Cruzamento indesejado entre javalis e porcos domésticos aumenta risco de PSA

Cruzamento indesejado entre javalis e porcos domésticos aumenta risco de PSA

Outras Espécies

  Tupam Editores

0

O alerta vem do presidente da Associação de Criadores de Porco Alentejano (ACPA): se o aumento exponencial do número de javalis em Portugal contribuir para a disseminação da peste suína africana (PSA), “será uma catástrofe”.

Devido à gravidade, rápida evolução da doença e à grande difusibilidade do vírus, a doença tem um elevado impacto social e económico, devido às perdas provocadas.

Nuno Faustino manifestou as suas preocupações com o impacto que a PSA poderá ter na fileira do porco alentejano, pois com a presença da doença “as fronteiras fecham e não há onde colocar o produto”.

O presidente da ACPA abordou ainda as dificuldades de contenção da doença, já que os javalis conseguem ter acesso às porcas domésticas reprodutoras.

Porco-alentejano

Segundo Carlos Fonseca, biólogo e investigador da Universidade de Aveiro, esta situação não é nova e Portugal poderá vir a ter peste suína a curto/médio prazo, em parte provocada pelo aumento exponencial de javalis em simultâneo com o decréscimo de caçadores.

De referir que a zona onde a presença de javalis é mais significativa estende-se desde a região alentejana (Serpa) até ao distrito de Castelo Branco. Por ano, são abatidos legalmente uma média de 30 mil javalis em 4 mil zonas de caça em Portugal.

Os surtos de PSA na Europa já causaram inclusive um incidente diplomático entre a Roménia e a Bulgária, países onde foi detetada a doença. No mês passado a Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) confirmou que o número de surtos ativos da doença já atingiu os 5763, em 15 países de todo o mundo.

Na Europa, já foram detetados surtos em países como a Itália, Polónia, Bélgica, Letónia, Moldávia, Bulgária, Roménia e Rússia, num total de 11 países europeus.

Autor:
Tupam Editores

Última revisão:
02 de Outubro de 2020

Referências Externas:

Prebióticos podem ser prejudiciais para os equinos

Outras Espécies

Prebióticos podem ser prejudiciais para os equinos

Os prebióticos foram introduzidos na alimentação dos cavalos por se acreditar que eram benéficos, mas afinal, estes suplementos alimentares não são tão benéficos quanto se pensava.
AQUARIOFILIA: A FUGA PARA O PARAÍSO

AQUARIOFILIA

AQUARIOFILIA: A FUGA PARA O PARAÍSO

Há-os de vários tipos e para todos os gostos: de água doce, salgada, fria, quente, comunitários – onde habitam várias espécies de peixes, biótipo – onde apenas existem peixes e plantas provenientes da...
0 Comentários