Capacidade de controlar o stress reduz os seus impactos negativos

100


Capacidade de controlar o stress reduz os seus impactos negativos

  Tupam Editores

Investigadores Universidade Autónoma de Barcelona, em Espanha, realizaram um estudo sobre os fatores que reduzem os efeitos do stress.

A pesquisa, publicada na revista Scientific Reports, utilizou três grupos de ratos machos para medir esses efeitos. Um grupo passou por várias sessões de stress durante a adolescência, que podia controlar agindo de uma certa maneira.

Um segundo grupo recebeu a mesma quantidade de sessões de stress, mas o seu comportamento não teve efeito e um terceiro grupo atuou como grupo controlo e não sofreu stress.

Durante a exposição ao stress, os cientistas quantificaram a intensidade da sua reação medindo a resposta endócrina através da atividade do eixo hipotálamo-hipófise-adrenal.

Na fase adulta, foram realizadas várias experiências para medir diferentes variáveis cognitivas e a expressão de recetores de dopamina tipo 2 no estriado dorsal, uma área do cérebro relevante para os comportamentos medidos.

Rato - experiência

Os resultados indicaram que a ativação do eixo hipotálamo-hipófise-adrenal induzida pelo stress controlável e incontrolável foi a mesma na primeira exposição ao stress.

No entanto, com exposições repetidas, o grupo de stress controlável demonstrou uma resposta no eixo atenuada.

Na fase adulta, os animais expostos a stress incontrolável na adolescência desenvolveram um aumento na impulsividade motora e uma diminuição na flexibilidade cognitiva, efeitos que não foram evidenciados naqueles animais expostos ao stress controlável.

O estudo tem várias implicações preventivas e aponta para o facto de que estratégias voltadas para aumentar a perceção da controlabilidade do stress durante a adolescência poderiam mitigar os efeitos negativos de experiências stressantes na idade adulta e reduzir a vulnerabilidade a determinadas psicopatologias.

ARTIGO

Relacionados

Destaques

SEXERCISES - Otimize a sua Performance!

Derivada das palavras “sex” + “exercise”, estes exercícios físicos tem como objetivo tonificar, reconstruir e fortalecer a massa muscular para melhorar a atividade e o prazer sexual.
0 Comentários