DIETA

Dieta de exclusão pode aliviar sintomas de colite ulcerosa

Seguir uma dieta de exclusão em contexto de colite ulcerosa mostrou ser promissor enquanto uma terapia independente para pacientes com doença refratária, de acordo com um estudo publicado no Journal of Crohn's and Colitis.

Dieta de exclusão pode aliviar sintomas de colite ulcerosa
VIVER COM A DOENÇA DE CROHN

DOENÇAS E TRATAMENTOS

VIVER COM A DOENÇA DE CROHN


Investigadores da Universidade de Tel Aviv, em Israel, avaliaram se a implementação de novas dietas para dadores e pacientes, além do transplante fecal, poderia aumentar a taxa de remissão em casos de colite ulcerosa refratária.
Os cientistas descobriram que na semana oito, a remissão clínica sem esteroides ocorreu em 11,8 por cento do grupo sem dieta programada, 21,1 por cento do grupo com pré-condicionamento dietético e 40 por cento no grupo com dieta de exclusão.

A remissão endoscópica ocorreu em 12 por cento do grupo sem dieta, 16 por cento no grupo com dieta condicionada e em 27 por cento do grupo com dieta de exclusão.

Apenas o grupo que seguiu uma dieta de exclusão apresentou cicatrização da mucosa.

Verificou-se também que 17,6 por cento dos pacientes do grupo sem dieta experimentou exacerbação da doença, menos do que o grupo com dieta condicionada (21,1 por cento); no grupo que seguiu uma dieta de exclusão, os valores foram de 6,7 por cento.


OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS