Aumentam proibições de venda de animais de companhia

100


Aumentam proibições de venda de animais de companhia

  Tupam Editores

No Reino Unido, Califórnia, EUA e em Singapura já não é possível vender animais de companhia em lojas.

A decisão do governo do Reino Unido foi tomada após uma consulta pública ter revelado que 95 por cento da população do país é a favor da proibição. A legislação deverá ser publicada no país já este ano.

Assim, de acordo com o Departamento de Ambiente, Alimentação e Assuntos Rurais do Reino Unido, qualquer pessoa que pretenda comprar ou adotar um cão ou um gato com menos de seis meses deve lidar diretamente com o criador ou com um canil.

Cães para vender

A Califórnia, nos EUA, foi o primeiro estado do país a proibir a venda de cães, gatos e coelhos em lojas de animais, exceto se estes forem provenientes de organizações de resgate de animais. Já no início deste ano também a Singapura anunciou que vai tomar medidas semelhantes, num esforço para impulsionar a adoção de animais abandonados.

Em Portugal também existem regras para a transação de animais de companhia. Para começar, os estabelecimentos comerciais não podem exibir animais nas montras ou vitrinas, sendo que as multas variam entre os 200 e os 3740€.

Além disso, são obrigatórios alguns documentos para a compra e venda de animais, como um comprovativo de identificação eletrónica (em caso de cão ou gato); uma declaração médico-veterinária que ateste a saúde do animal; informação sobre vacinas; e ainda uma declaração de cedência ou contrato de compra e venda do animal.

ARTIGO

Relacionados

DESAFIOS DE UM ANIMAL COM DEFICIÊNCIA

Adotar um animal de companhia é assumir uma responsabilidade para toda a vida – o que inclui os bons e os maus momentos. E, não duvide, os desafios do dia-a-dia não são enfrentados apenas pelas pessoa...

ANIMAL PERDIDO SABE O QUE FAZER?

Perder um animal de companhia é um receio que preocupa a maioria dos tutores. E até pode parecer algo que nunca acontece aos mais cuidadosos mas, acredite, o risco é constante.

Destaques

0 Comentários