Depressão pós-parto associada à dor da mãe após ter o bebé

100


Depressão pós-parto associada à dor da mãe após ter o bebé

  Tupam Editores

Embora a dor do parto tenha sido associada à depressão pós-parto, um novo estudo sugere que o “culpado” pode ser a dor sentida pela mãe após o parto, e não durante o processo de dar à luz.

Pesquisas já realizadas demonstraram que a dor associada ao parto pode aumentar o risco de depressão pós-parto, mas não especificaram que parte do processo pode ser a fonte do problema.

Este foi o primeiro estudo a diferenciar a dor pós-parto da dor de parto e a identificá-la como um fator de risco significativo para a depressão pós-parto.

Realizada pela Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, a investigação sugere que é necessária uma atitude mais pró-ativa para ajudar as mães a controlar a dor após o nascimento do bebé.

Recém-nascido - depressão

O estudo analisou os dados de mães que tiveram o seu primeiro filho entre 2015 e 2017, tendo comparado as suas pontuações de dor.

Os investigadores descobriram que a depressão pós-parto foi significativamente associada a maiores pontuações de dor no pós-parto.

Mães com depressão pós-parto demonstraram mais queixas relacionadas com a dor durante a recuperação e muitas vezes precisavam de medicação adicional para a dor. As mulheres no grupo de depressão pós-parto foram mais propensas a ter feito uma cesariana, mostrou ainda o estudo.

Os investigadores determinaram que a depressão pós-parto era maior entre as mulheres que estavam acima do peso ou obesas; que sofriam de um períneo rasgado (a área adjacente à abertura vaginal); que tinham um histórico de depressão, ansiedade ou dor crónica e cujos bebés eram menores.

ARTIGO

Autor:
Tupam Editores

Última revisão:
16 de Janeiro de 2019

Referências Externas:

Relacionados

BEBÉS PREMATUROS - A pressa de viver!

Chegam antes da hora, sem dar tempo para o Chá de Fraldas ou para a decoração do quarto. Os pais nem têm hipótese de os abraçar ou tocar antes de irem para a incubadora. Delicados e vulneráveis, convi...

RECÉM-NASCIDOS: Bolçar! - É normal?

Cuidar de uma criança no seu primeiro ano de vida é um verdadeiro desafio. É um novo elemento na família. É o ano da vida em que ocorrem maiores aquisições, em que todos os dias surgem mudanças e por...

Destaques

HERPES

O nome da doença não disfarça os seus efeitos! Com origem no termo grego “herpein”, que significa “alastrar” ou “rastejar”, herpes é a palavra usada para designar uma doença viral da pele, altamente c...
0 Comentários