Dependência e abuso de opioides é problema de saúde pública entre crianças

Dependência e abuso de opioides é problema de saúde pública entre crianças

CRIANÇAS E ADOLESCENTES

  Tupam Editores

5

Uma pesquisa apresentada na reunião anual da Academia Americana de Pediatria, realizada no passado mês de setembro, alerta que a dependência e o abuso de opioides entre as crianças é um problema de saúde pública nos Estados Unidos.

A pesquisa da Universidade de Iowa, nos Estados Unidos, analisou dados do documento “Amostra do Departamento de Emergência Nacional”, no período de 2008 a 2013, com o objetivo de identificar os atendimentos nos serviços de urgência com códigos de diagnóstico para dependência/abuso de opiáceos entre doentes com idade até 21 anos.

No período avaliado, foram registadas 257 165 visitas aos serviços de urgência devido a problemas com dependência/abuso de opioides por parte de doentes com idade até aos 21 anos.

De 2008 a 2013, verificou-se um aumento no número de visitas ao serviço de urgência de 32 235 para 49 626.

Do total de atendimentos, 88,3 por cento correspondiam a doentes com idades entre os 18 e os 21 anos e 8,4 por cento com idades entre os 16 e os 17 anos. Cerca de 56 por cento dos doentes eram do sexo masculino.

Criança hospitalizada

Observou-se ainda que 200 crianças morreram no serviço de urgência naquele período e 325 faleceram após a hospitalização.

Os autores do estudo consideram que esses números revelam a existência de uma crise de saúde pública pediátrica nos Estados Unidos relacionada com a dependência/abuso de fármacos opioides.

Em 2016, uma média de 135 crianças receberam diagnóstico positivo para o vício ou dependência de opioides por dia em serviços de urgência nos Estados Unidos.

MEMÓRIA, BASE DO CONHECIMENTO - O que é e como funciona?

MENTE E RELACIONAMENTOS

MEMÓRIA, BASE DO CONHECIMENTO - O que é e como funciona?

De forma razoavelmente simplificada, a memória humana pode ser definida como a capacidade inata do cérebro para obter, armazenar e evocar informações disponíveis no cérebro – a chamada memória biológi...
CEFALEIAS, O MELHOR É NÃO PERDER A CABEÇA

DOENÇAS E TRATAMENTOS

CEFALEIAS, O MELHOR É NÃO PERDER A CABEÇA

Popularmente conhecida por dor de cabeça, a cefaleia é um problema muito frequente e uma das queixas mais comuns nas consultas de clínicos, pediatras ou neurologistas.
0 Comentários