CÉREBRO

Níveis mais elevados de ómega-3 aumentam longevidade

Várias pesquisas têm mostrado que adicionar ou remover certos alimentos de uma dieta pode ter grandes benefícios para a saúde cardiovascular e para a saúde cerebral.

Níveis mais elevados de ómega-3 aumentam longevidade
ÓMEGA 3

DIETA E NUTRIÇÃO

ÓMEGA 3

Agora, um novo estudo descobriu mais evidências de que os alimentos que as pessoas consomem podem aumentar a longevidade, em particular, o consumo de ácidos gordos ómega-3 pode acrescentar até cinco anos de vida.

As descobertas, publicadas recentemente no The American Journal of Clinical Nutrition, são o resultado de um estudo colaborativo entre o Hospital del Mar Medical Research Institute, em Espanha, e o The Fatty Acid Research Institute, nos Estados Unidos, que teve como objetivo determinar se os níveis de ómega-3 no sangue podiam ser usados ​​para prever o risco de morte com precisão.

A equipa analisou dados de 2 240 pessoas, com mais de 65 anos de idade, que foram monitorizadas desde 1971. A duração média do acompanhamento foi de cerca de 11 anos por paciente.

Os resultados mostraram que mesmo um aumento de um por cento nos níveis de ómega-3 nos testes diminuiu muito o risco de morte prematura.

Segundo os cientistas, níveis mais altos desses ácidos no sangue, como resultado da inclusão regular de peixes gordos na dieta, aumenta a expetativa de vida em quase cinco anos.


OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS