Apresentada nova aplicação para pessoas com artrite reumatoide

100


Apresentada nova aplicação para pessoas com artrite reumatoide

  Tupam Editores

Estabelecido no ano de 1996, o Dia Mundial das Doenças Reumáticas, 12 de outubro, visa sensibilizar a população em geral para o conjunto de problemas que afetam as pessoas com doenças reumáticas e musculoesqueléticas.

Nesse sentido, no âmbito das comemorações da efeméride, a Liga Portuguesa Contra as Doenças Reumáticas apresentou o seu XX Fórum de Apoio ao Doente Reumático, no auditório da ANF, em Lisboa, no passado dia 14 de outubro pelas 9h00.

Para além de ter abordado temas relacionados com a sexualidade, a gravidez, a importância dos cuidadores e as doenças reumáticas na infância, também foi apresentada a mais recente aplicação para dispositivos móveis que ambiciona ser um verdadeiro parceiro das pessoas com artrite reumatoide, a RheumaBuddy.

App Saúde
Trata-se de uma ferramenta de capacitação, já que a RheumaBuddy pretende aumentar a quantidade de dias melhores das pessoas com estas inflamações das articulações.

Para isso, basta que o utilizador registe diariamente o seu humor, níveis de dor, fadiga e rigidez matinal, horas de sono, de exercício, entre muitos outros dados, permitindo criar um histórico pessoal de forma a perceber, de uma forma imediata, o que está a fazer de bem e menos bem e, assim, controlar melhor o dia a dia com a sua doença.

O RheumaBuddy é gratuito e permite ainda comunicar com outros doentes e aprender com as suas experiências.
“Estamos muito contentes pelo lançamento do RheumaBuddy em Portugal. Cremos que a utilização de uma nova ferramenta digital que monitoriza o os fatores que contribuem para um dia melhor, terá um grande impacto nas pessoas com artrite reumatoide”, refere Elsa Mateus, da Liga Portuguesa Contra as Doenças Reumáticas.

ARTIGO

Autor:
Tupam Editores

Última revisão:
20 de Abril de 2018

Referências Externas:

Relacionados

NOOTRÓPICOS - Aumente o poder da sua mente

Desde o início da civilização que os seres humanos recorrem a substâncias externas ao organismo para alcançar estados alterados de consciência, prazer, analgesia, euforia, relaxamento, entre outros.

Destaques

MEMÓRIA, BASE DO CONHECIMENTO - O que é e como funciona?

De forma razoavelmente simplificada, a memória humana pode ser definida como a capacidade inata do cérebro para obter, armazenar e evocar informações disponíveis no cérebro – a chamada memória biológi...
0 Comentários