Música ritmada pode facilitar prática de exercício

  Tupam Editores

Uma nova pesquisa mostrou que a música otimista e ritmada pode fazer um treino rigoroso parecer menos difícil, mesmo para pessoas que são insuficientemente ativas.

Treinos intercalados de alta intensidade, que consistem em exercícios breves e repetidos de exercícios intensos, separados por períodos de descanso, mostraram melhorar a saúde física ao longo de várias semanas; mas esse tipo de exercício é entendido como “cansativo” para muitas pessoas, especialmente aquelas que são menos ativas.

Realizado pela Universidade de Brunel, em Londres, o estudo reuniu um painel de adultos britânicos para avaliar as qualidades motivacionais de 16 músicas de ritmo acelerado; as três músicas com as melhores classificações foram usadas no estudo.

Música-exercicio

Em seguida, um grupo separado de 24 participantes completou o que foi chamado de 'treino de um minuto' - três sprints de 20 segundos, totalizando 60 segundos de exercício vigorosos; um breve descanso separou os sprints, para um período de exercício total de dez minutos, incluindo aquecimento.

Os participantes completaram estas sessões sob três condições diferentes - com música motivacional, sem áudio ou a ouvir um podcast desprovido de música.

Os participantes relataram maior aproveitamento quando ouviam música ritmada ao mesmo tempo que se exercitavam; para além disso, exibiram altas frequências cardíacas e um maior pico de potência na sessão com música, em comparação com as sessões sem áudio e podcast.

A pesquisa indica que, para pessoas consideradas insuficientemente ativas, a música pode não apenas ajudá-las a exercitarem-se mais, mas também pode ajudá-las em questões de aproveitamento do treino.

ARTIGO

Relacionados

Destaques

GRAVIDEZ E MEDICAMENTOS

A gravidez é um momento único na vida de uma mulher e o nascimento de uma criança saudável é a expectativa maior dos pais. Durante o período gestacional ocorrem profundas alterações fisiológicas no co...

MAGNÉSIO - O mineral chave da saúde e longevidade!

Sofre de dores de cabeça, fadiga, insónias e indisposição? Já acordou abruptamente, a meio da noite, com uma dor excruciante numa perna, vulgarmente conhecida por cãibra? Nesse caso, é grande a probab...
0 Comentários