Probióticos reduzem necessidade de toma de antibióticos pelas crianças

100


Probióticos reduzem necessidade de toma de antibióticos pelas crianças

  Tupam Editores

Tomar probióticos pode diminuir a necessidade da toma de antibióticos entre bebés e crianças, revela um estudo internacional.

Uma equipa de investigadores da Universidade de Georgetown, nos Estados Unidos, analisou doze estudos experimentais sobre o tema que envolviam bebés e crianças e descobriu que esse grupo da população tive 29 por cento menos probabilidade de precisarem de tomar antibióticos quando tomavam probióticos como suplemento diário de saúde.

Quando a análise foi repetida apenas com os estudos científicos da mais alta qualidade, essa percentagem aumentou para 53 por cento.

“Nós já tínhamos evidências de que o consumo de probióticos reduz a incidência, duração e gravidade de certos tipos de infeções respiratórias e gastrointestinais comuns. A questão era saber se essa redução estava solidamente ligada ao declínio do uso de antibióticos, e vimos que há essa associação”, afirmou Daniel Merenstein, da Universidade de Georgetown, que fez a meta-análise juntamente com cientistas da Inglaterra e Holanda.

Menina e comprimidos

Os resultados são ainda mais promissores porque podem apontar para benefícios para outras faixas etárias.

“Mais estudos são necessários para todas as idades, e particularmente nos idosos, para ver se o uso sustentado de probióticos está ligado a uma redução geral nas prescrições de antibióticos. Se assim for, isso poderia ter um enorme impacto sobre o uso de probióticos na medicina em geral”, disse a investigadora Sarah King, principal autora do estudo.

Apesar de uma série consistente de bons resultados, ainda não está claro como os probióticos ajudam a combater as infeções, especialmente nas vias respiratórias e no trato digestivo inferior.

“Existem muitos mecanismos potenciais, como a produção probiótica de inibidores dos patógenos, regulação imunológica, entre outros. Não conhecemos todos os mecanismos que as cepas probióticas podem alavancar. Mas, como a maioria do sistema imunológico humano é encontrado no trato gastrointestinal, ingerir bactérias saudáveis pode excluir competitivamente patógenos bacterianos ligados a infeções intestinais e podem estimular o sistema imunológico a combater outros”, explicou Merenstein.

ARTIGO

Relacionados

Potássio - Minerais essenciais

O potássio é um elemento químico alcalino de origem mineral, essencial para o bom funcionamento do corpo humano sendo, de entre os vários nutrientes, um dos principais componentes das células e exerce...

Destaques

CONHECE O PODER DO SORRISO?

Dias cansativos, trabalho que nunca mais acaba, stress, correrias, casa para arrumar, filhos para acompanhar, contas para pagar, para além daqueles problemas ou situações mais negativas que, por vezes...

BIOTECNOLOGIA: A ALQUIMIA DOS TEMPOS MODERNOS

O toque de alvorada da indústria da biotecnologia soou quando se realizaram as primeiras experiências de splicing genético, isto é, a modificação da informação genética do DNA para o RNA após a transc...
0 Comentários