Descoberta associação entre herbicida e Parkinson

  Tupam Editores

Investigadores da Universidade Northwestern, nos Estados Unidos, descobriram um conjunto de genes que podem promover o desenvolvimento da doença de Parkinson quando são expostos ao herbicida comum paraquat.

O paraquat, que provoca a morte das células através de stress oxidativo, é proibido na União Europeia, mas ainda é amplamente utilizado na Ásia e no mundo em desenvolvimento. Um estudo já realizado em 2011 relacionou o uso do paraquat a um maior risco de Parkinson.

Cientistas

Segundo explicaram os cientistas, um dos principais mecanismos da doença é a perda de função dos neurónios dopaminérgicos numa pequena região do cérebro chamada porção compacta da substância negra.

Esses neurónios são altamente vulneráveis ao stress oxidativo e será através deste processo que a exposição ao paraquat está relacionada com a doença.
A equipa liderada pelo investigador Navdeep Chandel realizou um rastreio de seleção positiva usando a técnica CRISPR-Cas9 para criar milhares de células, cada uma com um gene individual desligado. Em foco esteve a avaliação de três mil genes que codificam proteínas metabólicas.

Os cientistas expuseram esse subconjunto de células ao paraquat - a maioria das células morreu, mas não todas.

Foram identificados depois três genes com alterações que conferiram resistência ao paraquat: POR, ATP7A e SLC45A4. A POR, uma proteína no retículo endoplasmático, foi identificada como a principal fonte de oxidação que causa o dano celular que pode estar associado à doença de Parkinson.

ARTIGO

Autor:
Tupam Editores

Última revisão:
11 de Maio de 2018

Referências Externas:

Relacionados

ARTRITES - Viver sem dores articulares

Com origem nos étimos gregos árthron (articulação) e ite (inflamação), a palavra artrite é utilizada para designar uma inflamação nas articulações independentemente da sua etiologia. Confundida por ve...

Destaques

DOENÇAS DE VIAGENS

As viagens internacionais aumentaram surpreendentemente nos últimos anos. Segundo as estatísticas disponíveis mais recentes (2006) do World Tourism Organization, o número de viagens internacionais de...

CELULITE, UM PRIVILÉGIO FEMININO

O pesadelo da maior parte das mulheres tem nome e sobrenome: hidrolipodistrofia ginoide – mais conhecida por celulite. E não é à toa que é tão temida, pois ataca as partes mais sensuais do seu corpo,...
0 Comentários