FDA aprova pílula digital

  Tupam Editores

O regulador de saúde norte-americano (FDA) aprovou a primeira pílula digital, com um sensor embutido, que avalia se as pacientes estão a tomar a sua medicação corretamente. Esta ferramenta marca um avanço significativo na convergência da saúde e tecnologia.

Pílula digital

A pilula é uma versão do medicamento estabelecido pela Otsuka Pharmaceutical, intitulado Abilify, para esquizofrenia, transtorno bipolar e depressão, que contém um dispositivo de rastreamento desenvolvido pela Proteus Digital Health.

O sistema oferece aos médicos um método objetivo de medir se os pacientes estão a tomar a sua medicação de forma correta, abrindo uma nova abordagem para a monitorização de medicamentos que pode ser aplicada noutras áreas terapêuticas.

A FDA disse que ser capaz de rastrear a ingestão de medicamentos prescritos para doenças mentais pode ser útil "para alguns pacientes", embora a capacidade da pílula digital para melhorar a conformidade do paciente não tenha sido comprovada.

O sistema funciona enviando uma mensagem do sensor da pílula para um patch, que depois transmite a informação para um aplicativo móvel para que os pacientes possam acompanhar a toma da medicação no seu smartphone.

O sensor não tem bateria ou antena e é ativado quando “se molha” nos sucos do estômago.

ARTIGO

Relacionados

PRIMEIROS SINAIS DE GRAVIDEZ

A gravidez é um momento novo e muito especial na vida de uma mulher! Desde o início ela passa por um misto de orgulho e incertezas em relação às mudanças no seu corpo e identidade, ao desenvolvimento...

O PARTO

O nascimento, ou parto, é provavelmente o acontecimento mais importante na vida de todos os seres vivos, pois significa a perpetuação das espécies.

Destaques

DOENÇAS DE VIAGENS

As viagens internacionais aumentaram surpreendentemente nos últimos anos. Segundo as estatísticas disponíveis mais recentes (2006) do World Tourism Organization, o número de viagens internacionais de...

CELULITE, UM PRIVILÉGIO FEMININO

O pesadelo da maior parte das mulheres tem nome e sobrenome: hidrolipodistrofia ginoide – mais conhecida por celulite. E não é à toa que é tão temida, pois ataca as partes mais sensuais do seu corpo,...
0 Comentários