Exposição à cafeína no útero associada a excesso de peso na infância

Exposição à cafeína no útero associada a excesso de peso na infância

GRAVIDEZ E MATERNIDADE

  Tupam Editores

4

A exposição à cafeína no meio uterino durante a gestação aumenta o risco de excesso de peso na infância, concluiu um estudo recente publicado no BMJ Open.

Os autores explicam que o consumo de café por parte de mulheres grávidas pode resultar em excesso de peso nos filhos, ainda durante a infância.

A investigação mostrou que a cafeína passa através dos vários tecidos que compõem o corpo humano, incluindo a placenta. Deste modo, o feto fica exposto ao café, o que, em casos extremos, pode resultar em abortos espontâneos ou repercussões no normal crescimento do bebé.

Os problemas não ocorrem apenas durante o tempo de gestação e podem surgir anos depois de o bebé nascer, como é o caso da facilidade de ganho de peso por parte das crianças durante a infância.

Grávida e café

Os cientistas avaliaram 51 mil mulheres cuja alimentação foi seguida a partir das 22 semanas de gravidez, assim como o estado de saúde dos filhos nos primeiros oito anos de idade.

Os efeitos sobre o peso da criança decorrem não apenas da cafeína proveniente do consumo direto do café, mas também do consumo de chá preto, bebidas energéticas, chocolate e algumas sobremesas e doces.

O estudo concluiu que quanto maior for o consumo de cafeína durante a gravidez, maior a probabilidade de os filhos sofrerem de obesidade.

Apesar dos resultados, mais estudos são necessários para confirmar a relação entre a ingestão de cafeína durante a gravidez e a obesidade na infância.

ALIMENTOS PARA AJUDAR A DORMIR

DIETA E NUTRIÇÃO

ALIMENTOS PARA AJUDAR A DORMIR

Para dizer adeus às insónias é importante saber quais os alimentos “amigos” e quais os “inimigos” do sono, quais os horários para cada alimento, e que consequências têm no seu organismo.
ANTIÁCIDOS - Uso e abuso!

MEDICINA E MEDICAMENTOS

ANTIÁCIDOS - Uso e abuso!

A azia é um problema comum, em geral devido à ingestão ou excesso de determinados alimentos que a potenciam, sendo o recurso aos antiácidos a fórmula mais usada para tratar ou prevenir este problema.
0 Comentários