Proteína de semente de árvore brasileira inibe progressão de cancro

100


Proteína de semente de árvore brasileira inibe progressão de cancro

  Tupam Editores

Uma proteína extraída de sementes da árvore brasileira Enterolobium contortisiliquum (tamboril ou orelha-de-macaco), poderá ser uma esperança para o tratamento eficaz de algumas formas mais agressiva de cancro.

Uma equipa de cientistas da Universidade Federal de São Paulo, no Brasil, descobriu que uma proteína extraída da planta é capaz de inibir a migração e a metástase do cancro da mama triplo-negativo e de outros tipos de tumor agressivos, como o gástrico e o da pele (melanoma).

Um dos tumores mais agressivos e para o qual houve menos avanços no desenvolvimento de terapias nos últimos anos, o cancro da mama triplo-negativo, ainda não tem disponível um tratamento específico e um agente farmacológico que o consiga combater.

“Constatámos que a proteína em causa inibe a invasão, a proliferação e a metástase do tumor da mama triplo-negativo em testes in vitro [em células] e, no caso do melanoma, tanto em modelo in vitro como in vivo [em animais],” afirmou a investigadora Maria Luiza Vilela Oliva.

Enterolobium contortisiliquum

Denominada Enterolobium contortisiloquum inibidor de tripsina (EcTI, na sigla em inglês), a proteína foi isolada pela cientista Maria Luiza Oliva.

“Temos estudado os efeitos fisiopatológicos dessas proteínas isoladas de leguminosas em alguns tipos de cancro na tentativa de descobrir novos agentes que possam, se não curar, pelo menos ajudar a comprender a patologia dessas doenças”, explicou a cientista.

As análises dessas moléculas em diferentes modelos fisiopatológicos, como de inflamação, trombose e tumor, indicaram que, além de antitumoral, essas proteínas apresentam propriedades anti-inflamatória, antimicrobiana e antitrombótica.

“O tumor, a inflamação e a trombose são patologias que estão de certa forma interligadas, porque, às vezes, o paciente oncológico pode morrer não por causa da doença, em si, mas em decorrência de um quimioterápico que pode levar ao desenvolvimento de uma trombose”, rematou a cientista.

ARTIGO

Relacionados

FITOTERAPIA - A terapia pelas plantas

A fitoterapia, pode produzir tratamentos com elevada eficácia para as mais variadas patologias. Mas, contrariamente à crença popular, o uso de plantas medicinais não é completamente isento de riscos.

MEDICAMENTOS DA FEIRA

Atualmente as evidências científicas mostram que consumir hortofrutícolas em abundância é vantajoso para a saúde. Uma visita ao mercado pode fazer tão bem como uma visita à farmácia.

Destaques

MEMÓRIA, BASE DO CONHECIMENTO - O que é e como funciona?

De forma razoavelmente simplificada, a memória humana pode ser definida como a capacidade inata do cérebro para obter, armazenar e evocar informações disponíveis no cérebro – a chamada memória biológi...

ESTÉTICA E AUTOESTIMA - Na saúde e bem-estar pessoal

Engana-se quem pensa que os conceitos e padrões de beleza são invenções modernas. Já na Grécia antiga existiam padrões de beleza muito bem estabelecidos. Estes modelos sofreram alterações ao longo dos...
0 Comentários