OFTALMOLOGIA

“Neuropatias Óticas Mitocondriais” em destaque em congresso

Pela primeira vez, Portugal vai receber o maior congresso europeu de neuro-oftalmologia. A estreia vai fazer-se no Porto, no Centro de Congressos da Alfândega, entre os dias 16 e 19 de junho, e contará com a presença de alguns dos maiores especialistas internacionais nesta área.

“Neuropatias Óticas Mitocondriais” em destaque em congresso

Organizado pela Sociedade Europeia de Neuro-oftalmologia, com o apoio do Grupo Português de Neuro-Oftalmologia, o 14.º Encontro da Sociedade Europeia de Neuro-Oftalmologia (EUNOS) conta com um programa científico vasto e intenso.

O primeiro dia do congresso contará com uma reunião conjunta entre a Sociedade Europeia de Neuro-Oftalmologia e a Rede Europeia de Nervo Ótico (EUPON - European optic nerve network), que irá abordar as diversas neuropatias óticas, desde a ciência básica, abordagem clínico-terapêutica até à investigação translacional, tentando estreitar os laços entre as diferentes abordagens.

Em destaque, irão estar as “Neuropatias Óticas Mitocondriais”, nomeadamente a Neuropatia Ótica Hereditária de Leber (LHON), que, nos últimos anos, tem sido fruto duma investigação intensa, com resultados clínico-terapêuticos promissores. 

Nos restantes três dias, vai ser abordado um diversificado conjunto de temas, desde as novas modalidades em neuroimagem e as suas aplicações clínicas, manifestações neuro-oftalmológicas das doenças neurodegenerativas versus glaucoma, miastenia gravis ocular e neuro-oftalmologia pediátrica.

O congresso conta ainda com dois cursos dedicados aos colegas mais novos, neuro-oftalmologia de urgência e OCT na Neuro-oftalmologia, mas que, pelo seu painel de oradores, irá certamente cativar a audiência, mesmo a mais experiente.

“É com grande orgulho que recebemos esta reunião, onde se vão dar a conhecer avanços determinantes nesta área. São sempre encontros importantes, uma vez que permitem estreitar laços entre colegas, através da partilha e debate de conhecimentos, o que em muito contribui para o avanço da investigação e do saber médico e, consequentemente, ajuda a melhorar a vida de muitos doentes”, refere Dália Meira, médica oftalmologista do Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho e responsável pela organização local do evento.

Fonte: press release

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS