Mel pode reduzir danos em crianças que engolem pilhas

Mel pode reduzir danos em crianças que engolem pilhas

CRIANÇAS E ADOLESCENTES

  Tupam Editores

0

Ingerir mel depois de engolir uma pilha pode reduzir lesões e melhorar os resultados do tratamento após o acidente em crianças, de acordo com pesquisa publicada na revista Laryngoscope.

Cientistas da Filadélfia procuraram novas estratégias para a mitigar a morbidade e mortalidade associadas à lesão esofágica cáustica em lactentes e crianças resultantes da ingestão de pilhas.

Os investigadores testaram o uso de sumo de maçã e de laranja, Gatorade, Powerade, mel puro, xarope de ácer (Maple syrup) e o medicamento Sucralfato usando esófagos de cadáveres de porco, com as opções mais promissoras a serem testadas depois in vitro versus um controlo de soro fisiológico em leitões vivos.

Criança com brinquedo com pilhas

Os dados apurados mostraram que o mel e o sucralfato registaram mais efeitos protetores contra os danos causados ao organismo pela pilha in vitro e in vivo.

Ambas as substâncias neutralizaram o aumento do pH tecidual, criando lesões mais localizadas e superficiais. In vivo, houve uma diminuição tanto na lesão de espessura total quanto na extensão da lesão muscular além das margens das úlceras superficiais.

Assim, no período crucial entre a ingestão da pilhas e a sua remoção endoscópica, no momento inicial, a ingestão frequente de mel no ambiente doméstico e Sucralfato no cenário clínico tem o potencial para reduzir a gravidade da lesão e melhorar os resultados dos pacientes, disseram os autores.

REMÉDIOS NATURAIS: CONSTIPAÇÕES, RESFRIADOS

TRATAMENTOS NATURAIS

REMÉDIOS NATURAIS: CONSTIPAÇÕES, RESFRIADOS

Desde os primórdios que procuramos a alívio nas virtudes curativas das plantas e alimentos. Esse conhecimento subsistiu durante milénios, aprofundou-se e diversificou-se, até aos nossos dias.
PNEUMONIAS

DOENÇAS E TRATAMENTOS

PNEUMONIAS

Embora haja grupos e estações de risco, a pneumonia pode afetar qualquer pessoa, em qualquer altura do ano. Quanto mais depressa identificar os sinais, melhor será a sua recuperação.
0 Comentários