Estigma do peso associado a consequências prejudiciais para a saúde

  Tupam Editores

A saúde dos homens pode ser comprometida pelo estigma do peso, de acordo com uma pesquisa realizada pela Universidade do Connecticut, nos Estados Unidos.

O estigma de peso é generalizado contra pessoas com obesidade e pode contribuir para problemas de saúde física e emocional para aqueles alvejados. Cerca de 40 por cento dos homens relatam ter experimentado estigma de peso, mas quando se trata de como esse estigma afeta a sua saúde, os homens receberam menos atenção na pesquisa, em comparação com as mulheres.

A pesquisa, publicada na revista Obesity, envolveu dois grupos de homens: 1 249 homens de um painel de pesquisa nacional diversificado e 504 homens de um serviço de recolha de dados online.

Homem-excesso-peso

Ambos os grupos de homens completaram pesquisas idênticas sobre as suas experiências de estigma baseado em peso, o quanto eles interiorizaram essas experiências, bem como o seu bem-estar psicológico e comportamentos de saúde.

O estudo mostrou que o estigma de peso, tanto experiente e interiorizado, foi associado a mais sintomas depressivos e mais comportamentos prejudiciais de dieta; os homens que experimentaram o estigma de peso tiveram uma probabilidade maior de desenvolverem compulsão alimentar.

As descobertas sugerem a necessidade de dar maior atenção aos homens, não apenas em pesquisas sobre as ligações entre estigma de peso e saúde, mas também entre profissionais de saúde que tratam homens para várias condições de saúde, nas quais o estigma pode ter um papel contribuinte.

ARTIGO

Autor:
Tupam Editores

Última revisão:
12 de Dezembro de 2019

Mais Sobre:
OBESIDADE SAÚDE HOMEM

Referências Externas:

Relacionados

MEMÓRIA, BASE DO CONHECIMENTO - O que é e como funciona?

De forma razoavelmente simplificada, a memória humana pode ser definida como a capacidade inata do cérebro para obter, armazenar e evocar informações disponíveis no cérebro – a chamada memória biológi...

FILHO, OS PAIS VÃO SEPARAR-SE!

De repente tudo muda! A separação dos pais é, talvez, um dos mais difíceis momentos na vida de uma criança, pelo que minimizar a dor e as marcas que esta mudança lhe possa deixar deve ser fundamental.

Destaques

CEFALEIAS, O MELHOR É NÃO PERDER A CABEÇA

Popularmente conhecida por dor de cabeça, a cefaleia é um problema muito frequente e uma das queixas mais comuns nas consultas de clínicos, pediatras ou neurologistas.

NÃO SE ESQUEÇA DE DORMIR!

Dormir é uma necessidade fisiológica indispensável e pode funcionar como um excelente tratamento de beleza e de saúde. Mas dormir o “sono dos justos” parece ser o privilégio só de alguns.
0 Comentários