Desmame precoce pode influenciar agressividade em gatos

100


Desmame precoce pode influenciar agressividade em gatos

  Tupam Editores

O desmame precoce, definido como separação permanente da mãe antes do tempo que ocorreria na natureza, tem impactos de vária ordem na saúde e comportamento dos animais.

Gato a mamar no biberão

Por essa razão o desmame dos gatinhos deve ser bem planeado, progressivo e lento, para que haja adaptação do seu trato gastrintestinal e enzimas digestivas. Se ocorrer de forma rápida e precoce, o gatinho pode ficar com a “mania da sucção” e mamar em cobertores, roupas ou qualquer objeto e, mais importante ainda, pode levar a comportamentos de agressividade, entre outros problemas.

A conclusão é de um estudo que revela que os gatos que fazem o desmame antes das oito semanas têm maiores probabilidades de se tornarem agressivos.
Para chegar a este desfecho a equipa de investigação recolheu dados junto de donos de 5726 gatos de 40 raças diferentes, tendo sido possível concluir que os animais que fizeram o desmame antes das oito semanas de idade tinham um maior risco de revelar comportamentos agressivos.

Os gatinhos que haviam feito o desmame depois das 14 semanas, por sua vez, revelaram menor probabilidade de manifestar agressividade e comportamentos estereotipados, como excesso de cuidados de higiene, que foram detetados em animais que fizeram o desmame às 12 semanas.

Além disso, de acordo com os investigadores, o desmame precoce pode levar a uma diminuição do bem-estar mental do animal, pelo que fazer o desmame na altura mais adequada pode ser uma das melhores medidas para melhorar o bem-estar dos gatos domésticos.
 

ARTIGO

Relacionados

GATO PERSA - Aristocracia e elegância

Elegante, sofisticado, e de porte majestoso, o gato Persa é, para muitos, sinónimo de gato de luxo. A sua longa pelagem, o seu excecional caráter e a sua beleza sem igual fazem dele um dos gatos mais...

LINCE IBÉRICO - Em recuperação!

Não é surpresa para ninguém que o Lince Ibérico está em perigo de extinção. É, aliás, o felino mais ameaçado do planeta, tendo sofrido um processo de regressão acentuado desde o século XIX até ao iníc...

Destaques

0 Comentários