INFANTIL

Diarreia infantil: o regresso às aulas não deve ser um problema

Com o regresso às aulas voltam as rotinas, nos recreios retornam as brincadeiras e, consequentemente, a exposição a agentes que podem provocar alterações a nível do trato gastro intestinal.

Diarreia infantil: o regresso às aulas não deve ser um problema
DIARREIAS

DOENÇAS E TRATAMENTOS

DIARREIAS

Para sensibilizar para esta temática e para o tratamento rápido das diarreias agudas nas crianças e jovens, a farmacêutica Norgine lança campanha no âmbito do regresso às aulas para o tratamento das diarreias com uma nova terapêutica antidiarreica com componentes de origem natural, mostrando-se rápida e bem tolerada (Xilaplus AF).

A diarreia afeta cerca de 3 a 5 de mil milhões de pessoas por ano em todo o mundo, principalmente em grupos mais vulneráveis, como crianças com menos de 2 anos. Nesse sentido, o regresso às aulas pode significar uma maior propensão ao desenvolvimento desta patologia, na medida em que as crianças possuem uma maior probabilidade em contactar com vírus gastrointestinais (facilmente transmissíveis entre crianças), desenvolver intoxicações alimentares devido ao contacto com micróbios presentes na terra e areia dos recreios, havendo ainda os fatores emocionais.

A diarreia pode ser um fator de destabilização da criança, pois estas acabam por faltar às aulas, perdendo horas de aprendizagem, o que atrasa o seu ritmo perante os seus colegas, pelo que é fundamental uma ação imediata e com consistente no tratamento deste problema.

Conhecendo a preocupação e o desconforto que a diarreia provoca a pais e filhos, a Norgine lança um novo tratamento antidiarreico, um dispositivo médico que funciona formando uma película que protege a mucosa intestinal, reduzindo a frequência e a duração dos episódios diarreicos.

Fonte: Norgine

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS