Acetato de cálcio + Carbonato de magnésio

DCI com Advertência na Gravidez DCI/Medicamento Sujeito a Receita Médica (a ausência deste simbolo pressupõe Medicamento Não Sujeito a Receita Médica)
O que é
Acetato de cálcio + Carbonato de magnésio é uma associação antiácido que neutraliza a acidez do estômago.
Usos comuns
Acetato de cálcio + Carbonato de magnésio alivia rapidamente os sintomas da hiperacidez gástrica (excesso de ácido no estômago), tais como azia, dor retrosternal, indigestão, enfartamento, sensação de peso no estômago, regurgitação, náuseas, vómitos, dores de estômago pontuais.
Tipo
Sem informação.
História
Sem informação.
Indicações
Alívio dos sintomas da hiperacidez gástrica e refluxo gastro-esofágico:
Azia, dor retrosternal, indigestão, enfartamento, sensação de peso no estômago, regurgitação, náuseas, vómitos, dores de estômago pontuais.
Classificação CFT
11.03.02.01.01     Cálcio
Mecanismo De Ação
Como o acetato de cálcio e o carbonato de magnésio são compostos que se ligam ao fosfato, contribuem, juntamente com o fosfato contido nos alimentos, para a formação de sais de fosfato de cálcio e magnésio de baixa solubilidade a nível do intestino, que serão posteriormente excretados com as fezes.

O acetato de cálcio atinge a sua capacidade máxima de se ligar ao fosfato a pH de 6 – 8.
Posologia Orientativa
Adultos e crianças com mais de 12 anos de idade
Mastigar ou chupar 1 ou 2 comprimidos.

Não é necessário água.

Tomar de preferência 1 hora após as refeições e antes de deitar, mas também pode ser tomado entre refeições no caso de azia e dor no estômago.

Não deve exceder-se a dose máxima diária de 8 g de carbonato de cálcio (equivalente a 11 comprimidos).
Administração
Para se atingir o efeito máximo de ligação ao fosfato, o medicamento deve ser tomado somente durante a refeição e não deve ser esmagado ou mastigado.

Para facilitar a deglutição os comprimidos devem ser tomados com bastante líquido.
Contraindicações
Hipersensibilidade ao carbonato de cálcio e o carbonato de magnésio

Insuficiência renal grave

Hipercalcemia e/ou condições resultantes em hipercalcémia

Nefrolitíase devido a cálculos contendo depósitos de cálcio

Hipofosfatémia
Efeitos Indesejáveis/Adversos
Doenças do sistema imunitário
- Muito raramente foram notificadas reações de hipersensibilidade. Os sintomas clínicos podem incluir erupção cutânea, urticária, angioedema e anafilaxia.

Doenças do metabolismo e da nutrição
- O uso prolongado de elevadas doses, principalmente em doentes com insuficiência renal, pode resultar em hipermagnesémia (com ácidos contendo magnésio) ou hipercalcémia e alcalose que podem dar origem a sintomas gástricos e fraqueza muscular (ver abaixo).

Doenças gastrointestinais
- Podem ocorrer náuseas, vómitos, desconforto no estômago e diarreia.

Afeções musculosqueléticas e dos tecidos conjuntivos
- Pode ocorrer fraqueza muscular.

Efeitos indesejáveis que ocorrem apenas no contexto do síndrome "milk-alkali"

Doenças gastrointestinais
- Pode ocorrer ageusia.

Perturbações gerais e alterações no local de administração
- Pode ocorrer calcinose e astenia.

Doenças do sistema nervosa
- Podem ocorrer cefaleias.

Doenças renais e urinárias
- Pode ocorrer azotemia.
Advertências
Gravidez
Gravidez:Não administrar durante a gravidez
Precauções Gerais
O uso prolongado deve ser evitado.

Não exceder a dose estabelecida e em caso de persistência dos sintomas ou desaparecimento parcial dos mesmos, deve-se procurar aconselhamento médico.

Usar com precaução em caso de doentes com insuficiência renal.

Se for usado nestes doentes, controlar os níveis plasmáticos de cálcio e magnésio regularmente.

Não deve ser usado em casos de hipercalciúria.

A utilização prolongada em doses elevadas pode originar efeitos indesejáveis, tais como hipercalcemia, hipermagnesemia e síndrome lácteo-alcalina, em especial nos doentes com insuficiência renal.

Estes medicamentos não devem ser tomados com grandes quantidades de leite ou produtos lácteos.

O uso prolongado destes medicamentos aumenta o risco de formação de cálculos renais.
Cuidados com a Dieta
Tomar sempre o medicamento à hora das refeições.

O álcool, tabaco e café diminuem a absorção intestinal de cálcio.
Terapêutica Interrompida
Em caso de omissão de uma dose, o tratamento deve ser continuado com a dose seguinte. Não tome uma dose a dobrar para compensar uma dose que se esqueceu de tomar.
Cuidados no Armazenamento
Manter fora do alcance e da vista das crianças.

Manter o recipiente para comprimidos bem fechado, para proteger da humidade.
Espetro de Suscetibilidade e Tolerância Bacteriológica
Sem informação.

Acetato de cálcio + Carbonato de magnésio + Tetraciclinas

Observações: N.D.
Interações: Acetato de cálcio / Carbonato de magnésio afeta a absorção das tetraciclinas, doxiciclina, bifosfonatos, fluoretos, algumas quinolonas (inibidoras da girase) como a ciprofloxacina e a norfloxacina, algumas cefalosporinas, como a cefpodoxima e cefuroxima, cetoconazol, preparações de estramustina, anticolinérgicos, zinco, ácidos urso e quenodesoxicólicos e halofandrina.

Acetato de cálcio + Carbonato de magnésio + Doxiciclina

Observações: N.D.
Interações: Acetato de cálcio / Carbonato de magnésio afeta a absorção das tetraciclinas, doxiciclina, bifosfonatos, fluoretos, algumas quinolonas (inibidoras da girase) como a ciprofloxacina e a norfloxacina, algumas cefalosporinas, como a cefpodoxima e cefuroxima, cetoconazol, preparações de estramustina, anticolinérgicos, zinco, ácidos urso e quenodesoxicólicos e halofandrina.

Acetato de cálcio + Carbonato de magnésio + Bifosfonatos

Observações: N.D.
Interações: Acetato de cálcio / Carbonato de magnésio afeta a absorção das tetraciclinas, doxiciclina, bifosfonatos, fluoretos, algumas quinolonas (inibidoras da girase) como a ciprofloxacina e a norfloxacina, algumas cefalosporinas, como a cefpodoxima e cefuroxima, cetoconazol, preparações de estramustina, anticolinérgicos, zinco, ácidos urso e quenodesoxicólicos e halofandrina.

Acetato de cálcio + Carbonato de magnésio + Fluoretos

Observações: N.D.
Interações: Acetato de cálcio / Carbonato de magnésio afeta a absorção das tetraciclinas, doxiciclina, bifosfonatos, fluoretos, algumas quinolonas (inibidoras da girase) como a ciprofloxacina e a norfloxacina, algumas cefalosporinas, como a cefpodoxima e cefuroxima, cetoconazol, preparações de estramustina, anticolinérgicos, zinco, ácidos urso e quenodesoxicólicos e halofandrina.

Acetato de cálcio + Carbonato de magnésio + Quinolonas

Observações: N.D.
Interações: Acetato de cálcio / Carbonato de magnésio afeta a absorção das tetraciclinas, doxiciclina, bifosfonatos, fluoretos, algumas quinolonas (inibidoras da girase) como a ciprofloxacina e a norfloxacina, algumas cefalosporinas, como a cefpodoxima e cefuroxima, cetoconazol, preparações de estramustina, anticolinérgicos, zinco, ácidos urso e quenodesoxicólicos e halofandrina.

Acetato de cálcio + Carbonato de magnésio + Ciprofloxacina

Observações: N.D.
Interações: Acetato de cálcio / Carbonato de magnésio afeta a absorção das tetraciclinas, doxiciclina, bifosfonatos, fluoretos, algumas quinolonas (inibidoras da girase) como a ciprofloxacina e a norfloxacina, algumas cefalosporinas, como a cefpodoxima e cefuroxima, cetoconazol, preparações de estramustina, anticolinérgicos, zinco, ácidos urso e quenodesoxicólicos e halofandrina.

Acetato de cálcio + Carbonato de magnésio + Norfloxacina

Observações: N.D.
Interações: Acetato de cálcio / Carbonato de magnésio afeta a absorção das tetraciclinas, doxiciclina, bifosfonatos, fluoretos, algumas quinolonas (inibidoras da girase) como a ciprofloxacina e a norfloxacina, algumas cefalosporinas, como a cefpodoxima e cefuroxima, cetoconazol, preparações de estramustina, anticolinérgicos, zinco, ácidos urso e quenodesoxicólicos e halofandrina.

Acetato de cálcio + Carbonato de magnésio + Cefalosporinas

Observações: N.D.
Interações: Acetato de cálcio / Carbonato de magnésio afeta a absorção das tetraciclinas, doxiciclina, bifosfonatos, fluoretos, algumas quinolonas (inibidoras da girase) como a ciprofloxacina e a norfloxacina, algumas cefalosporinas, como a cefpodoxima e cefuroxima, cetoconazol, preparações de estramustina, anticolinérgicos, zinco, ácidos urso e quenodesoxicólicos e halofandrina.

Acetato de cálcio + Carbonato de magnésio + Cefpodoxima

Observações: N.D.
Interações: Acetato de cálcio / Carbonato de magnésio afeta a absorção das tetraciclinas, doxiciclina, bifosfonatos, fluoretos, algumas quinolonas (inibidoras da girase) como a ciprofloxacina e a norfloxacina, algumas cefalosporinas, como a cefpodoxima e cefuroxima, cetoconazol, preparações de estramustina, anticolinérgicos, zinco, ácidos urso e quenodesoxicólicos e halofandrina.

Acetato de cálcio + Carbonato de magnésio + Cefuroxima

Observações: N.D.
Interações: Acetato de cálcio / Carbonato de magnésio afeta a absorção das tetraciclinas, doxiciclina, bifosfonatos, fluoretos, algumas quinolonas (inibidoras da girase) como a ciprofloxacina e a norfloxacina, algumas cefalosporinas, como a cefpodoxima e cefuroxima, cetoconazol, preparações de estramustina, anticolinérgicos, zinco, ácidos urso e quenodesoxicólicos e halofandrina.

Acetato de cálcio + Carbonato de magnésio + Cetoconazol

Observações: N.D.
Interações: Acetato de cálcio / Carbonato de magnésio afeta a absorção das tetraciclinas, doxiciclina, bifosfonatos, fluoretos, algumas quinolonas (inibidoras da girase) como a ciprofloxacina e a norfloxacina, algumas cefalosporinas, como a cefpodoxima e cefuroxima, cetoconazol, preparações de estramustina, anticolinérgicos, zinco, ácidos urso e quenodesoxicólicos e halofandrina.

Acetato de cálcio + Carbonato de magnésio + Estramustina

Observações: N.D.
Interações: Acetato de cálcio / Carbonato de magnésio afeta a absorção das tetraciclinas, doxiciclina, bifosfonatos, fluoretos, algumas quinolonas (inibidoras da girase) como a ciprofloxacina e a norfloxacina, algumas cefalosporinas, como a cefpodoxima e cefuroxima, cetoconazol, preparações de estramustina, anticolinérgicos, zinco, ácidos urso e quenodesoxicólicos e halofandrina.

Acetato de cálcio + Carbonato de magnésio + Anticolinérgicos

Observações: N.D.
Interações: Acetato de cálcio / Carbonato de magnésio afeta a absorção das tetraciclinas, doxiciclina, bifosfonatos, fluoretos, algumas quinolonas (inibidoras da girase) como a ciprofloxacina e a norfloxacina, algumas cefalosporinas, como a cefpodoxima e cefuroxima, cetoconazol, preparações de estramustina, anticolinérgicos, zinco, ácidos urso e quenodesoxicólicos e halofandrina.

Acetato de cálcio + Carbonato de magnésio + Zinco

Observações: N.D.
Interações: Acetato de cálcio / Carbonato de magnésio afeta a absorção das tetraciclinas, doxiciclina, bifosfonatos, fluoretos, algumas quinolonas (inibidoras da girase) como a ciprofloxacina e a norfloxacina, algumas cefalosporinas, como a cefpodoxima e cefuroxima, cetoconazol, preparações de estramustina, anticolinérgicos, zinco, ácidos urso e quenodesoxicólicos e halofandrina.

Acetato de cálcio + Carbonato de magnésio + Ácido ursodesoxicólico

Observações: N.D.
Interações: Acetato de cálcio / Carbonato de magnésio afeta a absorção das tetraciclinas, doxiciclina, bifosfonatos, fluoretos, algumas quinolonas (inibidoras da girase) como a ciprofloxacina e a norfloxacina, algumas cefalosporinas, como a cefpodoxima e cefuroxima, cetoconazol, preparações de estramustina, anticolinérgicos, zinco, ácidos urso e quenodesoxicólicos e halofandrina.

Acetato de cálcio + Carbonato de magnésio + Ácido quenodesoxicólico

Observações: N.D.
Interações: Acetato de cálcio / Carbonato de magnésio afeta a absorção das tetraciclinas, doxiciclina, bifosfonatos, fluoretos, algumas quinolonas (inibidoras da girase) como a ciprofloxacina e a norfloxacina, algumas cefalosporinas, como a cefpodoxima e cefuroxima, cetoconazol, preparações de estramustina, anticolinérgicos, zinco, ácidos urso e quenodesoxicólicos e halofandrina.

Acetato de cálcio + Carbonato de magnésio + Halofantrina

Observações: N.D.
Interações: Acetato de cálcio / Carbonato de magnésio afeta a absorção das tetraciclinas, doxiciclina, bifosfonatos, fluoretos, algumas quinolonas (inibidoras da girase) como a ciprofloxacina e a norfloxacina, algumas cefalosporinas, como a cefpodoxima e cefuroxima, cetoconazol, preparações de estramustina, anticolinérgicos, zinco, ácidos urso e quenodesoxicólicos e halofandrina.

Acetato de cálcio + Carbonato de magnésio + Ferro

Observações: N.D.
Interações: No caso de tratamento adicional com preparações orais de ferro, deve ter-se em atenção o facto de que a administração simultânea de magnésio, pode influenciar a absorção de ferro.
 Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Acetato de cálcio + Carbonato de magnésio + Ergocalciferol (vitamina D2)

Observações: N.D.
Interações: A vitamina D e seus derivados, aumentam a absorção do cálcio. Deste modo, torna-se necessário monitorizar o nível de cálcio sérico, no caso da administração simultânea de Acetato de cálcio / Carbonato de magnésio e tiazidas ou derivados da vitamina D.
 Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Acetato de cálcio + Carbonato de magnésio + Colecalciferol (ou Vitamina D3)

Observações: N.D.
Interações: A vitamina D e seus derivados, aumentam a absorção do cálcio. Deste modo, torna-se necessário monitorizar o nível de cálcio sérico, no caso da administração simultânea de Acetato de cálcio / Carbonato de magnésio e tiazidas ou derivados da vitamina D.
 Redutora do efeito Terapêutico/Tóxico

Acetato de cálcio + Carbonato de magnésio + Diuréticos tiazídicos (Tiazidas)

Observações: N.D.
Interações: Os diuréticos tiazídicos reduzem a eliminação renal do cálcio. Deste modo, torna-se necessário monitorizar o nível de cálcio sérico, no caso da administração simultânea de Acetato de cálcio / Carbonato de magnésio e tiazidas ou derivados da vitamina D.
 Risco Moderado

Acetato de cálcio + Carbonato de magnésio + Glicósideos digitálicos

Observações: N.D.
Interações: A sensibilidade aos glicosídeos e portanto, o risco de arritmias é aumentado pelos níveis de cálcio sérico elevados. O efeito dos antagonistas do cálcio pode ser reduzido.
 Potencialmente Grave

Acetato de cálcio + Carbonato de magnésio + Adrenalina

Observações: N.D.
Interações: A administração de adrenalina em doentes com níveis de cálcio sérico elevados, podem provocar arritmias graves.
 Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Acetato de cálcio + Carbonato de magnésio + Hidróxido de Alumínio

Observações: N.D.
Interações: A combinação de carbonato de magnésio, e hidróxido de alumínio com levotiroxina, pode causar um aumento da absorção de levotiroxina.
 Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Acetato de cálcio + Carbonato de magnésio + Levotiroxina sódica

Observações: N.D.
Interações: A combinação de carbonato de magnésio, e hidróxido de alumínio com levotiroxina, pode causar um aumento da absorção de levotiroxina.
 Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Acetato de cálcio + Carbonato de magnésio + Estrogénios

Observações: N.D.
Interações: O uso concomitante de Acetato de cálcio / Carbonato de magnésio e estrogénios, pode aumentar a absorção do cálcio.
 Redutora do efeito Terapêutico/Tóxico

Acetato de cálcio + Carbonato de magnésio + Digoxina

Observações: N.D.
Interações: Os sais de magnésio podem adsorver a digoxina no trato gastrointestinal, diminuindo a sua biodisponibilidade.
 Redutora do efeito Terapêutico/Tóxico

Acetato de cálcio + Carbonato de magnésio + Nitrofurantoína

Observações: N.D.
Interações: Pode ocorrer adsorção da nitrofurantoína, diminuindo a biodisponibilidade e, possivelmente, o efeito anti-infecioso deste medicamento.
 Redutora do efeito Terapêutico/Tóxico

Acetato de cálcio + Carbonato de magnésio + Penicilamina

Observações: N.D.
Interações: A absorção gastrointestinal de penicilamida pode ser diminuída, reduzindo possivelmente os seus efeitos farmacológicos.

Acetato de cálcio + Carbonato de magnésio + Inibidores da girase

Observações: N.D.
Interações: Acetato de cálcio / Carbonato de magnésio afeta a absorção das tetraciclinas, doxiciclina, bifosfonatos, fluoretos, algumas quinolonas (inibidoras da girase) como a ciprofloxacina e a norfloxacina, algumas cefalosporinas, como a cefpodoxima e cefuroxima, cetoconazol, preparações de estramustina, anticolinérgicos, zinco, ácidos urso e quenodesoxicólicos e halofandrina.
Informar o médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos não sujeitos a receita médica.
Informação revista e atualizada pela equipa técnica do INDICE.EU em: 10 de Março de 2016