SMOOTHIES

SMOOTHIES

DIETA E NUTRIÇÃO

  Tupam Editores

4

Nada seria melhor do que iniciar o dia desfrutando tranquilamente de um pequeno-almoço nutritivo e repleto de saborosos alimentos, acompanhado de um aromático cafezinho... no entanto, a realidade é bem diferente!

A maioria das pessoas não tem tempo para preparar uma refeição satisfatória deste tipo pela manhã.

A verdade é que a maioria das pessoas já optou por atitudes de conveniência e simplificação; porém, utilizar o micro-ondas para aquecer um alimento à pressa ou barrar um pão com manteiga chamando a isso um refeição, não parece que seja uma boa ideia.

Na realidade, para que se possa chamar refeição satisfatória a um pequeno-almoço, é necessário que ele contenha proteína, carbohidratos saudáveis e gordura, componentes essenciais que nos irão saciar e manter satisfeitos, sem adicionar peso corporal extra.

Com a abertura das fronteiras, por efeito da globalização económica a partir do início dos anos 80, verificou-se a liberalização de comércio mundial o que veio permitir o intercâmbio de produtos e mercadorias dos mais recônditos lugares da terra e a criação de fábricas e marcas de abrangência mundial, com a distribuição cada vez mais facilitada pelas sofisticadas redes de comunicação entretanto criadas.

Em resultado do tremendo desenvolvimento e modernização da economia global, tornou-se comum encontrar os produtos mais diversificados e exóticos nas redes de retalho e mercados do país, nomeadamente da área alimentar, onde até há poucos anos só alguns poucos privilegiados tinham acesso, ainda assim limitado, por exemplo a alimentos e frutos fora de época e a preços razoáveis.

Assim é que, ao entrarmos hoje num supermercado de qualquer país mediamente desenvolvido, nos deparamos com uma enorme variedade de alimentos e frutos exóticos, importados de outra regiões ou países, que nos permite fazer refeições muito variadas e saudáveis a custos moderados.

Smoothie de fruta

Esta nova realidade na diversidade alimentar, permite a todos e em particular aos partidários das dietas invulgares e mais preocupados com a saúde e bem-estar, optar por uma alargada panóplia de frutos, sementes e outros alimentos de outras paragens, permitindo também a sua utilização “fora de época”, o que contribui para melhorar a qualidade e diversidade nutricional em qualquer altura do ano.

O smoothie é uma preparação alimentar concentrada onde habitualmente são incorporados os mais diversos alimentos, com vista a obter um substituto de um refeição sólida, normalmente mais demorada de confecionar e deglutir. Para preparar um smoothie é necessário escolher uma base (a parte líquida), adequada às necessidades do organismo, pois assim como uma correta escolha pode promover a saúde, quando inadequada pode prejudicá-la.

Algumas das melhores bases para smoothies

Quando nos sentimos cansados durante o dia, o que pode ser sinal de desidratação, uma das melhores bases de smoothies que pode fornecer um forte e saudável aporte nutricional é água fresca filtrada; só adequadamente hidratado o corpo pode libertar as toxinas do organismo, e assim podermos experienciar um adicional de energia. Trata-se de uma base de batidos fácil de obter, saudável e barata.

A utilização de água de coco orgânico natural como elemento-base para um smoothie, é uma ótima opção quando prevemos estar sujeitos a intenso esforço físico ou intelectual durante o dia; é bem conhecido como a água de coco natural proporciona enormes benefícios à saúde, pois está carregada com eletrólitos e potássio de que o corpo necessita, quando está sujeito a grandes consumos energéticos.

Água de coco

Sumos naturais obtidos a partir de fruta fresca, de preferência da época, como toranjas, laranjas, maçãs e pêssegos, mas nunca de sumos industriais, podem constituir uma excelente base para um batido, depois de acrescentar um pouco de água, para diluição da frutose. O batido assim obtido oferece uma grande variedade de nutrientes e é muito rico em antioxidantes e enzimas essenciais ao equilíbrio do organismo.

Uma outra opção a experimentar para a base de um batido suave, refrescante e saudável é o leite de coco orgânico muito rico em proteínas, fibras, micronutrientes e gordura saturada saudável. O leite de coco tem uma textura suave, sabor doce e refrescante sendo obtido a partir da polpa do coco depois de espremida. Pode ser adquirido em lojas de produtos naturais, ou idealmente produzido em ambiente doméstico através de um liquidificador. No caso de ser comprado em loja, ter o cuidado de confirmar que não contém ingredientes adicionais.

O chá verde orgânico, que contém grandes quantidades de polifenois, um tipo particular de antioxidante, constitui também uma excelente base para preparar smoothies devido principalmente à sua reconhecida capacidade de ajudar no combate ao cancro, doenças cardíacas, diabetes e obesidade. O chá verde tem ainda a particularidade de regenerar e rejuvenescer as células da pele, dando-lhes uma aparência mais clara; além disso não contém cafeína, sendo por isso um substituto ideal para as pessoas que procuram reduzir o consumo de café pela manhã.

Fazer smoothie

Por último poderemos optar por um sumo de vegetais frescos orgânicos, obtido a partir de um lote dos nossos preferidos, para usar como base do nosso smoothie. Vegetais verdes, cenouras, beterrabas, aipo e cogumelos são apenas algumas das opções nutritivas que podemos escolher, podendo ainda adicionar no final, fruta congelada nossa preferida, obtendo assim um batido altamente nutritivo e saudável.

As piores escolhas para bases

De pouco valerá a quantidade, qualidade e variedade de frutas ou legumes utilizados para preparar os smoothies, se não tivermos escolhido previamente uma boa base. Por isso, aqui fica a recomendação para algumas que não deverão ser usadas, sob risco de “estragarmos tudo”.

Utilizar para base de um smoothie o iogurte convencional industrializado comprado em supermercados é uma má opção, pois sabemos que a grande maioria está carregada de ingredientes artificiais e açúcar, prejudiciais à saúde, contrariamente ao que é publicitado pela maioria dos fabricantes.

De forma idêntica, os sumos comuns de fruta, independentemente do que o fabricante possa anunciar, nada mais são que água, açúcar e alguns ingredientes artificiais como corantes e conservantes. Estes produtos, estão ao mesmo nível das bebidas açucaradas e dos refrigerantes, pelo que usá-los para servirem de base aos smoothies é arruiná-los à partida, ainda que usemos os melhores e mais frescos frutos naturais.

Com a expansão da “moda” das vitaminas concentradas, surgiram nas últimas décadas no mercado muitas pré-misturas de bases para smoothies sendo que na sua maioria são fabricadas com xarope de milho, rico em frutose, com ingredientes e cores artificiais sem qualquer valor nutricional.

Devemos ter sempre em mente que um smoothie é tanto melhor quanto a soma das partes e se estiver embalado, há fortes probabilidades de não ter a qualidade esperada.

Os ingredientes a adicionar

Escolhida a base para o nosso smoothie, é hora de nos concentrarmos nos ingredientes a adicionar. A sua seleção pode ser feita a partir de uma vasta gama de produtos originários de todos os continentes, como sementes de cânhamo, linho, espinafre, aveia, chia, abacate, nozes, castanha do pará, castanha de caju, pistachio, chia, ananás, cacau, kiwi, mamão, graviola, tamarindo e estão hoje ao dispor do mais exigente e sofisticado gosto em praticamente todos os países medianamente desenvolvidos e, quando faltar imaginação para melhor, a internet é um ótimo veículo para obter sugestões das mais deliciosas e nutritivas ementas em função dos gostos e necessidades específicas de cada um.

Smoothie de banana

Não é um obcecado pelo culturismo? Ainda assim experimente desfrutar de um smoothie de proteína, pois o nosso corpo necessita de proteína para manter a saúde da pele, do cabelo, estrutura óssea e músculo cardíaco. Além disso, uma refeição da manhã repleta de proteínas ou de uma mistura de proteínas, pode evitar o excesso de comida ao almoço ou pode contribuir para restaurar o tecido muscular sujeito a um sobre-esforço durante um treino de resistência ou trabalho físico ao longo do dia.

Se precisar de energia extra, poderá sempre adicionar uma ou duas colheres de sopa de pó da sua proteína preferida, disponível em lojas de produtos naturais, recomendando-se no entanto a proteína de ervilha sem sabor por não possuir qualquer ingrediente adicional. O segredo para obter uma mistura que possa saciar o apetite consiste em encontrar o equilíbrio certo entre as fontes de proteína, como por exemplo a proteína em pó, iogurte grego e manteiga de amendoim e os doces ou salgados, preferencialmente derivados de alimentos integrais, que serão adicionados às receitas.

Ao juntarmos ingredientes como sementes de cânhamo, aveia, abacate, chia, nozes, espinafre e linho no nosso pequeno almoço pela manhã, iremos obter smoothies de alto valor proteico, para além de uma deliciosa e saudável refeição que proporcionará energia suficiente para uma boa parte do dia. Se à receita for adicionada uma ou duas colheres de sopa de pó da proteína preferida, então será desvendado o segredo de um smoothie perfeito.
Em alternativa, poderá ainda misturar-se alguns alimentos exclusivos para criar algo realmente único, através de combinações praticamente ilimitadas, devendo no entanto ter-se atenção ao tamanho das porções que não deverão ultrapassar uma colher se sopa por ingrediente.

Autor:
Tupam Editores

Última revisão:
02 de Outubro de 2020

Referências Externas:

SEMENTES - Pequenas mas poderosas

DIETA E NUTRIÇÃO

SEMENTES - Pequenas mas poderosas

Chia, linhaça, sésamo, girassol, cânhamo, abóbora… Há quem lhes chame “comida de pássaro” e há também quem já se tenha rendido às suas propriedades nutricionais. Sabe porque as devemos incluir na alim...
O QUINTO SABOR

DIETA E NUTRIÇÃO

O QUINTO SABOR

O paladar é o sentido que nos permite reconhecer os gostos das substâncias. A língua humana identifica os gostos básicos doce, azedo, salgado, amargo e …umami.
0 Comentários