medoxomilo + Citocromo P450

Observações: N.D.
Interações: Interações potenciais relacionadas com o componente olmesartan medoxomilo: Informação adicional: O olmesartan não teve efeitos inibidores clinicamente relevantes nas enzimas 1A1/2, 2A6, 2C8/9, 2C19, 2D6, 2E1 e 3A4 do citocromo P450 humano in vitro, e não teve efeitos ou teve efeitos indutores mínimos nas atividades do citocromo P450 do rato. Não são esperadas interações clinicamente relevantes entre o olmesartan e medicamentos metabolizados pelas enzimas do citocromo P450 acima mencionadas. - Citocromo P450
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Amlodipina + Olmesartan medoxomilo + Inibidores do CYP3A4

Observações: N.D.
Interações: Interações potenciais relacionadas com o componente amlodipina: Efeitos de outros medicamentos na amlodipina: Inibidores do CYP3A4: A utilização concomitante da amlodipina com inibidores fortes ou moderados do CYP3A4 (inibidores das proteases, antifúngicos azóis, macrólidos como a eritromicina ou a claritromicina, verapamilo ou diltiazem) pode conduzir a um aumento significativo da exposição à amlodipina. A tradução clínica destas alterações farmacocinéticas pode ser mais pronunciada nos idosos. Monitorização clínica e ajuste de dose poderão assim ser necessários. - Inibidores do CYP3A4
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Amlodipina + Olmesartan medoxomilo + Inibidores da Protease (IP)

Observações: N.D.
Interações: Interações potenciais relacionadas com o componente amlodipina: Efeitos de outros medicamentos na amlodipina: Inibidores do CYP3A4: A utilização concomitante da amlodipina com inibidores fortes ou moderados do CYP3A4 (inibidores das proteases, antifúngicos azóis, macrólidos como a eritromicina ou a claritromicina, verapamilo ou diltiazem) pode conduzir a um aumento significativo da exposição à amlodipina. A tradução clínica destas alterações farmacocinéticas pode ser mais pronunciada nos idosos. Monitorização clínica e ajuste de dose poderão assim ser necessários. - Inibidores da Protease (IP)
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Amlodipina + Olmesartan medoxomilo + Antifúngicos (Azol)

Observações: N.D.
Interações: Interações potenciais relacionadas com o componente amlodipina: Efeitos de outros medicamentos na amlodipina: Inibidores do CYP3A4: A utilização concomitante da amlodipina com inibidores fortes ou moderados do CYP3A4 (inibidores das proteases, antifúngicos azóis, macrólidos como a eritromicina ou a claritromicina, verapamilo ou diltiazem) pode conduzir a um aumento significativo da exposição à amlodipina. A tradução clínica destas alterações farmacocinéticas pode ser mais pronunciada nos idosos. Monitorização clínica e ajuste de dose poderão assim ser necessários. - Antifúngicos (Azol)
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Amlodipina + Olmesartan medoxomilo + Macrólidos

Observações: N.D.
Interações: Interações potenciais relacionadas com o componente amlodipina: Efeitos de outros medicamentos na amlodipina: Inibidores do CYP3A4: A utilização concomitante da amlodipina com inibidores fortes ou moderados do CYP3A4 (inibidores das proteases, antifúngicos azóis, macrólidos como a eritromicina ou a claritromicina, verapamilo ou diltiazem) pode conduzir a um aumento significativo da exposição à amlodipina. A tradução clínica destas alterações farmacocinéticas pode ser mais pronunciada nos idosos. Monitorização clínica e ajuste de dose poderão assim ser necessários. - Macrólidos
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Amlodipina + Olmesartan medoxomilo + Eritromicina

Observações: N.D.
Interações: Interações potenciais relacionadas com o componente amlodipina: Efeitos de outros medicamentos na amlodipina: Inibidores do CYP3A4: A utilização concomitante da amlodipina com inibidores fortes ou moderados do CYP3A4 (inibidores das proteases, antifúngicos azóis, macrólidos como a eritromicina ou a claritromicina, verapamilo ou diltiazem) pode conduzir a um aumento significativo da exposição à amlodipina. A tradução clínica destas alterações farmacocinéticas pode ser mais pronunciada nos idosos. Monitorização clínica e ajuste de dose poderão assim ser necessários. - Eritromicina
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Amlodipina + Olmesartan medoxomilo + Verapamilo

Observações: N.D.
Interações: Interações potenciais relacionadas com o componente amlodipina: Efeitos de outros medicamentos na amlodipina: Inibidores do CYP3A4: A utilização concomitante da amlodipina com inibidores fortes ou moderados do CYP3A4 (inibidores das proteases, antifúngicos azóis, macrólidos como a eritromicina ou a claritromicina, verapamilo ou diltiazem) pode conduzir a um aumento significativo da exposição à amlodipina. A tradução clínica destas alterações farmacocinéticas pode ser mais pronunciada nos idosos. Monitorização clínica e ajuste de dose poderão assim ser necessários. - Verapamilo
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Amlodipina + Olmesartan medoxomilo + Diltiazem

Observações: N.D.
Interações: Interações potenciais relacionadas com o componente amlodipina: Efeitos de outros medicamentos na amlodipina: Inibidores do CYP3A4: A utilização concomitante da amlodipina com inibidores fortes ou moderados do CYP3A4 (inibidores das proteases, antifúngicos azóis, macrólidos como a eritromicina ou a claritromicina, verapamilo ou diltiazem) pode conduzir a um aumento significativo da exposição à amlodipina. A tradução clínica destas alterações farmacocinéticas pode ser mais pronunciada nos idosos. Monitorização clínica e ajuste de dose poderão assim ser necessários. - Diltiazem
Usar com precaução

Amlodipina + Olmesartan medoxomilo + Indutores do CYP3A4

Observações: N.D.
Interações: Interações potenciais relacionadas com o componente amlodipina: Efeitos de outros medicamentos na amlodipina: Indutores do CYP3A4: Não existem dados disponíveis sobre o efeito dos indutores do CYP3A4 na amlodipina. A utilização concomitante de indutores do CYP3A4 (por exemplo, rifampicina, Hypericum perforatum) pode dar origem a uma concentração plasmática mais baixa de amlodipina. A amlodipina deve ser utilizada com precaução juntamente com indutores do CYP3A4. Não é recomendada a administração de amlodipina com toranja ou sumo de toranja, pois em alguns doentes a biodisponibilidade pode aumentar resultando num aumento do efeito de diminuição da tensão arterial. - Indutores do CYP3A4
Usar com precaução

Amlodipina + Olmesartan medoxomilo + Rifampicina

Observações: N.D.
Interações: Interações potenciais relacionadas com o componente amlodipina: Efeitos de outros medicamentos na amlodipina: Indutores do CYP3A4: Não existem dados disponíveis sobre o efeito dos indutores do CYP3A4 na amlodipina. A utilização concomitante de indutores do CYP3A4 (por exemplo, rifampicina, Hypericum perforatum) pode dar origem a uma concentração plasmática mais baixa de amlodipina. A amlodipina deve ser utilizada com precaução juntamente com indutores do CYP3A4. Não é recomendada a administração de amlodipina com toranja ou sumo de toranja, pois em alguns doentes a biodisponibilidade pode aumentar resultando num aumento do efeito de diminuição da tensão arterial. - Rifampicina
Usar com precaução

Amlodipina + Olmesartan medoxomilo + Hipericão (Erva de S. João)

Observações: N.D.
Interações: Interações potenciais relacionadas com o componente amlodipina: Efeitos de outros medicamentos na amlodipina: Indutores do CYP3A4: Não existem dados disponíveis sobre o efeito dos indutores do CYP3A4 na amlodipina. A utilização concomitante de indutores do CYP3A4 (por exemplo, rifampicina, Hypericum perforatum) pode dar origem a uma concentração plasmática mais baixa de amlodipina. A amlodipina deve ser utilizada com precaução juntamente com indutores do CYP3A4. Não é recomendada a administração de amlodipina com toranja ou sumo de toranja, pois em alguns doentes a biodisponibilidade pode aumentar resultando num aumento do efeito de diminuição da tensão arterial. - Hipericão (Erva de S. João)
Usar com precaução

Amlodipina + Olmesartan medoxomilo + Toranja

Observações: N.D.
Interações: Interações potenciais relacionadas com o componente amlodipina: Efeitos de outros medicamentos na amlodipina: Indutores do CYP3A4: Não existem dados disponíveis sobre o efeito dos indutores do CYP3A4 na amlodipina. A utilização concomitante de indutores do CYP3A4 (por exemplo, rifampicina, Hypericum perforatum) pode dar origem a uma concentração plasmática mais baixa de amlodipina. A amlodipina deve ser utilizada com precaução juntamente com indutores do CYP3A4. Não é recomendada a administração de amlodipina com toranja ou sumo de toranja, pois em alguns doentes a biodisponibilidade pode aumentar resultando num aumento do efeito de diminuição da tensão arterial. - Toranja
Usar com precaução

Amlodipina + Olmesartan medoxomilo + Sumo de toranja

Observações: N.D.
Interações: Interações potenciais relacionadas com o componente amlodipina: Efeitos de outros medicamentos na amlodipina: Indutores do CYP3A4: Não existem dados disponíveis sobre o efeito dos indutores do CYP3A4 na amlodipina. A utilização concomitante de indutores do CYP3A4 (por exemplo, rifampicina, Hypericum perforatum) pode dar origem a uma concentração plasmática mais baixa de amlodipina. A amlodipina deve ser utilizada com precaução juntamente com indutores do CYP3A4. Não é recomendada a administração de amlodipina com toranja ou sumo de toranja, pois em alguns doentes a biodisponibilidade pode aumentar resultando num aumento do efeito de diminuição da tensão arterial. - Sumo de toranja
Não recomendado/Evitar

Amlodipina + Olmesartan medoxomilo + Dantroleno

Observações: N.D.
Interações: Interações potenciais relacionadas com o componente amlodipina: Efeitos de outros medicamentos na amlodipina: Dantroleno (perfusão): Em animais, foram observados fibrilhação ventricular letal e colapso cardiovascular em associação com hipercaliemia, após administração de verapamilo e dantroleno intravenoso. Devido ao risco de hipercaliemia, recomenda-se que a administração concomitante de bloqueadores dos canais de cálcio, como a amlodipina, seja evitada em doentes suscetíveis a hipertermia maligna e no controlo da hipertermia maligna. - Dantroleno
Sem efeito descrito

Amlodipina + Olmesartan medoxomilo + Atorvastatina

Observações: N.D.
Interações: Efeitos da amlodipina noutros medicamentos: Em estudos clínicos de interação, a amlodipina não afetou a farmacocinética da atorvastatina, digoxina, varfarina ou ciclosporina. - Atorvastatina
Sem efeito descrito

Amlodipina + Olmesartan medoxomilo + Ciclosporina

Observações: N.D.
Interações: Efeitos da amlodipina noutros medicamentos: Em estudos clínicos de interação, a amlodipina não afetou a farmacocinética da atorvastatina, digoxina, varfarina ou ciclosporina. - Ciclosporina
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Amlodipina + Olmesartan medoxomilo + Sinvastatina

Observações: N.D.
Interações: Efeitos da amlodipina noutros medicamentos: Sinvastatina: A administração concomitante de doses múltiplas de 10 mg de amlodipina com 80 mg de sinvastatina resultou num aumento de 77% na exposição à sinvastatina comparativamente com a sinvastatina isolada. Nos doentes a tomar amlodipina deve limitar-se a dose de sinvastatina a 20 mg por dia. - Sinvastatina
Identificação dos símbolos utilizados na descrição das Interações da Amlodipina + Olmesartan medoxomilo
– Podem ser administrados com outros agentes anti-hipertensivos.

– Podem ser substituídos por componentes tituladas individualmente.

Ao substituir componentes individuais, a dose de um ou ambos os componentes pode ser aumentada se o controlo da BP não tem sido satisfatória.

– Informar as mulheres sobre as consequências potenciais da exposição à Amlodipina / Olmesartan durante a gravidez. Discutir as opções de tratamento com as mulheres que planeiam engravidar. Alertar as Pacientes para revelar a gravidez ao seu Prestador de Cuidados de Saúde o mais rápido possível.

– Prevenir os Pacientes de que podem ocorrer tonturas, especialmente durante os primeiros dias de terapia, e instruí-los para alertar o prestador de Cuidados de Saúde.

Informar os Pacientes de que, se ocorrer síncope, a toma de Amlodipina / Olmesartan deve ser interrompida até que o Médico seja consultado.

– Informar os Pacientes de que a ingestão inadequada de líquidos ou transpiração excessiva, diarreia ou vómitos podem levar a uma queda excessiva da pressão arterial, com as mesmas consequências da tontura e possível síncope.

– Aconselhar os Pacientes a não usarem suplementos de potássio ou substitutos do sal contendo potássio, sem antes consultar o seu Prestador de Cuidados de Saúde.
Informação revista e actualizada pela equipa técnica do INDICE.EU em: 08 de Setembro de 2020