Cães conseguem detetar malária

  Tupam Editores

Já não é a primeira vez que é demonstrada a eficácia dos cães na deteção de doenças humanas. Vários estudos anteriormente publicados revelaram que os cães podem ser úteis na deteção do cancro da próstata, e em situações de hipoglicemia em pessoas com diabetes.

Recentemente, uma investigação realizada na Universidade de Durham, no Reino Unido, e finaciada pela Bill and Melinda Gates Foundation, revelou que os cães também podem ser uma “arma” poderosa no combate à malária, uma vez que conseguem detetar a doença através do cheiro das meias de pessoas infetadas.

Segundo Steven Lindsay, um dos autores do estudo, em muitos casos, a malária é uma doença que revela os seus sintomas de forma muito rápida, mas outras vezes, as pessoas podem ser portadoras da doença sem demonstrar sintomas óbvios.

Se uma em cada mil pessoas tiver o parasita da malária, não é possível fazer testes sanguíneos nessas mil pessoas para identificar aquela que tem a doença, por essa razão, o cientista defende uma abordagem não invasiva.

Cão que deteta malária

As pessoas infetadas com malária produzem odores através do hálito e da pele que são sinais específicos. Assim, no estudo, os investigadores pediram a crianças na Gâmbia que usassem meias de nylon durante a noite e que fossem submetidas a análises sanguíneas.

Depois, as meias eram congeladas e enviadas para o Reino Unido, onde dois cães – um labrador e um labrador-retriever – foram ensinados a detetar se as meias tinham sido usadas por crianças com malária ou não.

Os cães conseguiram detetar as meias de crianças com malária em 70 por cento das vezes e reconheceram, de forma correta, as que haviam sido usadas por aquelas sem a doença em 90 por cento dos casos.

Apesar do sucesso da investigação, os cientistas ressaltam que ainda precisam ser realizados novos testes, com uma amostragem maior.  Para já pretendem fazer uma prova de conceito utilizanfo pessoas infetadas com a doença em vez das suas meias.

ARTIGO

Relacionados

CÃES GRANDES EM CASA

Mas será que um cão grande não pode viver num apartamento? O genoma do cão parece ser quase infinitamente maleável, existindo atualmente cerca de 400 raças. Desde que o Homem começou a domesticar este...

JOGOS PARA EDUCAR O SEU CÃO

Tal como os humanos, também os cães gostam de brincar! E gostam tanto que levam a brincadeira para lá da adolescência. Se convive com cães sabe que muita da interação acontece naturalmente: atirar uma...

Destaques

Estudo sugere que cães são bons Personal Trainers

Cada vez com maior frequência são publicados estudos que revelam os diversos benefícios de ter um animal de estimação, seja a nível mental e emocional, na prevenção de alergias entre os mais pequenino...
0 Comentários