Estudo sugere que cães são bons Personal Trainers

  Tupam Editores

Cada vez com maior frequência são publicados estudos que revelam os diversos benefícios de ter um animal de estimação, seja a nível mental e emocional, na prevenção de alergias entre os mais pequeninos, entre outros.

Mas um estudo recentemente publicado na revista científica BMC Public Health sugere que ter um cão como animal de estimação também pode ser uma das melhores formas de aumentar a prática de exercício físico. Isto porque, segundo os resultados da investigação, os adultos mais velhos que possuem um cão têm mais probabilidades de realizar a quantidade de exercício físico recomendada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) – cerca de 150 minutos de exercício físico moderado por semana para pessoas com 65 ou mais anos.

Para chegar a esta conclusão foram monitorizadas 43 pessoas com um cão e 43 com 65 ou mais anos que não possuíam animal de estimação, com recurso a um activPal, um aparelho que utiliza a gravidade para perceber se uma pessoa está sentada ou em pé.

A análise dos resultados revelou que os donos de cães caminhavam mais 22 minutos por dia do que as pessoas que não possuíam cães e davam mais 2760 passos diários. Além disso, os donos de animais analisados também passavam períodos sentados mais curtos, em comparação com os restantes.

Casal a passear cão

Está por demais demonstrado que tanto o exercício físico moderado, como a caminhada, pode ajudar a reduzir determinados riscos para a saúde, como as doenças cardiovasculares, a diabetes e a depressão, assim, se para as evitar for preciso ter um animal de estimação, não hesite, compre um cão – os benefícios são a todos os níveis!
 

ARTIGO

Relacionados

ÉTICA VETERINÁRIA

Quem não conhece uma pessoa cujo sonho em criança era ser veterinária/o? O amor incondicional que sentiam pelos seus animais de companhia levava-os a dizer que, quando crescessem, queriam ser veteriná...

ANIMAIS PARA FINS CIENTÍFICOS

No ranking de temas que geram discussão entre defensores dos direitos dos animais e a comunidade científica, a experimentação animal ocupa o primeiro lugar. As razões são óbvias!

Destaques

0 Comentários