STRESS

Relação entre stresse e eczema

Stresse é um termo comummente usado para designar um conjunto muito amplo de perturbações psíquicas e fisiológicas, provocadas por agentes de diversa natureza, que prejudicam ou impedem a realização normal do trabalho e outras atividades humanas.

Relação entre stresse e eczema
STRESS, COMO CONVIVER COM ELE

MENTE E RELACIONAMENTOS

STRESS, COMO CONVIVER COM ELE


Emoções como ansiedade, tristeza, depressão ou pânico, resultam geralmente em um sentimento negativo, perturbador do bem-estar das pessoas e prejudicando a sua saúde, por fatores psicossomáticos complexos.

O stresse pode afetar o ser humano a nível mental e emocional, de formas muito diversas e também fisicamente, sem que a pessoa se aperceba ou esteja à espera, influenciando por vezes de forma drástica vários aspetos do nosso dia-a-dia. O eczema e outras patologias dermatológicas similares podem ser desencadeadas pelo stresse.

Estratégias como a meditação profunda podem ajudar a reduzir as erupções de eczema relacionadas com o stresse.

Por sua vez, os sintomas do eczema que podem incluir pele muito seca, comichão intensa e prurido, podendo fender em escamas e deixar escorrer um líquido claro, não são permanentes. Em vez disso, ora pioram e melhoram alternadamente, durante várias vezes, muitas delas devido a desencadeadores específicos que ativam a inflamação.

Existe um grande e variado número de potenciais desencadeadores para o eczema, e cada indivíduo pode ter desencadeadores específicos para os seus próprios sintomas, como é referido por Peter Lio, dermatologista e investigador do Northwestern Memorial Hospital em Chicago, EUA.

Os fatores desencadeadores do eczema, também chamado de dermatite atópica, mais comuns incluem:
Pele excessivamente seca; clima seco e frio, principalmente durante o inverno; suor; irritantes como metais, fumo de tabaco, fragrâncias e tecidos como lã e poliéster; alérgenos, como mofo, pólen, ácaros e pelos de animais; vários alimentos que causam reações alérgicas, como ovos, soja, marisco, nozes, amendoim, peixe, trigo e leite; infeções bacterianas, virais e fúngicas; alterações hormonais, principalmente durante a gravidez ou nos dias anteriores à menstruação.

Um outro fator desencadeador dos sintomas do eczema é o stresse.
Para um grande número de pessoas, vários fatores externos, como escola ou trabalho, podem também ser causadores de stresse, resultando no agravamento dos sintomas do eczema. Para outras, os surtos do stresse resultam tão somente do facto de saber que são portadores de eczema. O stresse psicológico por sofrer de eczema pode muitas vezes conduzir a problemas mais sérios.

Os resultados de um estudo publicado em janeiro de 2020 no The Journal of Allergy and Clinical Immunology, em que que foram analisados registos médicos de mais de 500 mil adultos maiores de 18 anos com eczema atópico e mais de 2,5 milhões sem a doença, no Reino Unido, revelaram que os indivíduos com eczema tinham um risco 14% mais elevado de desenvolver depressão e um risco 12% maior de ansiedade do que os saudáveis. Além disso, os portadores de eczema grave eram ainda mais propensos a desenvolver depressão, um risco 26% mais elevado do que os que não tinham problemas dermatológicos.

Controlar as crises de dermatite atópica induzidas por stresse psicológico pode aliviar os sintomas de ansiedade e depressão e melhorar o bem-estar emocional.

Se sofre de dermatite atópica ou se algum familiar seu tiver eczema, não há dúvida de que os fatores psicológicos podem desencadear o aparecimento ou exacerbar o eczema, causando surtos de comichão intensa.

O cortisol, hormona do stresse, afeta o sistema imunitário, o que pode desencadear as crises de eczema. Adicionalmente, alguns estudos indicam que o stresse pode também afetar negativamente a função barreira da pele, influenciando algumas condições como a psoríase, eczema e alergias da pele.

Quando stressamos, o corpo passa por uma "reação de fuga ou luta", também conhecida simplesmente como "reação ao estresse".

Fonte: Tupam Editores

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS