Quase 15% dos adultos nos EUA consumiram cannabis no último ano

  Tupam Editores

Um estudo publicado na revista Annals of Internal Medicine, revelou que 14,6 por cento dos adultos norte-americanos relatam o uso de cannabis em 2017.

Uma equipa de cientistas da Califórnia, nos Estados Unidos, avaliou a prevalência de diferentes formas de uso de cannabis numa amostra representativa da sociedade norte-americana composta por 16 280 adultos com 18 anos ou mais de idade; a taxa de resposta global foi de 55,3 por cento.

Os dados apurados mostraram que 14,6 por cento dos entrevistados relataram uso de cannabis em 2017 e 8,7 por cento relataram o seu uso nos últimos 30 dias.

Planta de cannabis

A prevalência do uso da droga foi de 20, 14,1 e 12 por cento em estados onde o uso recreativo é legal, o uso médico é legal, e nenhum uso é legal, respetivamente.

O uso da droga através de várias vias, seja do fumo ou inalação, em 2017, foi relatado por 6,7 por cento.

Houve correlação inversa para a prevalência de qualquer uso com a idade, sendo o maior uso relatado entre pessoas com idades entre os 18 e os 34 anos. Em 2017, o tabagismo foi a forma mais prevalente de uso de cannabis (55 por cento).

A prevalência de tabagismo foi 16, 12,6 e 11,4 em estados onde o uso recreativo de cannabis é legal, o uso médico é legal, e nenhum uso é legal, respetivamente, enquanto a prevalência de uso de comestíveis foi de 11, 5,1 e 4,2, respetivamente, mostrou ainda a pesquisa.

ARTIGO

Relacionados

JET LAAAAAG… Contrariando o ciclo circadino

Expressão de origem inglesa tornada universal, a expressão “jet lag”, não tem tradução literal em português, mas pode ser definida como a alteração do ritmo biológico de 24 horas consecutivas causada...

VACINAR-SE ESTÁ FORA DE QUESTÃO?

Tem vergonha de o confessar, mas tem pavor de agulhas? Lamentavelmente, trata-se de um medo que vai ter de superar para se manter saudável e à comunidade. Todos os anos as vacinas salvam a vida a cerc...

Destaques

DOENÇAS DE VIAGENS

As viagens internacionais aumentaram surpreendentemente nos últimos anos. Segundo as estatísticas disponíveis mais recentes (2006) do World Tourism Organization, o número de viagens internacionais de...

CELULITE, UM PRIVILÉGIO FEMININO

O pesadelo da maior parte das mulheres tem nome e sobrenome: hidrolipodistrofia ginoide – mais conhecida por celulite. E não é à toa que é tão temida, pois ataca as partes mais sensuais do seu corpo,...
0 Comentários