Viver perto da natureza faz bem à saúde

100


Viver perto da natureza faz bem à saúde

  Tupam Editores

Viver perto da natureza ou passar uma temporada junto de áreas verdes traz benefícios para a saúde significativos e abrangentes, conclui um estudo internacional de meta-análise.

A exposição a espaços verdes reduz o risco de diabetes tipo 2, doença cardiovascular, morte prematura, parto prematuro, stress, pressão alta e ainda gera uma imagem positiva de si mesmo.

No geral, populações com níveis mais altos de convivência com a natureza têm maior probabilidade de relatar boa saúde.

Durante o estudo, foram avaliados dados mundiais de mais de 290 milhões de pessoas de 20 países.

A investigação foi liderada pelo cientista Caoimhe Twohig Bennett, da Universidade East Anglia, no Reino Unido, que publicou os resultados na revista científica Environmental Research.

Mulher - flores no jardim

“Estar junto à natureza certamente faz-nos sentir mais saudáveis, mas, até agora, o impacto no nosso bem-estar a longo prazo não tinha sido totalmente compreendido. Reunimos evidências de mais de 140 estudos envolvendo mais de 290 milhões de pessoas para ver se o contacto com a natureza realmente promove uma melhor saúde”, explicou o cientista.

Os espaços verdes foram definidos como regiões abertas e não urbanizadas, com vegetação natural, bem como espaços verdes urbanos, que incluíam parques urbanos e vegetação de rua.

A equipa analisou a saúde das pessoas com pouco acesso a espaços verdes em comparação com a saúde das pessoas com uma maior exposição à natureza.

“Nós descobrimos que passar um tempo, ou viver perto, de espaços verdes naturais está associado a diversos e significativos benefícios para a saúde. Isto reduz o risco de diabetes tipo 2, doença cardiovascular, morte prematura e parto prematuro e aumenta a duração do sono”, disseram os cientistas.

“As pessoas que vivem mais perto da natureza também têm menor pressão arterial diastólica, menor frequência cardíaca e menos stress. Na verdade, um dos dados realmente interessantes que descobrimos é que a exposição aos espaços verdes reduz significativamente os níveis de cortisol salivar das pessoas - um marcador fisiológico de stress”, acrescentaram ainda.

ARTIGO

Autor:
Tupam Editores

Última revisão:
15 de Outubro de 2018

Referências Externas:

Relacionados

ÓLEOS ESSENCIAIS - Um prazer da terra!

Os óleos essenciais acompanham-nos há milénios. As civilizações mais antigas foram as primeiras a usufruir das suas infinitas propriedades. Os gregos e os romanos utilizavam-nos na elaboração de banho...

Destaques

CONHECE O PODER DO SORRISO?

Dias cansativos, trabalho que nunca mais acaba, stress, correrias, casa para arrumar, filhos para acompanhar, contas para pagar, para além daqueles problemas ou situações mais negativas que, por vezes...

BIOTECNOLOGIA: A ALQUIMIA DOS TEMPOS MODERNOS

O toque de alvorada da indústria da biotecnologia soou quando se realizaram as primeiras experiências de splicing genético, isto é, a modificação da informação genética do DNA para o RNA após a transc...
0 Comentários